quinta-feira, 24 de abril de 2008

Saudade,...dor de verdade

Tá vendo que maldade? O que a saudade fez comigo,... me deu como castigo a solidão, me fez chorar. Ela sabe muito bem que sem amor corro perigo, por isso que eu lhe digo:A saudade é muito má. Não poupou nem esse Maldito.
O poeta já falou, vendo o homem e seu caminho: "o lar do passarinho é o ar, e não o ninho".E eu voei... To passando um tempo fora, to passando um tempo longe. Não importa quanto tempo, não importa onde.Num lugar mais frio, ou mais quente de repente, onde a gente é esquisita,... um lugar diferente.
Família, amigos, minha velha, meu mano - o meu pequeno mundo em segundo plano.Eu to forçando alguns sorrisos e algumas amizades. Mas, tô morrendo de saudade.Da beleza poluída, da favela iluminada, do tempero da comida, do som da batucada.Da cultura, da mistura, da estrutura precária. Do Fetuccini, do pãozinho e da loucura diária. Do churrasco de domingo, o rateio e o fiado, a criança ali dormindo, o coroa aposentado.Da mulata oferecida, do pagode malfeito, de torcer na arquibancada pro meu time do peito.Da malandragem, da nossa malícia, da pinga com mel no bambu, da Itaipava,...que delícia! Eu tô morrendo de saudade,.. do O Globo lá na banca, da notícia pra ler, do jeitinho, do improviso, da bagunça geral,do calor humano, do fundo de quintal. Do Leme, da leda e da Lapa, da orla e da praia, da “Alta”,do Arpoador, do Aterro, do Carnaval de verdade com samba enredo. Da Gíria, da correria, do papo de rua, trocar idéia com quem tem um mínimo de cultura.Do La Molle e da Parmê, sentar no barzinho pra beber até o sol nascer. Da variedade , diversidade, criatividade, e da arte. Do clima, da rima, da festa feita à toa, a típica mania de levar tudo na boa , do contato, do mato, do cheiro e da cor...E do nosso jeito de fazer amor.
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
0 Comentários

0 . :

Postar um comentário