sexta-feira, 29 de maio de 2015

Espero que sirvam cerveja no Inferno (Tucker Max)

Antes de qualquer coisa, acho importante esclarecer que esse texto é exclusivamente para os 'meninos'. É uma resenha masculina, escrita por um homem, para outros homens, sobre um livro que fala com uma linguagem sem alma, cruel, cretina, descarada e filho da mãe, que somente o alto nível de testosterona, e a falta de sensibilidade, de um homem é capaz de compreender o seu conteúdo sem se ofender. Caso ocorra alguma anomalia, e você eventualmente encontre alguma mulher que goste desta narrativa, só tem uma coisa a ser feita... Case-se com ela imediatamente.
Depois de deixar isso claro, creio que estamos prontos para conhecer a vida desregrada de Tucker Max, uma das 100 personalidades mais influentes em 2009, eleitos pela Time Magazine. Devido as suas histórias escabrosas que ocorreram principalmente em festas homéricas de fraternidades americanas, Tucker é considerado o líder de um novo gênero literário extremamente masculino que exalta os ritos tradicionais dos machos, faz um brinde ao politicamente incorreto, e que surge como uma resposta imediata a um mercado que tem ficado cada vez mais cor de rosa.
Se você acha que eu não vou para o céu por ter dito essas coisas, preciso salientar que o autor que difundiu este estilo já está tão certo disso que deixou logo bem explícito no título do seu livro 'Espero que sirvam Cerveja no Inferno' ( Faro Editorial, 244 páginas), onde teve coragem de publicar aquelas histórias que nós só ousaríamos contar na roda de amigos mais íntimos.

Para encarar a rotina alcoólica e sexual de Tucker em seus tempos de faculdade, é necessário despir-se de boa parte da sua civilidade (e talvez até das roupas) e resgatar o macho primitivo adormecido no seu interior. Lembra todas as vezes que você e seus amigos chegaram em casa destruídos depois de uma noitada sinistra, sem nem saber direito como, e tudo que conseguiam pensar é que alguém deveria escrever uma história sobre tudo que passaram enquanto ainda conseguiam lembrar do que aconteceu? Pois esse cara, não só conseguiu efetuar essa proeza, como ainda transformou as suas desventuras em um livro icônico.
Sem pudor ou juízo, em forma de contos, o autor descreve detalhes sórdidos de histórias que, quem não viveu, jura que é mentira, mas só mesmo por frustração de não ter nada parecido no currículo para soltar nas conversas de mesa do bar.
Tucker Max e seus amigos igualmente desprezíveis constituem uma confraria de canalhas cujo único propósito de vida parece ser penetrar na mulher festa perfeita. E para isso, todas as noites estão dispostos a testar seus próprios limites e a paciência das mulheres, vivendo como se a próxima rodada de bebida ainda fosse a primeira.
Em 2009 o livro ganhou um filme inspirado em suas páginas, com um roteiro que tenta reunir todos os contos em volta de um tema central.
Sem dúvida um lançamento que desafia a 'era do mimimi' e abre espaço para uma literatura lotada de testosterona que não se importa em ser chamada de sexista, desde que não duvidem de sua masculinidade. 
Não sei dizer se o gênero pode ser considerado uma nova tendência, mas o conjunto da obra me soou como um reboot, ou uma atualização século XXI, do estilo corrosivo que consagrou Bukowski, Jim Knipfel e Hunter Thompson, que assim como Tucker Max fez agora, pintaram um cínico retrato da boemia masculina de suas épocas. Tendência ou não, de qualquer forma, certamente passarei a procurar mais exemplares com esta 'pegada' a partir de agora.

