domingo, 18 de dezembro de 2011

Trancado por dentro

Faz tempo que eu temo pela extinção de publicações do tipo livro-jogo. Tá certo que o modelo nunca foi lá muito popular no Brasil (como qualquer coisa que exija um mínimo de alfabetização), mas ainda assim, sempre possuíram suas prateleiras (por menor que fossem) em algum canto empoeirado das livrarias. Talvez, pela complexidade de sua criação, nos últimos dez anos pouquíssimos lançamentos foram feitos no estilo.

É por isso que eu peço a atenção dos senhores para o claustrofóbico projeto ‘Trancado por Dentro’ de Rogério de Mello Godoy, um livro-jogo que ignora a sorte dos dados tradicionais e usa um esquema de pontos finitos que explora o bom senso do leitor/jogador ao se aventurar na pele de Douglas Amaral , um bioquímico do setor de testes da Opitdrogas.
A história começa com uma clássica situação de “personagem inocente que se envolve com uma grande conspiração”, mas quando o leitor começa a montar suas especulações sobre o que pode acontecer, a história muda quase que completamente, deixando o leitor confuso e desafiado a descobrir o que está acontecendo. O formato de livro-jogo é o que aumenta esses sentimentos no leitor, porque ele percebe que se ele não pegar todas as pistas, não conseguirá chegar ao final da história.
É um livro para ser lido e relido como qualquer livro-jogo; é quase impossível desvendar a história na primeira vez que ele é lido. Tomar diferentes decisões, presenciar outros fatos, coletar novas pistas e descobrir novas características de pistas antigas são as possibilidades que a releitura do livro proporciona.

Para saber quando, como e onde os questionamentos de Trancado por Dentro podem te levar, basta clicar no banner abaixo. Se você comprar um exemplar, siga para o trecho 753, caso contrário, o post acabou pra você.
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
3 Comentários

3 comentários :

  1. Confesso, que nunca li um livro-jogo! Mas achei a ideia interessante! E bem desafiadora!

    ResponderExcluir
  2. Adoro livro-jogo!! Apesar de ter lido apenas dois em minha vida, fiquei tão fascinada pelas leituras, que re-lis os livros várias vezes quando vou visitar minha tia, dona dos livros... :)
    Me interessei por esse... bem capaz de eu comprá-lo.....

    ResponderExcluir
  3. livro-jogo? Chorando horrores aqui por não saber o que ser isso.Vou comprar um urgentemente,não sabia que esse negócio fascinante existia.ah,gostei do seu blog.

    ResponderExcluir