terça-feira, 23 de agosto de 2011

Tutorial básico de 'comentário' para leitores relapsos

Caro leitor,

Tenho acompanhado com entusiasmo a sua passagem por este blog, que diga-se de passagem tem aumentado a freqüência a cada dia, o que me deixa muito satisfeito. Mas ainda assim, venho por meio deste texto tratar de um assunto de suma importância que tem abalado os alicerces da nossa simpática relação.
Eu não pude deixar de notar que apesar dos acessos terem aumentado consideravelmente, houve uma queda descabível no número de comentários do blog. Diante de tal mistério decidi iniciar uma busca por esses comentários perdidos.
Eis aqui algumas pistas que consegui reunir na tentativa de desvendar esse enigma.

Eu andei pesquisando na famosa biblioteca imperial do Mr. Google e descobri que esse fenômeno não é uma exclusividade deste blog, a escassez de comentários tem assolado centenas de outros sites, inclusive levando alguns ao suicídio. Trágico!
Ouvi dizer que tudo isso se deve ao avanço das tais redes sociais que acabam pescando os comentários ainda jovenzinhos o que impede que eles cheguem ao blog, se reproduzam, e se tornem saudáveis debates sobre os temas dos posts. Mas isso quem me disse foi um sujeito chamado Twitter que falava pelos cotovelos e era ligeiro feito o vento e não sei até que ponto ele merece credibilidade no que diz.
De um outro lado a oposição alega incompetência por parte dos leitores. Falta de iniciativa, de opinião própria, de disposição, e até mesmo falta de respeito com o blogueiro (que se esforça para manter o blog com conteúdo e atualizado)  foram destacados nos laudos.
Alguns grupos esquerdistas mais radicais já chegaram a levantar a questão de os leitores (a quem tratam como ‘ingratos’) não estarem a altura do blog que visitam.

Nota - Os blogs intitulados de ‘variedades’ ainda se apresentam imunes à falta de comentários, demonstrando que talvez o problema esteja na alfabetização dos leitores (ou na falta de uma) que reagem instintivamente ao comentarem largamente em posts com imagens, vídeos ou kibadas 'engraçadas' (isso é questionável) mas travam diante de qualquer post que apresente uma idéia que se desenvolva por mais de três parágrafos.

Diante dos fatos, nossa junta de conselheiros reconheceu sua displicência ao não fornecer, a você leitor, a orientação necessária para gerar o comentário e toda a interatividade que move um blog, e lamentamos que isso possa ter gerado a falsa impressão de inaptidão por parte do leitor.
Para solucionar o problema nossos técnicos criaram o seguinte Tutorial Básico de Comentários para Leitores Relapsos. Segue as instruções:
Sabe aquele retângulo que fica no final de cada post com os dizeres ‘Comente, e mostre o que tem no crânio!’ ? Então, clica ali. Depois digita seu nome, sua URL (ou e-mail) e depois é só escrever alguma coisa e enviar o comentário.

Caso ainda encontrem dúvidas de como gerar um comentário, favor deixar sua pergunta na sessão de comentários desse blog com e-mail para resposta que enviaremos um infográfico especialmente confeccionado para leitores excepcionais.
Sem mais, agradeço a atenção e compreensão de todos.
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
8 Comentários

8 comentários :

  1. Me senti culpada por nunca comentar aqui e resolvi me redimir com uma dica:

    Parece coisa boba, mas é uma questão de usabilidade: Seu botão está um pouco "flat", talvez se você usar um pouco de luz e uma sombra discreta ele se pareça mais com um botão clicável(aumentando as chances dos comentários).

    Fora isso, também recomendaria você trazer o botão pra cima do LinkWithin, deixando o botão próximo ao conteúdo. Se o seu objetivo é fazer os usuários comentarem (e não trocarem de conteúdo logo em seguida por causa das sugestões do LinkWithin), a mudança de posição pode ajudar.

    Se não for útil, pelo menos foi um comentário! ;)

    ResponderExcluir
  2. Sempre venho leio ate ouço o maudipost desde o primeiro e nao quero que fique nenhum mal dito entre nós me comprometo a comentar sempre que o assunto me for relevante! Maldito adoro seu blog...

    ResponderExcluir
  3. Reconheço a minha falta de iniciativa, de opinião própria, de disposição, e de respeito com o blogueiro. Mas devo ressaltar que isso ocorre raramente, pois se tenho disposição para gastar alguns minutos do meu tempo, por incrível que pareça, escasso, porque não prolongar essa perda escrevendo um simples e não tão inútil comentário?
    Bom, agora é colocar em prática essa frase anterior, certo?

    ResponderExcluir
  4. tá bom camarada chorão, mais um comentário pra vc...No SWU vc vai me hospedar aí em Sampa né?!!!!, abs, andre

    ResponderExcluir
  5. Um belo e pomposo PQP, é sempre um comentário relevante.

    Abraços Maldito!

    ResponderExcluir
  6. Calma Maldito! Não é porque há poucos comentários, que ninguém tenha gostado.. por que você não coloca novos botões? Como um "gostei", ou um "foda", ou sei lá... um "esse é um dos melhores posts que já li no seu blog"... às vezes as pessoas têm tanta coisa pra fazer, que não dá tempo de comentar.. eu comento sempre que consigo, mas adoro todos os textos que li até agora... :)
    Parabéns pelo blog! Beijos de sua fã!

    ResponderExcluir
  7. Oi eu sou Scott Lee, analista, consultor, palestrante, estrategista e escritor sobre temas relacionados com tecnologia de conteúdo digital.
    Post interessante!
    pumps

    ResponderExcluir