sábado, 14 de julho de 2012

Guia Politicamente Incorreto da História do Brasil

Esqueça tudo que te ensinaram na escola sobre os grandes ícones da história do nosso país. De Zumbi dos Palmares a Carlos Prestes, todos possuem seus podres que, convenientemente, não foram relacionados nos livros de história. E foi para contar essas versões obscuras que o jornalista Leandro Narloch publicou o ‘Guia Politicamente Incorreto da História do Brasil’, um verdadeiro chute no saco dos seus professores de colégio.
Se quem ganha a guerra conta a história que quiser para as gerações vindouras, é comum encontrarmos um histórico com eventos em preto e branco, recheado de mocinhos e bandidos tão bem definidos quanto os dos roteiros de filmes. A função deste livro é justamente mostrar que os fatos possuem mais cores do que o tradicional desfile das escolas de samba.

Jorge Amado já apoiou o nazismo.
Machado de Assis era censor do Império.
O Brasil já tentou livrar-se do Acre.
A feijoada não é brasileira.
Os guerrilheiros políticos não lutavam pela liberdade.
Esses e dezenas de outros mitos são desconstruídos a cada capítulo lido deste livro. Particularmente, ao terminar esta leitura, eu me senti um grandessíssimo bocó, sendo enrolado e levado no papo por tanto tempo pelo sistema educacional nacional. Sendo estimulado a ter como exemplos heróis que nem são tão ‘exemplares’ assim, homens e mulheres falíveis, sujeitos as suas 'burradas' como um outro sujeito qualquer.

Se você já se julga com suficiente idade para conhecer a verdade, de mente aberta, e sem dar chiliques quando tiver suas convicções contrariadas, pode adentrar a leitura do Guia sem medo, e conhecer a história que nunca quiseram nos contar.
.
Clique agora no banner abaixo da nossa parceira Submarino, e compre o seu exemplar por um preço politicamente correto.
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
3 Comentários

3 comentários :

  1. Na mesma linguagem o Guia Politicamente Incorreto da América Latina, do mesmo Autor, desnuda outros tantos "heróis" e mostra como somos capazes de idolatrar pessoas como Che Guevara, Simon Bolívar, entre outros, sem antes saber o que ele realmente fizeram e o que eles eram...

    ResponderExcluir
  2. Esses heróis não deixam de ser heróis poorque mataram,estruparam ou roubaram!Sâo seres humanos como qualquer outrosa.Triste é o Guia não citar Collor,Sarney e a Ditadura.Muito
    fraco este Guia!

    ResponderExcluir
  3. Livro ridiculo, todo mundo sabe que essas personalidades da história cometeram erros, ou tinham falhas, ou o sistema que vivemos hj é perfeito e sem falha? ou os estados unidos lutam pela liberdade tbm? A maio r prova quer esse livro é mais um planfleto financiado por veja, assim como o politicamente incorreto da américa latina, é que eles ridicularizam um desses personagens por ter o "peru pequeno" na fala de um dos autores. Ora, o que interessa pra história isso?? como se v~e e´um livro sem sentido e rigor histórico nenhum, apenas mais um panfleto dos "jornalistas" da Veja

    ResponderExcluir