segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Um salto rumo a igualdade social no Brasil

Caro amigo MalDito,
Às vezes saímos às pressas julgando negativamente o governo de forma tão ferrenha que acabamos deixando passar despercebidas algumas grandes transformações sociais que os nossos atuais políticos nos proporcionam.

Veja os programas policias da TV por exemplo. Antes criticados por apresentarem de forma exaustiva apenas reportagens ‘sanguinolentas’ sobre crimes, mortes e prisões, hoje possuem uma programação bem diferente. Ao invés de mostrar as tradicionais cenas onde policias enfurnavam marginais em um camburão, agora as câmera se voltam principalmente para as portas das delegacias onde ocorre a soltura desses mesmos meliantes. 
Os motivos são os mais diversos, repare só. Pode ser pela falta de um flagrante, pelo acusado ter se apresentado espontaneamente a justiça, ou até mesmo pelo conhecido pagamento de fiança.
Esse fenômeno tem ocorrido por conta de uma recente ‘emenda’ na lei que visa esvaziar as cadeias do país decretando regime fechado apenas para crimes que somem uma pena igual ou superior a oito anos de reclusão. