quarta-feira, 2 de março de 2011

Filho da Máfia

Em uma década em que a televisão era liberta dos grilhões do politicamente correto moderno e ninguém se importava muito com o que as crianças assistissem contanto não fosse na hora do telejornal e que fizesse elas ficarem quietas, muitas coisas acabaram passando despercebidas pelos adultos e fazendo parte da nossa educação e crescimento. Alguns argumentam que isso foi uma péssima influência para a minha geração, mas eu acredito que tenha sido mais um mal necessário da vida. De qualquer forma,...foi assim que eu tive grande parte do meu caráter formado por filmes de Máfia.
Eram tempos difíceis, e antes que criassem qualquer ação social contra o bullying, tínhamos que nos virar como podíamos nos pátios e saídas escolares, e pérolas como o Poderos Chefão, Bons Companheiros ou Os Intocáveis eram como cartilhas básicas para a nossa sobrevivência.


È claro que os filmes romantizam muito a coisa toda,...ou melhor, a ‘Cosa Nostra’ , a ponto da gente torcer para os mafiosos e chegar a ignorar totalmente as violentas atividades criminosas por trás dessa organização, mas daí a dizer que não se aprende nada de proveitoso na estrutura da Máfia é pura hipocrisia.
A própria Omertá (o Código de honra da Mafia) me parece uma lei mais segura, justa e confiável do que qualquer outra que nos rege atualmente.  O principal motivo pelo qual a Omertà é tão importante no "submundo" da máfia italiana, é devido à crença de que o governo e as autoridades em geral não estão preocupados com o povo, assim sendo, é considerada um desrespeito a atitude de se procurar uma autoridade no caso de algum problema. A Mafia tem como um de seus princípios a ajuda a pessoas com problemas, como dinheiro para pagamento de pequenas dívidas, remédios e problemas corriqueiros do dia a dia. Em troca, a pessoa adquire uma dívida moral, um sentimento de gratidão que poderá ser cobrado no futuro. A lição básica disso é o seguinte: Se o governo não te ajuda em seus pequenos problemas, por que você os procuraria para qualquer outro?
Preceito esse que pode ser aplicado em vários departamentos da vida.
Não é em vão que muitas vezes a palavra ‘família’ é usada para definir a Máfia, nenhuma outra cultura glorifica tanto a tradicional estrutura cristã hierárquica familiar ocidental. Como deveria ser, os problemas internos da 'famiglia' sempre são levados ao superior em busca de soluções, no caso de uma gravidez inesperada de uma moça solteira por exemplo, o patriarca da família decidiria então qual seria a celebração para a ocasião, um casamento ou um funeral.
Ou você cuida da família, ou a família cuida de você,... entende o que quero dizer?
O modus operandi da Máfia é tão eficaz que mantém a organização na ativa até os dias atuais. Sobre a desculpa de manter a honra e segurança da família, seus métodos punitivos eliminam rapidamente os galhos podres de sua ramificação para seu tronco principal poder crescer forte e vigoroso.É sucesso na certa.
Assim como eu, alguns amigos ainda preservam em si tal código de conduta, e posso dizer pela minha experiência que muitas vezes eles nos resguardaram de problemas, se entende bem o que quero dizer....
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
3 Comentários

3 comentários :

  1. Olha, Concordo com você, esse post demonstra bem o que pode se aprender com a Cosa Nostra, isso pode seer aplicado em tudo. Eu uso principalmente nas minhas amizades, pq querendo ou não são sua familia tbm depois de um tempo, então é necessario respeito, honra e ajudar sempre que for preciso. otimo post

    ResponderExcluir
  2. Incrível mesmo as lições que podem ser tiradas de um filme.

    365filmes1ano.blogspot.com <<<<

    ResponderExcluir
  3. Na verdade, é um método "ideal" de resolver os conflitos, SE usados com imparcialidade. Quase nunca é assim, se entende o que quero dizer....

    ResponderExcluir