quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Você foi selecionado para o Big Brother!

Navegar na internet já não é surfar em um grande mar de informações, talvez alguns ainda não perceberam, mas de forma bem discreta, estão limitando a maneira como acessamos a internet. Mas tudo bem, por mais que a rede seja um mar profundo de informações, ainda preferimos nadar na superficialidade privada do Facebook.  Só recorremos ao Google pra solucionar pequenos  problemas, seja na dúvida da escrita de uma palavra (muitos nem isso) ou em como dá um nó na gravata. O oráculo Google, como é chamado por alguns nerds, sempre te dá uma solução.

Certamente a primeira coisa que alguém faz ao acessar a internet é entrar no facebook, ou se logar no twitter pra saber o que está acontecendo. Não é? Engraçado que apesar de tantos amigos no Facebook apenas alguns aparecem no feed de noticias, geralmente aqueles que interagem com mais frequencia na rede. O mesmo acontece no twitter com a sugestão de novos seguidores, computadores analisam quem você segue, o que você digita, e a partir daí começa a te sugerir outros seguidores em potencial.  
Quando entramos no youtube podemos perceber que ali estrão vídeos que já assistimos e outras sugestões que se baseiam naquilo que já foi visto.  Ou seja, tudo anda ficando mais do mesmo, não existe um aprofundamento do conteúdo. 
A relevância do conteúdo é definida por um computador que acessa minhas informações passadas, mas que não consegue me levar além disso, pois se baseia apenas no que já pesquisei ou no que os meus amigos andam acessando na rede.
Compartilhamos muito, mas colaboramos muito pouco. Preferimos clicar no botão curtir, tweet ou +1 do que simplestemente deixar um comentário no blog, e o pior é que têm gente que ainda espera pelo botão “não curtir”, pois ainda não se sente representado diante de tantos botões para compartilhar conteúdo. Estamos vivendo o apogeu das redes sociais, mas estamos ficando frios, burros e egocêntricos. Nossas opiniões são expressas em botões que compartilham e influenciam diretamente nossos seguidores e amigos de redes sociais, e principalmente no conteúdo que chega até nós.  Existe alguma dúvida? Estamos dentro de uma bolha.

Lembrando que o oráculo não é tão bonzinho quanto você imagina, dependendo das coisas que você anda procurando na internet, ele pode ser um verdadeiro X9 e te jogar na mão da polícia. Veja só este caso:

“Uma família do Reino Unido foi presa por pesquisar na internet "formas mais fáceis de matar uma pessoa" na busca de como se desfazer do avô milionário que se nega a morrer de forma natural. A detenção aconteceu depois da polícia de Winchester, cidade do sul da Inglaterra, confiscar um PC da família e rastrear o histórico de buscas na internet”

De uma coisa tenha certeza, enquanto estiver conectado você sempre estará sendo monitorado por algum computador. É verdade,... até quando estiver jogando no Facebook alguém estará te monitorando, mas lembre-se que isso não é invasão de privacidade, você permitiu que um computador acessasse suas informações de perfil para passar seu tempo jogando.  
Enquanto se diverte, computadores vão te conhecendo melhor, o propósito disso tudo não é apenas garantir marketing direcionado, mas é uma maneira de saber o que você faz com a internet. Discutimos a reinvenção da privacidade, mas na verdade deveríamos nos preocupar com a censura digital que já existe faz algum tempo, mas você nem se quer conhecia antes de ler esse texto. Não fique com medo, pegue aqui sua Cápsula Vermelha e bem vindo ao Big Brother da vida virtual.
.
Continue lendo:
Fonte da Noticia da familia que pesquisou no google   
“Filtros-Bolha”: a personalização da sua navegação na internet pode ser nociva?
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
2 Comentários

2 comentários :

  1. Isso acabou de acontecer com a minha mulher, ela entrou em um site de venda de sapatos e foi sugerido a ela todos os modelos que ela viu em um site anterior! Sinistro! oO

    ResponderExcluir
  2. haha muito bom cara, me fez refletir ^^

    ResponderExcluir