segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Será o fim da Globo como a conhecemos?

Apesar de parecer que só agora a Globo ganhou um concorrente a altura com o crescimento da Record, eu sempre achei que a derrocada da emissora começou com a criação do controle remoto. Se hoje ele é um aparelho banal que só notamos a falta quando some por entre o vão do sofá, antes de sua criação as pessoas simplesmente escolhiam um canal (geralmente a Globo ) e permaneciam sintonizados naquela emissora durante todo o restante do dia afim de evitar a fadiga de ter que levantar em busca de uma outra programação.

Eu mesmo, acho que só descobri que existia outros canais na televisão após os cinco anos, quando um dos meus tios ousou levantar-se e mudar de canal. Eu fiquei paralisado diante daquela mágica, então era pra isso que serviam aqueles outros botões do aparelho que até então,por desconhecer suas funções eu os considerava inúteis . Na minha cabeça infantil, ligar/desligar e o controle de volume era tudo que se precisava saber sobre uma TV.
Décadas se passaram e a Globo pouco ousou em sua programação. Sua estrutura permanece praticamente a mesma desde a sua inauguração.Ao contrário do SBT que sem o menor pudor muda sua programação quase que a cada semestre, a Globo continua seguindo aquela velha formula que até funcionou bem no passado, mas não tem resistido muito bem as atuais mudanças televisivas.
Nós usamos o controle remoto pra sabermos o que está passando nos outros canais, porque na Globo sempre se sabe qual o programa da vez. Ela funciona como um relógio, durante anos suas vinhetas são como alarmes que nos avisam da hora do almoço, do fim da jornada de trabalho e dita até mesmo a nossa hora de dormir. Não precisa olhar no relógio, se você está ouvindo o Jô Soares mandar um de seus beijos obesos, é bem provável que vá chegar atrasado no serviço amanhã.
Seja franco, qual foi a última vez que você viu um campeão de bilheteria ser anunciado na Tela Quente? E se os filmes ruins já estão nesse horário ‘nobre’, veja só o que resta para a Sessão da Tarde.
O SBT teve uma baita visão quando passou a investir em series de sucesso como, OZ, Familia Soprano, Sobrenatural, Dois Homens e Meio e tantas outras que são garantia de audiência de um publico fiel . Para 2012 o grupo do Silvio Santos está preparando um belo pacote de programação que inclui The Big Bang Theory e até o Novo Thundercats. Pelo visto a internet é sabiamente usada pela emissora que continua apostando suas fichas em produções de sucesso aclamadas pelo público,...enquanto a Globo continua insistindo em passar a Malhação em loop.

A poderosa estaria perdendo seus poderes? 
O medo de arriscar uma repaginada em sua estrutura de sucesso poderia levar a emissora para o Limbo?
Até quando resistirá os reclames do plim-plim?
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
3 Comentários

3 comentários :

  1. A Globo ainda está numa situação confortável, ainda mais no que se refere a audiencia nacional. Enquanto ela beira os 20, a segunda colocada ainda está com 7, em média. A Globo é política e não dá tiro no escuro. A record só cresce por dois motivos: plágio e dinheiro da universal. Mas, generico, por generico, as pessoas ainda preferem o "original". Deixa o SBT brigando com a Record, enquanto a Globo testa alternativas, vide sucesso de amor e sexo, tapas e beijos e afins. Perder a hegemonia? Dificil!

    ResponderExcluir
  2. Quando a Manchete exibiu a novela Pantanal houve a grita: "é o fim da hegemonia da Globo".
    De lá até hoje, aqui e ali volta o assunto.
    .
    O que aconteceu, de verdade, foi uma mudança em razão do aumento de opções, seja de canais de tv, seja de mídias diferenciadas.
    .
    No caso da tv aberta a audiência caiu de um modo geral, mas, em termos relativos, a liderança de audiência da programação da Globo continua inconteste. Sua audiência média é igual ou superior à de todos os canais somados.
    .
    O que deve-se registrar é que a Globo está à frente, inclusive, no que diz respeito à consciência da necessidade da abertura de novas frentes de midia para compensar a queda de audiência da tv aberta, vista como inevitável. Exatamente por isso, a Globo estará mais apta diante das demandas futuras do que as outras.
    .
    O interessante é que percebo, em certas análises um caráter de torcida. Torcedores, disfarçados de analistas, amadores que são quando falam do declínio da tv aberta em geral, consideram que tal declinio só efetará a Globo - os demais canais nadarão de braçada diante do fenômeno. Ora, façam-me um favor...

    ResponderExcluir
  3. Eu sinceramente defendo que as pessoas reduzam suas horas diante da telinha de um modo geral, ler um livro, tomar uma cerveja, fazer um curso, jogar conversa fora com um amigo, rezar e até cagar ..... , sem falar na internet claro, são uma boa pedida !!

    ResponderExcluir