quarta-feira, 29 de abril de 2009

A Fábula Improvável da Formiga e do Cigarro (parte 1)

.
“Estava a Formiga no conforto do lar, quando percebeu que seu maço de cigarro estava por acabar. A Formiga, muito sabida acendeu uma guimba e já saiu de partida para renovar seu estoque de nicotina, colocou seus trocados no bolso e foi em direção ao posto.
Ficou feliz de ver que ainda havia sua marca preferida, mas morreu de desgosto ao receber o troco. Munida de razão foi então tirar satisfação com a atendente do posto, e esbravejou com uma expressão de raiva no rosto:
-Ei?! Você errou no meu troco!!-
-Errei nada,...se fudeu que aumentou o imposto!”


...
Ao voltar das minhas férias prolongadas, enfrentei 2 conexões, uma em Goiânia e uma em Brasília. A de Goiânia me dava cerca de 15 minutos no aeroporto até a partida do próximo avião, tempo exato para uma escapulida até a área externa do aeroporto para degustar um cigarro.
Já em Brasília foi bem diferente,... 2 horas até a saída do próximo vôo, sem nenhuma área para os já injustiçados fumantes, não tinha como sair da área destinada ao embarque para dar uma fumadinha se quer. Me sentia um criminoso analisando os sistemas de vigilância e posicionamento dos seguranças para poder dar uma burlada na lei.
Eu estava prestes a cometer o crime do milênio, eu já imaginava minha cara estampada em todos os jornais de Brasília, com um cigarro na boca e a manchete em letras garrafais: “Criminoso do Tabaco preso ao pedir isqueiro a policial disfarçado!”, sim,...pois parecia que todos estavam me vigiando, será que me vigiavam? ou também estavam na paranóia de dar uma tragada?
Detectores de fumaça, câmeras,....e o pior de todos os sistemas de segurança, o pessoal da limpeza, que brotavam do nada ao meu lado, sempre que eu descolava um local que julgava seguro para dar duas ou três tragadas antes que pudesse ser covardemente surrado pela segurança do aeroporto.
Todas as tentativas foram falhas,... e tive que esperar derrotado a minha conexão.
.
PS: Como trilha sonora para esse fábula adocicada "Sabendo que posso morrer" do Matanza na Rádio Maldita
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
10 Comentários

10 comentários :

  1. fumei durante oito anos, e a tres n fumo mais, mas entendo o quão é dificil ficar sem um cigarrinho. que paia estas leis. cada um tem que ter o direito de escolher como se deve morrer.

    tava com saudades.
    bjosss...


    ResponderExcluir
  2. Nossa, uma verdadeira Saga ao Tabaco!
    =D
    Que bom que voltou... saudades daqui!
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Mudou o layout de novo, show sempre.
    E é mesmo danado não conseguir dar uma tragada, imagina mais de duas horas? eu ia ficar louca também...rsrsrsr, mas estou tentando, por enquanto só tentando deixar esta nicotina braba, ainda mais que o preço tá danado cara, onde vamos parar? é um complô contra nós fumantes. Não deixe teu mundo ficar cinza, vamos acender uma chama, nem que seja a do cigarro....rsrsrs, pronto, já deu um colorido.
    Beijos com carinho.Obrigada pela visita.
    Cleo

    ResponderExcluir
  4. Olá! ^^

    Nossa, essa fábula me fez rir... kkk... As aventuras do fumante na terra conhecida e em busca do prazer próprio o/


    Gostei do estilo, divertido. ^^

    Agradeço a visita lá na Caixa.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  5. Olá! Vim retribuir a visita!

    Sabia muito bem o que era esse desespero, principalmente em viagens longas..rs..mas deixei isso de lado..rs

    Original seu blog, viu! Voltarei outras vezes.

    Beijs

    ResponderExcluir
  6. Eu ainda sou fumante, em média 3 cigarros por dia...No mais só minha marijuana mesmo.

    Meu lindo volto com calma pra te ler...To na correria.

    Bjos de luz!

    ResponderExcluir
  7. E o banheiro meu grande?
    Não dava certo ou não pensou?

    Fica a deixa -
    rararara


    abração meu brother '

    ResponderExcluir
  8. O banheiro é o local mais óbvio e mais lotado de pessoal da limpeza meu caro!
    Sem chance!

    ResponderExcluir
  9. Adorei o seu blog, a descriçao, td muito original..

    E a fabula é otima! rs..

    quanto a novela, muito boa mas diferente do livro...

    Beijao!

    ResponderExcluir
  10. eu odeio o aeroporto de brasília de fundo do meu coração...

    ResponderExcluir