terça-feira, 13 de março de 2012

Cigarros com sabor são proibidos pela Anvisa

Lamento jogar um balde de água fria nos pulmões de todos que se animaram quando anunciei uma suposta volta do cigarro Gudang Garam aqui no blog. A comercialização dos cigarros com sabor foi definitivamente proibida no Brasil.
Daqui pra frente essas iguarias tabagistas só poderão ser encontradas no mercado paralelo, que com certeza aumentará suas atividades após mais essa medida contra os fumantes.
Segue matéria sobre a decisão da Anvisa, extraída do G1:

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidiu nesta terça-feira (13), por unanimidade, pela proibição do uso de aditivos de sabor como o mentol e o cravo nos cigarros comercializados no Brasil. A adição de açúcar continua permitida, conforme queriam os produtores. A medida também impede a importação de produtos do tipo.
Os fabricantes terão até 18 meses a partir da publicação da norma para retirar do mercado nacional todos os cigarros com sabor. No caso de outros derivados de tabaco, como fumos para cachimbos, serão 24 meses.
Os representantes da indústria de tabaco se colocaram a favor da proibição dos aditivos com sabor de frutas ou adocicados com sabores diferentes do tabaco, tais como chocolate, morango e cereja. Porém, para os produtores, o mentol e o cravo deveriam ser mantidos, por que, segundo eles, não há comprovação científica de que essas substâncias tornem o cigarro mais palatável ou mais nocivo.

Veja a cronologia das medidas tomadas contra o fumo no país nos últimos anos
Ao todo, a norma enumera oito aditivos, como, por exemplo, os conservantes, que continuam permitidos porque não alteram o sabor do cigarro. Caso, no futuro, a Anvisa se convença de que há outras substâncias que também não influem no aroma da fumaça, a lista pode crescer.
.
Saiba como sobreviver no mundo tabagista seguindo as dicas dos posts:
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
1 Comentários

Um comentário :

  1. Ê, Gudang...
    Velhinho, espero que a ANVISA também proíba novelas e outras babacadas do gênero, já que elas são responsáveis pelo aumento da obesidade e de doenças relacionadas à falta de exercícios físicos, além, claro, de contribuírem para a alienação de milhões.

    ResponderExcluir