Para conhecer o final desta história, clique agora no banner abaixo da nossa parceira Submarino e compre o seu exemplar. Depois volte aqui e conte a sua própria experiência com o livro em nossos comentários.

quinta-feira, 28 de maio de 2015

5 Livros para ler se você sente falta da série: 'Arquivo X'

Todos temos nossas series televisivas favoritas, e se dependesse de nós, a maioria delas seriam produzidas ad infinitum para o nosso bel prazer; mas infelizmente o formato deste produto tende a passar por nossas vidas durante anos, marcar instantaneamente todo uma geração e deixar nada mais do que muita saudade ao fim da sua última temporada.
Foi pensando nisso que criamos este espaço banzo, com o intuito de indicar livros que possuam conceitos semelhantes ao de séries passadas, e assim tentar resgatar um pouco do espírito que projetou o sucesso desses programas.
ARQUIVO X
Arquivo X  foi uma premiada série de televisão norte-americana de ficção científica exibida ao longo dos anos 1990 e criada por Chris Carter.
Estreou em setembro de 1993 e terminou em maio de 2002. Foi um sucesso para a emissora FOX, e os personagens e slogans, por exemplo, "The Truth Is Out There" (A verdade está lá fora), Trust No One (Não confie em ninguém), I Want to Believe (Eu quero acreditar), tornaram-se marcos na cultura pop durant a década de 90. 
Na série, os agentes do FBI Fox Mulder e Dana Scully são investigadores de arquivos-x: casos não solucionados envolvendo fenômenos paranormais. Mulder acredita na existência de extraterrestres e em paranormalidade, enquanto Scully, uma médica cética, é designada para fazer análises científicas das descobertas de Mulder. Ainda no começo da série ambos agentes tornam-se alvo de uma trama conspiratória, e passam a confiar apenas um no outro.
Portanto, se você gostava de 'Arquivo X', então vai adorar ler....

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Veja o que realmente acontece quando adultos pintam livros de colorir (Parte 2)

O tempo passa e os livros de colorir anti stress continuam marcando presença garantida na lista dos mais vendidos. Até aqui mesmo no DpM, sentimos parte do poder dessa tendencia com o grande número de acessos obtidos na primeira parte desta postagem, em que procuramos estampar a nossa própria visão 'maldita' dessa febre de colorir. E tanto foi o sucesso, que achamos necessário um retorno para uma segunda rodada destas imagens criativas.

São ilustrações de livros de colorir para crianças que foram distorcidas e corrompidas pela mente capciosa dos adultos. O resultado é sem dúvida bastante controverso, e ao mesmo tempo em que pode parecer criativo e divertido para alguns, outros podem considerar chocantes ou grosseiro. Você decide.

terça-feira, 26 de maio de 2015

PROMOÇÃO CULTURAL- Sorteio do livro "INSÍGNIA - A Arma Secreta"

Em mais uma grande Promoção Cultural, o blog Dito pelo Maldito vai sortear aos seus leitores um exemplar do livro "INSÍGNIA - A Arma Secreta" de SJ Kincaid, lançado por aqui pela V&R Editora. A arma secreta para vencer a Terceira Guerra Mundial.
Sinopse: Tom Raines quer ser alguém importante. Aos 14 anos, com uma aparência pouco digna de atenção e uma vida cheia de incertezas, ele está bem longe de realizar o seu desejo. Exceto por sua habilidade com games, Tom não tem muito com o que contribuir. Um zero à esquerda. Durante anos, o garoto perambulou de cassino em cassino com seu pai, um jogador completamente sem sorte e que fazia de seu vício um meio de sobrevivência. A cada dia, iniciava-se uma nova jornada em busca de um 'lar', mesmo que isso significasse um quarto qualquer pago com o pouco dinheiro ganho em apostas. Mas, certo dia, o que parecia ser uma existência fadada ao fracasso, muda radicalmente. Da noite para o dia, Tom é convidado para integrar a elite do Exército e utilizar seu talento como jogador para ajudar seu país a vencer a Terceira Guerra Mundial. Tom, então, tem a oportunidade de se tornar alguém importante: uma supermáquina de guerra com habilidades tecnológicas jamais imaginadas.

