sexta-feira, 26 de março de 2010

Para quem precisa de polícia.

É visível e notório que a polícia brasileira se perdeu dentro da sua função, “Servir e Proteger” é só mais uma dupla de palavras que ao exemplo de “Ordem e Progresso”, perdeu o sentido em nosso país. Os nossos policiais ainda são treinados e doutrinados conforme os padrões da ditadura militar, usando a política do medo, onde o pobre é visto como inimigo.

A nossa constituição federal avisa em um trecho do seu Artigo 5º que “Todos são iguais perante a lei”, e essa foi a frase escolhida para abrir a Cartilha Popular sobre Abordagem policial, produzida pela comunidade do Morro Santa Marta, no bairro Botafogo, no Rio de Janeiro. Com edição inicial de três mil exemplares, a cartilha nasce como instrumento de luta dos moradores por um tratamento mais igualitário do Estado, um tratamento que não venha a ser pautado pela diferença entre se viver na favela ou no asfalto. Nesse contexto, a comunidade decidiu realizar uma oficina de direitos humanos, ao longo do ano passado, que teve como fruto a cartilha, entendida como um meio de tornar a comunidade mais consciente de seus direitos e deveres.
Se você nunca sofreu violência policial, não espere acontecer pra saber o que fazer, pois com conhecimento de causa posso dizer que é uma das coisas mais desagradáveis da vida. Faça aqui o seu download da cartilha e conheça seus direitos.
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
12 Comentários

12 comentários :

  1. Isso é o que eu chamo de post de utilidade publica..... logo logo posto no meu blog tb, mas só depois das minhas merecidas ferias???

    ResponderExcluir
  2. Curti a idéia da cartilha,
    e em relação a política do nosso país muitos preferem fechar os olhos ou dizer: "prefiro não me aprofundar nesse assunto" afim de não ter um certo trabalho pra não se interessar pela política e o que realmente está acontecendo com seu próprio país.
    A verdade é que não devemos fechar os olhos nunca, devemos abrir nossa boca pra poder ir mais a fundo no que realmente está nos envolvendo e nos sugando cada vez mais.

    bom fim de semana pra você !

    ResponderExcluir
  3. A idéia dsa Cartilha em si é ótima e oportuna. Mas a "teoria na prática é outra" coisa.
    É público e notório que o contingente policial - referindo-me ao Rio de Janeiro, onde moro-está contaminado; costuma-se usar e abusar da questão dos baixos salários para "justificar" a truculência, a infiltração e conivência dos policias no meio de criminosos.
    Por esses exemplos cada vez mais frequentes, a população até poderá conhecer seus direitos através de Cartilha, mas não se sentirá segura em exigi-los perante a um policial de conduta duvidosa. Conscientização não faltará! Faltará a decisão de exigi-las, mesmo sendo um direito conhecido.
    Mas um primeiro passo tem que ser dado antes de uma grande caminhada...quem sabe esse é um deles. Pelo Rio de Janeiro que merece!
    Ps:fazendo download da Cartilha...

    ResponderExcluir
  4. Muito bom!
    Parece que hoje em dia eles estão mais "folgados", qualquer coisa é motivo pra pular em cima do cidadão e arrancar-lhe a cabeça ;/
    beijos

    ResponderExcluir
  5. maldito, eu adoro posts de utilidade pública.
    obrigada por dividir isso conosco.

    besos

    ResponderExcluir
  6. Muito boa tanto a iniciativa da comunidade em criar a cartilha como a sua em divulga-la...



    Bejãooo ;*

    ResponderExcluir
  7. Também gostei da coisa da cartilha.
    E da forma como a revolta foi colocada.

    ResponderExcluir
  8. A Constituição Federal é linda no papel, mas só lá mesmo, pois as forças policiais, na verdade, não dão o mínimo pra isso...

    ResponderExcluir