sábado, 25 de setembro de 2010

Testosterona Mode ON

sábado, 25 de setembro de 2010
Alem de uma reciclagem da Old School oitentista, o filme Os Mercenários do Stallone também me pareceu um pedido de socorro de uma espécie em extinção,... o macho como conhecemos, ou conhecíamos.  O nível de testosterona por aí anda tão baixo que me surpreende ver a população mundial ainda em crescimento, poucos são os vestígios da existência do macho da espécie humana, e os que restam nem são dignos de tanta credibilidade assim (vide o Dourado do BBB).Dos poucos valores realmente machos que ainda restam no mercado, uma parte foi deturpada criando uma figura monstruosa do que na verdade deveria ser um provedor capaz de proporcionar segurança para sua matilha família. 
.
Talvez sejamos a única raça no planeta onde a fêmea da espécie não procura um parceiro pelas suas devidas virtudes masculinas (e olha que eu não estou falando de músculos) , ao invés de escolherem um macho alfa para procriarem e gerarem crias cada vez mais fortes e capazes, se reproduzem com carros, cartões de créditos, roupas de marca, contas bancárias e outras cositas mais. Então o que esperar das gerações vindouras???
Faz anos que rola um papo na boca pequena que a bissexualidade seria a coisa mais normal dentro de algum tempo, mas sempre achei que esse era o tipo de problema que assim como a escassez de água potável e o buraco da camada de ozônio empurraríamos para frente enquanto desse, algo para geração dos nossos netos e bisnetos se preocuparem e resolverem.
Mas infelizmente o perigo eminente já bate em nossas portas, protejam vossas retaguardas.

Eu já ando tendo uma dificuldade danada para definir o sexo dos casais de jovens que vejo pela rua, o mesmo corte de cabelo, roupas parecidas, trejeitos similares, os mesmos ídolos, as vezes até a mesma maquiagem,...junte isso ao período de mudança de voz que os adolescentes passam nessa fase e eu já não sei mais quem é homem e quem é mulher nessa porra!

Parece que foi um grande erro “a comunidade macho” deixar a moda, a arte e o fascinante mundo do corte de cabelo a cargo dos gays, não imaginávamos que essa tríade unida poderia ter tanto poder. Só espero que a humanidade não chegue a um ponto onde a única referência máscula sejam lésbicas machinho de peitos amarrados que coçam o saco.
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
6 Comentários

6 comentários :

  1. A um tempo atrás passei por uma situação parecida com uma coisa que você citou aqui.
    Conheci uma "menina" da minha escola e fiquei três dias [TRÊS DIAS] para descobrir se era menina ou menino ¬¬'
    Embora não tenha nada contra homossexualismo e derivados o que me extressa são meninos que parecem meninas e meninas que parecem meninos porque fica quase impossível saber quem é quem [ainda mais com essa onda de modinhas ¬¬'²]







    ;*

    ResponderExcluir
  2. Alerta: Comentário com alto teor de alcolismo no sangue!

    As mulheres escolhem aquilo que acham mais atraentes para ela. Diferente de outras espécies, não temos um padrão unificado [em negrito isso] de qual é o homem ideal para o coito. Já imaginou se as mulheres escolhessem um padrão único? Tipo, o que eu curto e tolero (não gosto, tolero mesmo) em um homem é bem diferente do padrão de outras mulheres que eu conheço, e também penso que vcs homens, quando não [em negrito] estão pensando com a cabeça de baixo, claro, não escolhem qualquer tipo de mulher para se relacionar; Escolhem aquelas que lhe atraem.
    Agora que eu vou falar logo que esta putaria de bixessualidade é foda. Modinha miserável da porra essa! Dá pra mim não isso. Nasci no sertão e sou das antigas: Homem bole em mulher e mulher se deixa bulir pelo homem (em time que se ganha e tradição duradoura, não se muda), e não gosto de modernidade nisso!!

    Enfim, como eu disse acima, comentário com alto teor etílico decorrente de amigos com uma garrafa de vodka e meu salário atrasado do trabalho (1 semana atrasado, cara. Nem um café eu posso comprar por causa dessa porra). Enfim.

    Beijo Maldito
    E mantenha sempre o tradicionalismo da testosterona. hehe,[

    ResponderExcluir
  3. ótimo!
    Incisivo e machista sem ser repugnante ou repetitivo.

    :*

    ResponderExcluir
  4. Por isso é que eu digo que a homofobia tem que se praticada com mais rigor. CHEGA dessas bichas poluindo o planeta.

    ResponderExcluir
  5. Não acho que se trate de homofobia, nem mesmo de machismo. Cada qual tem uma "moral" de acordo com sua criação e pensamentos próprios. Não tenho nada contra homossexualidade e bissexualidade. Cada um faz com seus respectivos ânus, vaginas e pênis o que mais lhes bem convir. Não desrespeitando O ESPAÇO alheio, por mim, ótimo!
    Mas que é realmente ESTRANHO à minha convenção de ética meninos e meninas tão jovens quererem ser andróginos e experimentar tudo tão cedo. Se essa molecada se preocupasse em estudar primeiro, seria muito mais vantagem... Para eles e para nós...

    ResponderExcluir