Para participar do nosso sorteio e levar esse livro incrível para casa, basta seguir o regulamento da promoção abaixo e torcer para ser o nosso sorteado:
1- O sorteio ocorrerá pelo sistema sorteie.me no Facebook, então é primordial que, para início de conversa, você faça como esses outros 'malditos' abaixo e dê o seu 'curtir' em nossa fã page do blog...

2- Para evitar que o Facebook exclua a sua curtida devido a sua nova política, e você acabe perdendo a chance de levar o livro caso seja o sorteado, sugerimos que também clique em 'Receber Notificações' indicado na capa da nossa página no Facebook. (Opcional)

3- Em seguida, basta CLICAR AQUI para acessar e compartilhar a postagem da promoção em caráter público no seu perfil do Facebook, marcando três amigos na imagem, convidando-os a participar da nossa Promoção Cultural! (Esse detalhe é essencial. Em nosso último sorteio, infelizmente tivemos alguns ganhadores eliminados por que não cumpriram essa parte do regulamento)

4- Por fim, basta confirmar a sua participação no sorteio pelo aplicativo sorteie.me clicando aqui.

E PRONTO! Você já está participando do sorteio que vai rolar dia 31 de Maio de 2015. O ganhador será avisado por mensagem privada em seu perfil do Facebook ou por e-mail, e terá 48 horas para responder ao aviso e informar um endereço dentro do nosso território nacional para o envio do exemplar.
Participe!!!

Aquele beijo spank punk violento

Havia uma neblina espessa, parecida com alguma cortina pesada a apanhar tudo e todos.
As ruas estavam um tanto quanto perigosas, pois apenas os delinquentes e viciados ocupavam os seus espaços.
Alguns esperavam por um ser identificado como frágil: dono de uma bolsa ou carteira cheia.
E tantos outros sonhavam com mais um pico.
Acendi um crivo e grudei meu corpo na parede.
Eu mesmo me sentia mais cinza que o normal.
Mas, não era só isso.
Não sei se vejo demais.
Se, sinto demais ou se imagino demais.
E nesse momento, vi um garoto de cabelo espetado e jaqueta de couro que batia a sola de seu coturno enquanto andava.
Ele não estava só.
E carregava pela mão, uma moça rebelde como ele.
Os dois faziam um belo par.
Eu sorri.
Senti empatia.
Ele a empurrou com docilidade até a parede.
Olhou em seus olhos e a beijou.
O amor é algo impressionante.
Não acha?
Não sei dizer o que os delinquentes sentiram ou mesmo o que os viciados experimentaram ao contemplarem a cena.
O amor estava ali, diante de qualquer um.
Uma cena forte que me tocou profundamente.
Arranquei meu casaco e saí andando.
Pois eu sabia que alguém me esperava e também merecia um beijo.
O mundo tinha uma chance.
Eu tinha uma chance.
Sabe como é: um mundo cinza não costuma poupar ninguém.
Mas, quando o amor vence, tudo se transforma...

segunda-feira, 25 de maio de 2015

5 Livros essenciais da literatura portuguesa

De certa forma, é compreensível que o nosso mercado editorial seja absorto por publicações de língua inglesa, principalmente pela nossa maior proximidade com a cultura norte americana. Infelizmente esta política também acaba nos privando da oportunidade de conhecer autores e obras notáveis de outros pontos do globo terrestre, e vice e versa, deixando a nossa literatura nacional muitas vezes isolada aqui na América Latina.
Mas, sendo o brasileiro um povo que sempre gabou-se de ter emergido de uma grande mistura de raças, acredito que essa nossa pluridiversidade também deveria manifestar-se em nossa leitura.
E se na última postagem sobre esse tema eu procurei explorar a sabedoria da literatura japonesa, desta vez vamos cruzar o além mar de volta até a 'terrinha' e redescobrir a enternecida literatura portuguesa. Já que, embora Portugal seja a nossa mãe pátria, a literatura portuguesa parece que fica cada vez mais distante das nossas livrarias. Claro, exceto, Fernando Pessoa. Esse todo mundo conhece, e por isso mesmo optamos por deixá-lo de fora desta lista.
Compartilho aqui cinco títulos portugueses que foram escolhidos a muito custo, entre autores clássicos e contemporâneos, que merecem uma prioridade na sua lista de leitura. E sabendo que certamente faltarão muitas obras que também merecem estar nesta seleção lusitana, desde já contamos com as sugestões dos leitores em nossos comentários para ampliar esta prateleira portuguesa.

