terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

De novo aqui!

Essa série de posts dos “..aqui´s” pode ser encarada como um ensaio para a retomada de atividades do blog, escrever é algo que deve ser exercitado, como qualquer outra atividade,...portanto, vamos aos poucos, engatinhando, até retomarmos a força total.
Eu já citei aqui o presente que ganhei da Priii, o livro Textos Autobiográficos de Charles Bukowski (meu autor favorito/guru/Obi wan Kenobi). Até então a leitura vinha sendo extremamente agradável,...mas ao me deparar com um poema do velho safado, a coisa foi além,...tive uma epifania. Particularmente nunca gostei de poesia, sempre achei a maioria sacal e extremamente repetitiva (salvo Alvares de Azevedo), mas não sei se o que Bukowski fez pode ser chamado de poesia, ele desconstrói toda a estética conhecida sobre o gênero.
"Intônci" compartilho com vocês esse jogo de palavras , que surgiu para mim como uma sintese definitiva de várias teorias inconclusivas. De brinde to postando um vídeo gringo com o próprio Bukowski lendo o poema mixado com som e imagens no mínimo,..relevantes.
O Gênio da Multidão (Charles Bukowski)

Há bastante falsidade, ódio,violência,
Absurdo no ser humano
comum
Para suprir qualquer exército em qualquer
dia.
E O Melhor No Assassinato São Aqueles
Que Pregam Contra Ele.
E O Melhor No Ódio São Aqueles
Que Pregam AMOR
E O MELHOR NA GUERRA
--POR FIM--SÃO AQUELES QUE
PREGAM
A PAZ

Aqueles Que Pregam DEUS
PRECISAM de Deus
Aqueles Que Pregam PAZ
Não têm paz.
AQUELES QUE PREGAM AMOR
NÃO TÊM AMOR
CUIDADO COM OS PREGADORES
Cuidados com os Conhecedores.

Cuidado
Com Aqueles que
Estão SEMPRE
LENDO LIVROS

Cuidado Com Aqueles Que Detestam a
Pobreza ou Estão Orgulhosos Dela

CUIDADO Com Aqueles Rápidos em Elogiar
Porque Eles Precisam De ELOGIOS em troca.
CUIDADO Com Aqueles Que Censuram Fácil:
Eles Têm Medo Daquilo Que
Não Conhecem

Cuidado Com Aqueles Que Procuram Multidões
Constantes; Eles Não São Nada
Sozinhos

Cuidado
Com O Homem Comum
Com A Mulher Comum
CUIDADO Com O Amor Deles

O Amor Deles É Comum, Procura
O Comum
Mas Há Genialidade no modo como odeiam
Há Bastante Genialidade Em Seu
Ódio Para Matar Você,
Para Matar Qualquer Um.

Por Não Desejarem a Solidão
Por Não entenderem a Solidão
Eles Tentarão Destruir
Qualquer Coisa
Que Seja Diferente
Deles Mesmos

Incapazes
De Criar Arte
Eles Não
entenderão a Arte

Considerarão o Fracasso
Como Criadores
Apenas Como Uma Falha
Do Mundo

Incapazes De Amar Completamente
Eles Vão ACREDITAR Que Seu Amor É
Incompleto
E ASSIM ELES ODIARÃO
VOCÊ

E o Ódio Deles Será Perfeito
Como Um Diamante Brilhante
Como Uma Faca
Como Uma Montanha
COMO UM TIGRE
COMO Cicuta

Sua Mais Fina
ARTE
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
22 Comentários

22 comentários :

  1. Bom tê-lo por aqui de novo!
    Bjs,Malditex!

    ResponderExcluir
  2. Sabes..não sou nenhuma grande coisa para falar, mas seu blog tem me surpreendido. Adoro Bukowski, li pouco, mas o pouco que li gostei. Você conhece Huxley? Se conhece já sabe, se nunca leu, eu aconselharia, qualquer livro, ele é genial(Também os cisnes morrem - muito legal)!!!

    Mas este poema , me surpreendeu, e me arrepiou quando li a frase
    "Cuidado Com Aqueles Que Procuram Multidões
    Constantes; Eles Não São Nada
    Sozinhos"

    Genial, como todo resto, mas este me chamou mais atenção.

    abs

    ResponderExcluir
  3. Minha nossa adorei esse post principalmente o final dele....

    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Tenho medo do Homem Comum e da Mulher Comum.
    Será eu a mulher comum?
    Será você o homem comum?

    Não quero ser ela. Se ela for má.
    Má para si mesma.
    Má para o mundo.
    Gosto dessa música espanhola.

    Será eu uma louca?
    Será uma louca comum?
    A loucura é mais comum do que possamos imaginar.

    O comum é incomum.

    ResponderExcluir
  5. Oiee. estou retribuindo a visitinha...
    adorei seu blog e seu senso de humor.

    Volte sempre

    beijoos

    ResponderExcluir
  6. Adorei rsss obrigada pela visita e volta mais vezes rss

    Amei os slides lá de cima rs

    ResponderExcluir
  7. faltou recitar, né??
    A Kenia até fez uma releitura muito boa.... desconstrui, agregou elements e reconstruiu... muito bom

    ResponderExcluir
  8. " - Cuidado com aqueles que estão sempre lendo livros (...) "

    Hummm...
    Isso quer dizer que as pessoas devem me temer???
    [Adorei *-*]



    Bejãooo ;

    ResponderExcluir
  9. Uai,mas eu nao mudei de msn, apenas tive de mandar convite pra todos de novo pq ele tava todo bichado e enfim.... te mando agora :D bjussssssssssss

    ResponderExcluir
  10. Sabe, eu gostei do poema. Parece-se bem com o que temos.
    (:
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Leitores são pessoas que apro pare escutar por eus er apaixonada por livros tb!
    beijos

    Adorei: só fume se vc puder sustentar seu vicio! rs
    beijos

    ResponderExcluir
  12. A escrita tem que ser exercitada mesmo. Enferruja com muita facilidade. Quando não estou escrevendo com muita frequência, tento pelo menos ler mais, para não perder o ritmo.

    ResponderExcluir
  13. hahaha, seus posts são ótimos! me divirto :)

    ResponderExcluir
  14. Noooossa! Já tinha ouvido falar algo de Bukowski, mas nunca tinha lido nada dele. Sem palavras aqui.


    Só prometo tomar cuidado...

    ResponderExcluir
  15. Voltar pro blog, uma coisa que venho ensaiando há tempos, mas voltei hehehe.
    :)
    saudade de tu, ta bem?

    beijosss *amo

    ResponderExcluir
  16. Eu até tinha um livro do Bukowski em casa, mas esse estilo de alternar frases inteiras entre maiúsculas e minúsculas me incomoda, por isso não consegui ler inteito. :P Frescura, é.
    Tenho preguicinha de poemas, acho muito subjetivo e sempre acho que entendi errado. Mas esse é muito claro. E eu sempre tive medo de pessoas. :S

    ResponderExcluir
  17. As pessoas devem me temer? Leio sempre ;s

    ResponderExcluir
  18. adorei seu blog , muito intenso , bjs

    ResponderExcluir
  19. Não se há de esperar algo explícito, coerente e verdadeiro do homem comum, por isto que ele me mete medo. Sua capacidade para machucar esta escondida na sua constante busca por aceitação social. E o pior? Dizem que são a maioria no mundo.


    Definitivamente isto me assusta.

    ;)
    Beijo,
    Inté.

    ResponderExcluir