quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Vou te seguir...me segue de volta?

Quem tem orkut, twitter, facebook ou utiliza qualquer outra rede social, deve ter alguma história de pessoas fofoqueiras que de uma forma ou de outra nos vigiam e nos perseguem por informações e curiosidades alheias. Estranho, né? Antigamente pessoas assim eram tidas como fofoqueiras, um mal para sociedade, como diriam os originais do samba “Falador passa mal, rapaz!”. Essa falta de conduta ética e moral era o suficiente para excluir pessoas de diversos círculos sociais, afinal de contas fofoqueiros começam falando do outros pra você e logo depois começa a falar de você para os outros.
Hoje o culto inverso é cada vez mais frequente na internet, e o orgulho de ser fofoqueiro e de se preocupar com a vida alheia ganha o status de ser STALKER. Pegamos essa palavra do inglês para mascarar a covardia em forma de admiração e fanatismo. Mas até onde isso é prejudicial? 
Tem aqueles que dizem que os STALKERS também amam, eu digo mais, não só amam, como infernizam e fazem os verdadeiros reality shows sem edições tendenciosas, com comentários carregados de indiretas e sempre que possível alimentam trolls. E acredite alguns namoros sérios já começaram após horas de buscas no Facebook e no Orkut.
Mas como identificar um STALKER? 
Se for ex-namorada e tiver vida virtual ativa, certamente ela é uma stalker e é com certeza muito mais do que isso, é um verdadeiro cão na vida de qualquer homem.  Mas tem também a namorada ciumenta que criou um twitter só pra te seguir, esse é o pior tipo, porque futuramente será um cão, mas enquanto existir amor, vai comendo. Homem que vigia a namorada virtualmente é pelo simples prazer da informação, pra quê ler coluna social se a sua mulher te deixa atualizado de todas as brigas que rolam entre as amigas delas e de quebra ainda sabe qual dia deve chegar em casa com uma caixa de chocolate ou com alguns filmes pra animar o dia.

Isso é uma verdadeira doença. Já cansado de bisbilhotar a vida alheia o fofoqueiro começa a jogar o próprio no Google, pra saber o que ele fazia antes de começar a pesquisar a vida das pessoas.  Cutucadas no facebook é como lista de presença de stalkers confessos.  E se já recebeu aquele RT de um tweet de uma semana atrás, pode ter certeza, é mais um confesso que fez questão de deixar alguns rastros.  E o fura olho que vai lá e curte mudança de status do relacionamento, já aconteceu com vocês?
Não adianta falar mal da fofoca se a relevância da informação depende muito do contexto , afinal é melhor ficar sabendo que sua vizinha gostosa acabou de ficar solteira do que se informar um pouco mais sobre o que anda acontecendo no mundo. Não é? Agora pegue aqui a sua cápsula vermelha e me diga o seu twitter para que eu abra uma coluna aqui no meu tweetdeck e comece a saber um pouco mais de você... 
Não, esse texto não é uma indireta para algumas pessoas é apenas uma piada interna. Sacou?


-Veja também as 5 piores apelações para conseguir seguidores no Twitter
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
4 Comentários

4 comentários :

  1. "Mas tem também a namorada ciumenta que criou um twitter só pra te seguir, esse é o pior tipo, porque futuramente será um cão, mas enquanto existir amor, vai comendo." hahahahahaha

    e olha, se eu receber um rt de um tuinto de uma semana atrás, com 100 a 200 tuinto/dia, mudaria de planeta.

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkkkkkkkkkkkk.... eu acho que nunca ri tanto.

    xD

    Mto bom... e digo mais: sua piada interna é a piada interna de muita gente... quem nunca teve uma assim. kkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Sou stalker assumida e "nunca deixe que eu saiba seu nome completo" é o que tenho dito (risos). Já fui ex namorada nas redes sociais e não fui/sou o cão, afinal eu nunca coloquei o email nem número de telefone do ex no bate papo da uol(me arrependi de não ter feito isso), mas enfim "eu realmente curti" o texto e as indiretas camufladas de piadinha interna.

    ResponderExcluir