domingo, 11 de setembro de 2011

Cem Melhores Crônicas. Que, na verdade, são 129

A primeira vez que tive contato com um livro do Mario Prata foi quase que por falta de opção. 
Eu estava em uma viagem com uma namorada e estávamos ocasionalmente brigados. Para evitar uma discussão prolongada eu passei a mão no único livro ao meu alcance, um exemplar do autor que pertencia a uma amiga da minha ex que me distraiu durante as horas que evitei aquela estúpida DR.
Então não foi por acaso que recentemente adquiri ‘As cem melhores Cronicas. Que, na verdade, são 129’ do Mario Prata que reúne uma série de seus melhores textos selecionados pelo próprio autor.

Sei que já mencionei por aqui a minha fixação por títulos, por isso não posso deixar de ressaltar a ironia contida neste, coisa rara em livros do tipo ‘the Best of’. As cem melhores,...que na verdade são 129 me passa a ligeira impressão de que o editor veio com um título clichê e o Mario colocou um adendo subversivo com uma canetada vermelha. Mais dessa pitada humorística de Prata também podem ser vistas no índice do livro que organiza os temas que aborda (sexo, futebol, mulheres, cotidiano) de forma que já soe como uma entusiasmada história. O tamanho do livro ( 375 páginas ) pode até assustar leitores iniciantes, mas as crônicas são descritas tão ligeiras e ao pé do ouvido que a leitura corre no mesmo ritmo. 

Se você nunca leu o autor, essa é uma boa pedida para conhece-lo e ter uma boa resposta pra quando alguém te perguntar se você conhece o Mario! Clica agora no banner abaixo do nosso parceiro Seu Saraiva e compre o livro por um preço bacana,..até porque na Submarino já está esgotado!
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
1 Comentários

Um comentário :

  1. Fiquei impressionado com a maneira como você expressa seus pensamentos sobre Blogger: Dito pelo Maldito - Postar um comentario. Eu não posso acreditar que alguém pode escrever uma história surpreendente sobre como thet eu amo Blogger: Dito pelo Maldito - Postar um comentario.

    ResponderExcluir