quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

O Riso dos Outros - um documentário sobre a comédia Stand up

Acredito que a cada geração que se passa a elite brasileira encontra uma classe artística para encurralar das formas mais vis possíveis, claro que condizendo com cada época respectiva. Foi assim com os pintores no início do século passado, com os atores nos anos 50, com os escritores nos anos 60, com os músicos nos anos 70 e por aí vai. Chega a parecer uma tradição folclórica nacional. 
Após domar os artistas alvos daquela geração, absorvendo os que se vendem e desmoralizando os incorruptíveis, o sistema fareja o próximo estopim de 'rebeldia' e reinicia todo o processo até que a criatividade se reduza a alguma execrável fórmula matemática. 
E assim tudo é mantido sobre controle.
A bola da vez me parece ser mesmo os comediantes do estilo Stand up. Esses que antes surgiam aos borbotões por diversos cantos do país (Lembrando que até eu mesmo me aventurei pelos palcos com o estilo) e já não brilham mais com tanta frequência. Os mais espertos e talentosos logo iniciaram outros projetos e praticamente abandonaram a prática (para esses, virou uma atividade de final de semana), e os poucos que sobraram parece que estão com tanto medo de processos que não conseguem mais criar algo realmente novo e provocante. Na minha opinião, a eterna missão de um verdadeiro artista.
E antes que alguém discorde e comece a 'escrotizar' nos comentários, vamos lembrar que na última eleição presidencial os nossos parlamentares conseguiram erguer uma lei que proibia qualquer tipo de humor relacionado aos candidatos. Se isso não é uma espécie de censura e perseguição, eu não sei o que é então.

Não estou levantando nenhuma bandeira. Nem querendo defender e muito menos crucificar ninguem. Só acho intrigante ver tanta movimentação para calar e detonar a carreira de um simples cara com um microfone na mão. 
Mas que poder tem as palavras, não é verdade? 
Um cara como o José Genoino rouba uma nação inteira na maciota e espera (ainda trabalhando no governo) durante seis anos para ser julgado, mas se um comediante diz algo que desagrade fulano ou ciclano em específico, em menos de uma semana ele é demonizado pela mídia e logo fica desempregado. A vida tem dessas coisas.

Bom, eu tenho a minha opinião pessoal sobre o caso e ela é tão pessoal que eu até tenho preguiça de expressa-la por aqui, mas já comentei um pouco sobre algo parecido no texto intitulado 'Desconstruindo o Humor Negro'.
Prefiro me manter distante dessa polêmica e guardar energia para quando ocorrer comigo, mas o diretor Pedro Arantes resolveu ir fundo na questão e acabou produzindo o documentário 'O Riso dos Outros' onde ele mergulha no mundo do Stand Up Comedy para discutir esse limite tênue entre a comédia e a ofensa, entre o legal e aquilo que gera intermináveis discussões judiciais.

Como o ser pensante que eu sei que você é (ou espero que seja), assista o documentário no vídeo abaixo e tire suas próprias conclusões.
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
0 Comentários

0 . :

Postar um comentário