quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Ao Resgate da Sessão da Tarde de raiz- ‘A Encruzilhada’

Foi justamente durante minhas pesquisas de resgate que me deparei com a triste notícia do falecimento do grande músico Celso Blues Boy, uma triste perda para a música nacional. Eu que me sinto um privilegiado por ter assistido a pelo menos três shows desse cara, improvisei uma espécie de homenagem particular, tirando o dia para ouvir as músicas de seu repertório,... o que nos leva ao clássico Mississipi onde Celso faz um incrível dueto de guitarras com, nada mais nada menos, que BB King. Essa canção  faz referencia ao mito do blues Robert Jhonson e ao seu suposto pacto com o diabo.(Se você não conhece esse clássico, CLICA AQUI e vai ouvindo enquanto continua a leitura do post)
"Uma lenda conta que Johnson teria vendido a alma ao demônio para obter o seu talento e a sua habilidade com o violão. Acredita-se que ele ficou a espera na encruzilhada das rodovias 61 e 49 em uma noite de lua nova com seu violão na mão. A meia-noite, o diabo em forma de um homem apareceu para afinar seu instrumento. A partir daí, todos que ouvem suas músicas são encantados por ela. No supersticioso sul dos Estados Unidos do início do século, eram comuns os mitos demoníacos, e o tema fazia parte da tradição do blues. Suas músicas como "Me and the Devil Blues", "Hellhound on my Trail" e "Crossroad Blues" aumentaram as crenças na história, pois essas músicas tinham alguma alusão ao diabo. Esta história foi difundida principalmente por Son House, um influente cantor e guitarrista de Blues Norte-americano. 
A hipótese mais provável é que a lenda do pacto com o diabo tenha surgido por inveja, pois Johnson era um excelente tocador de violão.
Se você está acompanhando o meu pensamento, já deve ter chegado literalmente na Encruzilhada, um grande clássico dos anos 80 que trazia a magia da música para nossas ociosas tardes infanto juvenis. 
Na época, mesmo quem ainda não possuía certa formação musical, já conhecia e curtia 'aquele outro filme do Daniel Larusso' onde o ator Ralph Macchio interpreta Eugene Lightning Boy, um garoto que cai na estrada a procura da lendária música perdida de Robert Jhonson que em sua curta, e conturbada, carreira teria gravado apenas 29 músicas e supostamente deixando uma trigésima pérola sem registro.

Como se não bastasse toda essa bagagem musical que o filme carrega, ele ainda nos leva a um empolgante duelo de guitarras, valendo a alma dos protagonistas, onde Steve Vai faz uma ponta como um peão do demônio.
Rever este filme com uma nova ótica foi uma experiencia maravilhosa. Percebi que só agora, possuindo idade e conhecimento suficiente para 'pescar' certas implicações do roteiro, é que pude realmente aproveitar a história. E tudo se mostrou ainda melhor do que eu conseguia me lembrar.

Guiado pelo espírito do blues do grande Celso, eu novamente tive sucesso em minhas pesquisas de resgate e consegui encontrar o clássico A Encruzilhada, completo e, o mais importante, com a dublagem original. Qualquer amante da boa música tem a obrigação de dar play no vídeo abaixo, nem que seja para relembrar de que houve um dia em que para se fazer música, era necessário vive-la.

Gostou de rever este clássico? Lembrou de mais algum filme marcante que gostaria de assistir? Conhece o link pra outro filme que merecia estar nas próximas sessões? Então deixe sua dica e sugestão nos comentários pra gente desenterrar a Sessão da Tarde de raiz.

Veja também outros resgates da Sessão da Tarde

Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
1 Comentários

Um comentário :

  1. O Vôo Noturno ( The Night Flier)___1997

    http://www.youtube.com/watch?v=b5-WYH3rUzE

    ResponderExcluir