sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Ah Vai pra lá com esse seu avatar!!!


-Você sabe quem é essa menina que você retuitou no twitter?
-Na verdade não. Eu nem a sigo. Apenas vi um reply de um amigo pra ela e fiz uma piada em cima. Porque?
-Ela é aquela amiga da Valéria que estava com a gente no Youpix.
-Quem?
-Aquela menina que vivia reclamando, acho que o nome dela é Patrícia?
-Como assim? Aquela?... Tá de sacanagem. Preciso ver isso direito.
-Ela tá diferente no avatar do twitter né?
-Diferente sou eu quando fico uma semana sem fazer a barba. Aquela menina não pode ser a mesma dessa foto de avatar.
-Hahaha,...photoshop?
-Uma coisa é disfarçar uma espinha ou um buço mal tirado no photoshop,... Mas o que essa menina fez foi um crime.
-Crime? Como assim?
-Claro, um crime, isso pode ser considerado como uma espécie de golpe, afinal ela está lesando o consumidor. Se um cara marca um encontro com essa ‘fraude’ se baseando nessa foto de avatar por exemplo,...Se fosse comigo, já de cara eu exigia o reembolso da passagem por ter me feito desperdiçar tempo saindo de casa.
O diálogo acima já ocorreu faz algumas semanas e enquanto eu o transcrevia ainda não conseguia associar a imagem da foto do avatar citado a sua ‘devida’ portadora. E ainda enquanto eu escrevia essa última frase, pude mentalmente catalogar dezenas de outros exemplos do tipo, e aposto que você também pode citar alguns da sua TL.
Parece que se tem uma coisa que pode ser decepcionante na internet, é conhecer alguém fora dela.
Que tipo de sanidade leva uma pessoa a alterar e modificar tanto sua foto de perfil das redes sociais, a ponto de ficar irreconhecível até mesmo para própria mãe?


Casos crônicos indicam que a prática dessa ‘fraude’ é tão perigosa que alguns correm o risco de subconscientemente assumirem a falsa identidade fantasiada pela novo semblante da foto ‘photoshopada’ a ponto de mudarem  suas formas de agir para acompanharem suas mudanças virtuais acreditando mesmo que são tão atraentes quanto as ferramentas do photoshop puderam milagrar no monitor. Claro que isso apenas no mundo virtual, porque colocou o pé na rua caiu tudo por terra, não só a máscara da farsa mas também a barriga, os peitos, as olheiras, a bunda, e tudo mais que se mantinha firme e ‘em cima’ pela magia da tecnologia.
Se esse fosse um país sério, esse tipo de 'crime' estaria previsto no mínimo no código de defesa do consumidor.
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
2 Comentários

2 comentários :

  1. Isso me lembra um amigo meu que saiu com uma mulher maravilhosa uma vez. Loira, olhos azuis, seios fartos e por aí vai. No motel a primeira decepção foram os seios, o sutiã tinha armação prá empinar tudo e enchimento, a garota usava cinta prá esconder a barriga e corrigir a postura é claro não era loira de verdade. Mas ele ainda pensou. Pelo menos ela tem olhos azuis. Mas depois de tudo quando eles acordaram, tinha caído uma lente e ela tinha um olho azul e outro castanho. As pessoas que se escondem atrás dessas artimanhas, assim como atrás do avatar chegam a me dar pena, porquê no fundo isso é reconhecer que vc não tem nada de bom a oferecer, é não gostar de ser vc mesmo. Acho uma pena

    ResponderExcluir
  2. O post está perfeito. A única coisa q não gostei, foi q o nome (ex.) da photoshopada é igual ao meu..rs

    ResponderExcluir