sexta-feira, 9 de março de 2012

A Arte da Invisibilidade

Quando iniciei essa leitura, não tinha a menor idéia do que iria encontrar pela frente. Antes inspecionei capa e contra capa, uma lida nas orelhas para conhecer um pouco mais do autor e... nada. Nada que me desse uma pista da ‘história’ contida em A Arte da Invisibilidade. Bom, a menos que tais informações estivessem invisíveis (teoricamente cumprindo o seu papel) eu precisava meter a cara nas palavras o quanto antes para descobrir o que estava tão bem guardado naquelas páginas.
Li os primeiros capítulos e parei para respirar. Não por fadiga, mas para refletir sobre as palavras do autor Allan Pitz que a todo o momento te convida a abandonar a leitura de seu próprio livro. Considerei o ‘convite’ uma espécie de psicologia reversa e , talvez por teimosia, fui até o fim.
Essa não é a única provocação de Allan, ele repete o ato a cada página, em cada parágrafo, dá tapa na cara, chute no saco, dedada no olho e soco no gogó. Literalmente ele tacou o ‘foda-se’, e concluiu aquela obra livre de pressões que todo bom escritor gostaria de ter em seu currículo, mas que nunca escreveu. Talvez por achar que não teria quem publicasse. 
Pois não contavam com a astúcia da Editora Dracaena...
Se tiver alguma história em A Arte da Invisibilidade, com certeza ela não é uma ficção. Embora o autor muitas vezes queira te convencer de que seja. Mas não é.
Estou dizendo isso por que não há nada de invisível em seu conteúdo, nenhuma dúvida, mensagem codificada, linguagem embaçada e nem metáforas emboloradas. Trata-se de invisibilidade, mas o objetivo dessa leitura é te deixar com olhar mais periférico possível.

‘A arte da invisibilidade é o homem pensando sem a idéia pronta de outros homens do passado e do presente, e assim evoluindo não apenas dentro dos padrões evolutivos da sociedade que ele mesmo criou.’

Acho que a teoria aqui não é de conspiração e sim de inspiração. Talvez seja proposital a falta de indicações na capa. Te força a começar a leitura com a mente completamente vazia, sem expectativas e nem suposições. Cheias de lacunas vazias esperando para serem preenchidas com A Arte da Invisibilidade.

Nem precisa pensar muito pra clicar no banner abaixo da nossa parceira Saraiva e comprar o seu exemplar por um preço quase invisível!
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
0 Comentários

0 . :

Postar um comentário