sábado, 1 de novembro de 2008

Não

Não vou falar o que você quer escutar.
Não vou me render a esse clichê. Não vou falar sobre o quanto precisava de ajuda, até porque agora eu também não to mais precisando. Não vou contabilizar o quanto ele me deve, nem o quanto aquele me aborrece.
Não vou falar sobre o que sinto por você, ou sobre a briga de ontem, ou tentar te convencer, você vai ver.
Não vou dar um espetáculo para o público errado.
Não vou esperar que alguém me ampare, abdico da minha parte, do que escrevo não quero que seja arte, não quero que meus pensamentos estejam sempre em Marte.
Não quero discutir, falar sobre o que me incomoda, nem sair da toca.
Não,...
Não vou me entregar, nem pelejar, nem te machucar, nem reclamar, nem surtar, ou parar, nem perder, ou esquecer, nem querer, ou pedir, devolver, ...ou sorrir.
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
6 Comentários

6 comentários :

  1. Bom, nem sei o que comentar, às vezes o silêncio é mais apropriado.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  2. impressão minha ou existem rachaduras no muro de Berlim?

    beijos queridão...

    ResponderExcluir
  3. E eu não gosto qdo vc some assim! Saudade dos seus textos!
    ;)
    bjos

    ResponderExcluir
  4. Então você vai fazer o que?
    Vegetar?

    Brincadeira. :D
    Hehe

    ResponderExcluir
  5. Ou seja, vai ficar imóvel e ignorar toda situação e qualquer movimento à sua volta. Às vezes é bom...

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Menino!!



    Quantos "nãos" Diga sim ao sorriso ele ajuda ainda que caiam lágrimas, eu garanto.

    Vc é muito sincero no que escreve. Adoro.

    Beijos

    ResponderExcluir