segunda-feira, 28 de abril de 2008

O polegar opositor

Há tipos compatíveis, posso ser o doador, a quem interessar vossa classe, como os filhos da poça, feroz como back de roça, canto meu pedaço, te faço pedaço em contato com aço, frio como a solidão do espaço. Me lembra do futuro quando serei um astronauta, entre o céu e a Terra alterando as pautas, nem o vácuo pra mim é obstáculo, da falta de oxigênio sinto falta,...deixando a civilização sob as luzes da ribalta.
Minha espécie está em alta até a próxima era glacial. Sem juízo até o juízo final, projete seu corpo astral ,paisagens, oásis, miragens, imagens. A "Outra história americana" prova que todos podemos ser nazis se não soubermos quem somos nós. Se somos pré ou pós mundo mágico de Oz, Desde os tempos dos Faraós, enigmas vêm embalados em esfinges.
Perfeição é o que se sonha, revolução é o que se atinge, assim estava escrito em pergaminhos perdidos do antigo Egito,...mas quando filósofos entram em conflito descarte o almanaque, os alfarrábios,... faça como os verdadeiros sábios, só leia meus lábios e se mantenha a par da cultura de rua ultrapassando a tradição milenar, informação transmitida através de seu sistema ocular,...
Renda-se a mim, ser inferior, com meu estilo superior, rima posterior, melhor que anterior.
Me diferencio pela capacidade de raciocínio e pelo polegar opositor.Bote as mãos pro alto se você conhece o seu valor.
Preciso como um exame de DNA 99,9 por cento de chance de acertar, prossigo minha tese, movo montanhas com a minha telecinese. A consciência impede que o peso pese, o estéreo faz com que o pensamento se reveze, enquanto o bicho te hipnotiza eu suo a camisa e prossigo a pesquisa.
O polegar opositor é contra tudo aquilo que tentam te impor, é contra tudo aquilo que não é a seu favor, bote as mãos pro alto se você conhece seu valor, orgulhe-se de ser um vertebrado, afinal livre arbítrio não se compra no supermercado.
Viva seu presente para que seu presente no futuro não seja um cavalo de tróia, pra necessidade nem tempo pra pânico ou paranóia. Sei que evoluímos pouco pra dois mil anos, continuamos a mercê de desastres naturais ou de ditadores insanos,...mas talvez alguém ainda tenha planos, pra o que chamamos de humanidade. Talvez o estado permanente de calamidade seja momentâneo,... esqueça o que tem no bolso e me mostre o que tem no crânio.É como respirar,...Um ato espontâneo
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
0 Comentários

0 . :

Postar um comentário