quarta-feira, 21 de maio de 2008

"Não sou vingativo"

Você feriu o que eu sentia
disse mentiras e que eu mentia
Mas me ligou e quis pegar
sua calcinha lá em casa.
Eu não devolvo, tá aonde tava
pelo correio é que eu não mandava
Mas se você passar e bater
a gente pode se entender.
Tá guardadinha, do jeito que cê
gosta, com talco dentro do bidê,
Cheirosa e limpa, se tu garimpas
acha até o seu OB.
Mas eu não sou vingativo
me liga e marca
Toca a campainha, chega e desembarca.
Quem sabe você não atraca?
quem sabe a gente não se ataca
Você me chama de cachorro
eu te chamo de vaca.
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
3 Comentários

3 comentários :

  1. Obrigadaa Fábio!!
    ^^
    era meu niver e tirei até do orkut, pq se ñ ia receber vários "parabéns" de plásticos ou seja falsos, mas tipow, tu eu sei q relment ñ sabia, por isso obrigada!!

    Já comprou as cadeiras da tua casa, p/ fazer um churras??
    hahaha
    bjuxx

    ResponderExcluir
  2. Eu não sei pq, mas eu me vi nesse poema, alguns anos atrás, com um namoro complicado de indas e vindas! Não havia calcinhas, nem Ob's, hhehehe, mas havia essa coisa de voltar pra pegar alguma coisa e na realidade a gente acabava "se pegando" tb, hehehehe.
    Até que enfim, me vi livre disso.
    Vi seu e-mail só hj e arrumei meu perfil, pondo o link lá! Fiquei feliz que vc tenha um dom de Sherlock Holmes e o tenha achado, ainda assim!
    Bjs e tenha um bom feriadão.

    ResponderExcluir
  3. Gostei disso, tudo a ver...
    tô nessa fase, tenho que pegar um monte de coisa na casa de outrém...
    mas não são calcinhas, Cenas do próximo capítulo: o resgate dos objetos? será última noite? será será será...
    acho que vou pedir pra deixar as coisas na vizinha daí num acontece nada...
    :) beijos.

    ResponderExcluir