segunda-feira, 11 de julho de 2011

O que rolou na #RPGCon 2011

Poder voltar a freqüentar encontros homéricos de RPG, como é o caso da #RPGCon, foi muito mais do que apenas um retorno a prática do meu hobby favorito. Também foi um excelente exercício onde importantes lembranças passadas foram reativadas, não me deixando esquecer que já passei por provações demais para desistir agora. Mas isso é assunto pra outro post, agora vamos ouvir os barulhos dos dados rolando no maior evento RPGístico do país.
Sinto-me envergonhado por um dia ter pensado que os ‘obsoletos’ RPGs, jogos de tabuleiros e  similares estariam rastejando para a cova após perderem a vez para a tecnologia desenfreada dos modernos vídeos games,... ledo engano. Enquanto existir um dado, mesmo que de 6 lados, ainda haverá esperança para esse fascinante hobby, que de acordo com o público e com as dezenas de lançamentos da RPGcon, ainda arrebata novos praticantes do estilo.
Foi um bom tempo (e dinheiro) gasto conhecendo novos sistemas e participando das atividades do evento que contou com palestras, workshops, o tradicional Live Action e até um arena medieval onde guerreiros amadurados (ou não) travavam  batalhas ao melhor estilo da época.
E mesmo que você não seja um adepto, mas demonstra ao menos um pouco de bom senso (já que acessa esse blog e leu esse texto até aqui) eu te convido a conhecer alguns dos apetrechos que levaram todos os meus trocados:
FIASCO:
Fiasco é inspirado nas histórias cinematográficas de pequenos golpes que deram desastrosamente errados – particularmente filmes como Gosto de SangueFargoA Sangue FrioQueime Depois de Ler e Um Plano Simples. Você interpretará pessoas comuns dotadas de ambição poderosa e pouco controle dos próprios impulsos. Serão sonhos grandiosos e execuções pífias. As coisas não irão bem, para dizer o mínimo, e no fim tudo acabará desembocando em uma gloriosa sequência de ciúme, assassinato, e recriminação. Vidas e reputações serão perdidas, dolorosa sabedoria será adquirida, e se você for muito sortudo, seu cara pode terminar exatamente no ponto onde começou.
ReOps
É com grande satisfação que Léo Andrade e Roj Ventura anunciam a nova versão do sistema OPERA RPG, intulada ReOps, agora numa edição impressa. Esta nova versão é fruto do feedback dado por jogadores de todo o Brasil, que ajudaram a ajustar e evoluir as regras do sistema.
Esta nova edição do sistema conta com as seguintes melhorias:
* Explicação mais simplificada das regras;
* Novo agrupamento das Habilidades Bélicas visando simplificar as regras e a evolução do personagem;
* Descrição das Características Psíquicas orientando uma melhor interpretação dos personagens;
* Construção de ficha passo a passo no livro;
* Vários exemplos de armas medievais e modernas.
A capa foi feita pelo ilustrador Marcelo Braga, sendo a ilustração uma velha conhecida dos jogadores de OPERA RPG, contudo agora sua colorização foi feita pelo próprio ilustrador, dando destaque a arte.
Com esta nova versão, são possíveis inúmeros jogos de RPG nos mais diversos cenários. Um dos autores, Léo Andrade, comentou: “Com o ReOps é possível realizar desde jogos dentro da história da humanidade até um futuro próximo. É possível jogar com super seres de grande poder e as mais diversas raças. O livro é um manual rápido de criação de personagens, bem completo e direto. Dá até pra montar o Super-Homem e o Homem-Aranha de prima!”.
Terras de Shiang
O RPG Terras de Shiang começou a ser desenvolvido em 1993, por Léo Andrade. Co-autor do ReOps (antigo OPERA RPG), do cenário para o mesmo sistema “O Mais Longo dos Dias” e de vários ebooks, o autor nos revela nessa obra um cenário de fantasia medieval que não apresenta humanos, nem tampouco a influência de Tolkien e de sua mitologia consagrada no RPG do gênero.
As Terras de Shiang são o maior continente de um mundo distante, onde um sol vermelho e gigantesco brilha em um planeta com gravidade menor. Lá se desenvolveram raças humanóides diferentes, como os tireses (evolução dos tigres), símios (evolução de macacos) e lantros (evolução de répteis). Essas raças se envolveram em conflitos internos e externos, num cenário onde a arte da guerra e da magia são elementos chave para a construção da história.

Essa foto é épica! Não pelo fato de estar mal tirada e borrada, mas por registrar o meu encontro com os amigos Roj e Leo que alem de autores do ReOps, também são os editores do IRPGcast, o podcast com idéias para jogos de RPG que esporadicamente participo.
Já essa foto é épica porque tem que ter muita disposição pra pegar nos peitinhos de uma vampira!
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
3 Comentários

3 comentários :

  1. Instrutivo. Uma aula pra quem não entendi bem como funcionava tudo.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pelo post

    Conheça o novo agregador de links www.surpriselink.com/Inicial nele você pode enviar links com imagem e sem imagem, enviar links com liberação imediata, widgets customizados para seu site/blog e o novo sistema de mensagens e amigos para você convidar outras pessoas a visitarem seu blog.

    Lembre-se quanto mais links você tiver na net, mais facil os buscadores acharão seu site/blog.
    Liberação de link imediata é bem melhor que ficar esperando não é? Então faça uma visita agora mesmo...

    ResponderExcluir