segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Eu, você e ela.

Eu, Você e ela

Tá ficando difícil de te convencer
De que a gente precisa de uma outra menina
Alguém que nos ensine ousadia
Que ponha tempero em nossa comida
Se a dois é divertido, imagine em trio
Afinal,…

Se você vai desfrutar dela também
O que que tem? O que que tem?

Não encare como traição, esse meu desejo
é uma evolução, na França isso tudo é normal
Alguém que aqueça nossas turbinas
E nos tire dessa rotina
Vamos marcar época, eu, você e ela.

Se você vai desfrutar dela também
O que que tem? O que que tem?


*Inspira*
Sempre tenho que tomar uma boa golada de fôlego para comentar sobre essa música. Na verdade acho que foi a primeira música com melodia no violão que fiz, quando eu tinha a pretensão de tocar violão (tolinho!). Por tanto, não se pode exigir muito,…não acho a música grandes coisas, mas ela se solidificou na minha vida pela história pitoresca que se desenvolveu ao seu redor.
A música fala de um homem que tenta convencer a namorada a acrescentar mais uma pessoa no relacionamento deles, no caso mais uma mulher (acho que está bem explícito isso ,não é?). um ménage a trois, um relacionamento a 3, ou algo do gênero.
Na época eu costumava tocar essa música nas rodas de amigos, só de sacanagem…, depois que todos os “músicos profissionais” da roda já estavam cansados de executar seus “hits” do Rappa, Nando Reis, Cássia Eller, Zeca Baleiro, etc… O Maldito roubava a cena (para o terror dos presentes) tocando suas autorias (me sinto um psicopata me tratando na terceira pessoa).
Em uma dessas ocasiões a roda de amigos contava com a presença de algumas amigas lésbicas. Elas ouviram e (curiosamente) adoraram a música, riram e saíram dali repetindo o refrão grudento, daqueles que não saem da cabeça. A partir dali, sempre que nos reunimos eu era solicitado para tocar “Eu, você e ela”. Virou febre entre um certo grupo underground da cidade.
Cerca de dois anos depois deste acontecido, eu enfrentava um começo de namoro. Eis que minha namorada na época, e eu ,temos o seguinte diálogo:
“-Amor, você não vai acreditar, eu estava bebendo com algumas amigas minhas, e estávamos relembrando algumas músicas. Cantamos várias conhecidas, até que a Fernanda começou a cantar aquela música sua “Eu, você e ela”. Você conhece a Fernanda?
-Não faço a menor idéia de quem seja,… é uma gordinha?
-Não,…bem magrinha.
-Ah,…então não conheço.
-Bom,…enfim, aí eu disse: “Ei! Essa música é do meu namorado!” e elas disseram: “Tá de sacanagem. Sério? E ele fez pra você?” e eu respondi: “Claro que não, eu comecei a namorá-lo agora, essa música ele fez, faz tempo!”
-Ela disse como conheceu a música?
-Numa rodinha de amigos como a que estávamos.
-Ela era lésbica?
-Era. Como você sabe? Então você conhece ela…
-Não,…eu deduzi.”

Quem sabe a Ana Carolina não se interessa em gravar.

Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
15 Comentários

15 comentários :

  1. Iria perder o caráter underground... mas seria bom ouvir nas rádios (e nos protestos das igrejas), hehe.
    Boa!

    ResponderExcluir
  2. Faz um demo e manda pra ela... De repente, quem sabe, você estoura (no bom sentido, ok?!) nas paradas de sucesso... Não vale a pena tentar ganhar um pouco mais de grana??

    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Olá,

    Realmente a letra é meio controversa, posso deduzir as pessoas que poderiam gosta dela (nada contra)!!! mas como coisas assim estam na moda em varias tripos, se grava-se poderia sim fazer muito sucesso. hehe (não estou sendo ironica)

    P.S. Eu posso me classificar como loka, sempre me refiro como terceira pessoa e pior em conversar ...

    beijos

    ResponderExcluir
  4. auhsaushauhsuahsuahsua A musica tah massa ;P eh diferente mais tah legal... meu novo Boy também toca hsuahsuahsua mais acho q ele não tem musicas assim ;P


    bjooooooooooo vlw pela visita ;*

    ResponderExcluir
  5. Se eu fosse sua namorada, ficaria com a pulga atrás da orelha com toda essa estória de "eu vc e ela"...fiquei bastante curiosa...deu vontade de ouvir a música!
    enfim...sucesso!!!!

    ResponderExcluir
  6. ai mal, manda pra ela...
    Eu gostaria de cantar essa musiquinha,e sim, eu tbm sou cantora.
    Pega o violão e gravaí, faz uma caseira mesmo... quem sabe a gente naum faz uma parceria e lança um hit na net!!!
    mas de antemão, adorei a letra um tanto despretenciosa, mas cheia de intenções...
    mas diz aí, a tua namorada da época liberou mais uma?
    bju.

    ResponderExcluir
  7. hahahahahaha

    Acho que um homem cantando entra mais no espírito da coisa...

    ResponderExcluir
  8. Você deveria gravar e mandar pra Ana Carolina. Quem sabe um dia eu não escuto tocando por ai. Com certeza, vou lembrar de você! ahaha
    Bjos

    ResponderExcluir
  9. Você deveria gravar e mandar pra Ana Carolina. Quem sabe um dia eu não escuto tocando por ai. Com certeza, vou lembrar de você! ahaha
    Bjos

    ResponderExcluir
  10. legal, ainda mais que hj em dia virou moda tudo isto que diz sua letra. mas particularmente adoro homens, e curto muito a ana carolina, apesar dela ser "diferente". sorte.
    bjosss...

    ResponderExcluir
  11. hehehehe... eu pensei que sua namorada, ao se referir à amiga, ia tentar te convidar a por a música em prática!=D
    hehehehe
    Mente maliciosa, a minha!=X
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Manda p/ Ana Carolina naum. Adriana Calcanhoto é mais suave. ;D

    ResponderExcluir
  13. Deixe de ser Maldito e seja músico rsrs. Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Acho que a Ana Carolina pode querer gravar sim... hahaha

    Se você mudasse o nome para 'eu, você e ele', poderia se pensar no caso x)

    Beijos

    ResponderExcluir