quinta-feira, 5 de junho de 2008

Fonte de inspiração,...

Você se determina a ser um escritor fazendo coisas instintivas que alimentam você e a palavra, que te protegem contra a morte em vida. É diferente para cada um, E, para cada um muda.
Uma época, significava pra mim beber muito, beber até a loucura. Afiava a palavra para mim, a trazia á tona... e eu precisava do perigo. Precisava me colocar em situações perigosas, com os homens, com as mulheres, com os carros, com a fome, com o sexo,... com qualquer coisa. Alimentava a palavra. Tive anos disso. Agora mudou... O que eu preciso agora é mais sutil, mais invisível. É um sentimento no ar, ...palavras ouvidas, coisas vistas.
Ainda preciso de um trago. Mas agora estou em nuanças e sombras. Sou alimentado com palavras, por coisas que mal me dou conta. Isto é bom. Escrevo uma merda diferente agora.
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
8 Comentários

8 comentários :

  1. No meu crânio agora, não tem nada, ta ôco...
    hauahuahuahuah
    bota pra fora maldito tudo que queres maldizer, bemdizer...
    beijos até.

    ResponderExcluir
  2. Olha se cada mês tem 4 semanas, cada ano 12 meses, eu já vivi 22 anos, chegando no 23º...
    isso dá uma conta que eu nem sei fazer, mas acho que morro umas duas vezes por semana logo revivo duas vezes...enfim.
    Repetir a dose, seja de cerveja, seja de qualquer coisa, vamos repetir sim...
    Tentarei não morrer no sábado pra estar bem viva no domingo certo?
    mil beijos.

    ResponderExcluir
  3. Creio que todos somos feitos de fases, em umas somos vorazes, noutras nem tanto.
    Pelo menos estás te alimentando de algo extremamente saudável (e poderoso): A palavra
    ;*

    ResponderExcluir
  4. Interessante seu texto! Eu te entendo!

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. O combustível das palavras é muito pessoal. É mutável também e por isso você sentiu essa mudança no momento em que escreve. Alguns, não sabem do potencial que têm para escrever e precisam de um start, um início. O seu início foi "boiando" em poças de álcool.
    Que bom que o seu combustível mudou... Mostra que os seus textos não precisam mais do álcool para fluir juntos com seus pensamentos. E o melhor, seus textos melhoraram muito, mas muito mesmo. Espero que você tenha percebido isso também.
    Em três palavras? Tu é foda! Parabéns por isso...
    Abraço enorme.

    ResponderExcluir
  6. Eu tenho fases também. Sempre que estou vivendo algo, escrevo d eum jeito. Depois quando pego pra ler, nem parece que fui eu mesma que escrevi.

    Li seu post passado. Também não entendi se foi um elogio ou não.

    ;)

    ResponderExcluir
  7. Que essa fase seja inspiradora e que a cada dia isso aumente!
    Às vezes é bom perder o juízo... mas só as vezes para variar.!
    =)
    Beijo

    ResponderExcluir
  8. eu j´s tive fases porra-lôca na minha vida tb... agora estou light e tudo é aprendizado. Não sinto falta do que vivi, não digo tb q nunca mais farei, pois as fases vão e vêm... Mas posso dizer que sou feliz como estou agora e que assim continuarei até quando achar que devo.
    E qto a vc, mocinho... se acha que escreve merda, então mtos de nós aqui somos privadas, pois adoramos absorver suas verdades e histórias, sempre cheias de humor, de realidade, de força!!
    Admiro o que vc escreve e como o faz!!
    Bjs

    ResponderExcluir