Conheça os lançamentos da Editora Leya para o mês de Maio/2015

A Editora Leya nos passou a importante tarefa de comunicar aos nossos leitores dois grandes lançamentos deste mês. Prepare os seu coração para essas continuações de duas sagas sensacionais:
Confira abaixo:

  Mistborn 2, de Brandon Sanderson
Numa sucessão  de golpes  de sorte, Elend  Venture subiu ao trono  de Luthadel, a principal cidade do Império Final. Nos meses que seguiram a queda do Senhor Soberano e a dissolução de seu governo, o novo rei revolucionou as relações entre os skaa – a classe social inferior – e os nobres e atraiu a atenção dos diversos governantes das outras partes do grande império. 
Dentro das muralhas de Luthadel, o perigo espreita de todos os lados. Assassinos de aluguel alomânticos ameaçam a vida do rei, a desconfiança generalizada faz a população temer pelos rumos da  cidade  e  desejar  o retorno  do Senhor Soberano, e um inverno inclemente se aproxima. Elend, Vin e o bando de Kelsier tentam a todo o custo manter o controle, mas os piores inimigos ainda estão por vir. 
Fora das muralhas, arma-se um cerco militar gigantesco. À frente dele, Straff Venture, o pai de Elend, um tirano  cruel  e  desesperado pelo poder, busca invadir Luthadel. Mas ele  não  está sozinho. 
Reviravoltas e surpresas marcam este segundo volume da trilogia Mistborn. O destino de todo o Império  Final  está  envolto  nas  brumas, e apenas uma força  sobrenatural será capaz de desvendar os mistérios que assolam seus habitantes.

 Wild Cards - livro 4 – Ases pelo Mundo, coordenado por George R. R. Martin 
Nova York ainda se recupera da carnificina da comemoração dos 40 anos do acidente que foi um marco na história dos Estados Unidos e do mundo. O Dia do Carta Selvagem de 1986 ficaria para a história como um dos mais sangrentos desde a chegada do vírus no planeta.  
Este cenário é o  ponto  de  partida  para as  páginas a seguir. A grande viagem de mapeamento dos efeitos do vírus carta selvagem pelo mundo, postergada há muitos anos, é organizada às pressas pelo senador Gregg Hartmann e pela Organização Mundial de Saúde. Tirar os principais ases e curingas de Nova  York e ainda realizar um programa humanitário parecia a jogada certeira para garantir a candidatura do senador à presidência  dos  Estados Unidos. Mas ele não esperava as consequências nefastas desta volta ao mundo a bordo da aeronave apelidada de Cartas Marcadas. 
Nos cinco  meses  de  viagem, a comitiva passará por 30 países nos cinco continentes em busca dos irmãos  infectados  pelo  carta  selvagem. Das favelas haitianas  aos  morros cariocas,  dos desertos africanos aos confins australianos, os integrantes desta jornada enfrentarão grandes desafios e muitas
verdades que até então não haviam sido reveladas. E, no mundo de Wild Cards, as aparências quase sempre enganam. 
Acompanhe o diário de Xavier Desmond, as atitudes do prefeito do Bairro dos Curingas, e as aventuras de Dr. Tachyon, Fortunato, Crisálida, Hiram Worchester, Troll, Peregrina e outros curingas e ases nesta volta ao mundo. A cada conto dos grandes autores reunidos  pelo  mestre  George  R.  R. Martin, descobre-se um pouco mais da história destes personagens e os desdobramentos imprevisíveis de sua passagem pelos quatro cantos do planeta.