domingo, 18 de março de 2012

Oprimidos por essa tal liberdade

Pertenço a uma geração que teve parte da infância vivida ainda sobre a rege da ditadura militar, mas que não sofreu grandes marcas desta era. Éramos apenas crianças, e quando alcançamos idade suficiente para entendermos o que era um sistema ditatorial, os militares já tinham largado o poder e estávamos mais interessados em pintar a cara e ir pra rua gritar ‘Fora Collor’!
Daquela época só nos restaram algumas histórias contadas por nossos pais. Minha mãe, por exemplo, sempre relembra que estava comigo no colo bem no Riocentro quando estourou a famosa bomba de 1981 que marcou a decadência do regime militar no país. 

Os relatos que nos chegam sobre a época são sempre apavorantes, envolvem torturas, censuras, perseguições, mortes,... São os assustadores anos de chumbo do Brasil. Com a ajuda de alguns livros, filmes e seriados nacionais sobre o assunto, a gente acaba criando toda uma contextualização de como deve ter sido viver naquela repressão toda. E da pra deduzir que não foi fácil mesmo.
Ainda bem que crescemos bem longe disso tudo. Em um mundo livre das opressões do sistema. Em um tempo de democracia.
Só mesmo tendo vivido esse período de transição pra perceber o quanto o país mudou de lá pra cá.
Torturas, censuras, perseguições e mortes, que eram privilégios exclusivos dos militares, hoje estão ao alcance de qualquer cidadão.
As crianças tinham acesso aos mais diversos tipo de quitutes na cantina da escola (Que terrível!!). Podia-se fumar em qualquer lugar, cigarros normais ou com sabor, em qualquer ocasião e até em avião (Que absurdo!!). As piadas do Costinha sobre judeus, negros e gays não eram censuradas (Dá pra acreditar nisso?!). Música com duplo sentido só tocava se o sentido duplo viesse com algum papo cabeça sobre a revolução (Sério? Nenhuma referencia a bunda?). Filme nacional tinha que ter no mínimo cinco pares de peitinhos diferentes (Média de três para as novelas). Um chefe de família sustentava a casa apenas com seu salario, o que tornava o trabalho da mulher desnecessário (Que machismo!). Um casal podia tirar um sossegado sarro improvisado em um canto escuro sem correr o risco de ser flagrado por uma câmera de segurança e parar na internet (Que falta de vergonha!)...E por aí vai. Realmente tempos difíceis.
.
E os nossos pais ainda tem coragem de chegar com a cara mais mal lavada do mundo e dizer: ‘Vocês não sabem de nada. No meu tempo sim que era bom!'
Mas que porra é essa? Não foi pra isso que nós fizemos a revolução.
Related Posts with Thumbnails
Comentários
6 Comentários

6 comentários:

  1. E tem aquela outra frase "famosa" também:

    "No meu tempo era bem diferente. Não existia essa POUCA VERGONHA que existe hoje".

    Oi????

    Até parece, né.
    Muito bom o texto, como sempre!

    ResponderExcluir
  2. Hoje tropeçamos com todo tipo de crimes a achamos normal

    ResponderExcluir
  3. Saudades do meu tempo de criança. Ah! E as musicas com algum palavrão tinha um piiiiiiii pra criançada não escutar. Hoje é um tal de come minha "buce$@#%a que dou minha bundinha.

    ResponderExcluir
  4. Uma análise sobre o regime militar no Brasil depente do ponto de vista das pessoas e seus interesses.

    Há tantas opiniões quanto contradições.

    Na minha opinião (opinião de não usuário), era mais tranquilo fumar maconha no regime militar do que hoje em dia. Naquela época o "maluco viajava" mas não perdia o juizo ou usava a droga como desculpa para cometer delitos.

    Hoje em dia o governo que se diz heroi por derrubar a ditadura nivelam todos os usuários como marginais, mas quando há um protesto a favor da liberação, quem é que o governo manda para acabar com a manifestação??? A POLICIA MILITAR.

    Enquanto nossa mente se satisfazer com o que lemos em livros de 2º grau, seremos obrigados a conviver com a violencia desenfreada que essa "democracia brasileira" nos proporcionou.

    Hedy

    ResponderExcluir
  5. Isso tudo comentado sem contar que aos poucos a ceensura e aa ditadura vem aos poucos sendo reestabelecida ( pena que pelo PT e não pelos militares alguém conhece um presidente militar que tenha fica milionario em 4 anos?) e restabelecida de forma totalmente equivocada sendo criada por filhinhos de papai que querem matar seus empregos e por pseudo pedagogos que nunca tiveram filhos e sejam o dono do conhecimento infantil. Primeiraa vitória deles foi a censura na tv paga horario nobre agora só passa o que o governo pré determinar ( podem criar aa lei que for isso é censura), agora querem proibir vendas de video games e a exibição de lutas não olimpicas na tv brasileira( aberta e paga se bem que na aberta não passa mesmo a rede globo comprou o direito do evento somente para não perder audiencia do globo reporter) . é a censura dando as caras e ninguém ta se dando conta....

    ResponderExcluir
  6. hehehe
    bom mesmo é Cuba que nem TV tem

    ResponderExcluir

O Dito pelo Maldito é um blog voltado para a literatura de contracultura . Seus textos são provocativos, críticos, cínicos e debochados, muitas vezes não tomando partido em uma questão apenas para poder agir como uma espécie de Advogado do Diabo do caso.
Na verdade um anti-blog criado para falar bem,...de tudo que você odeia.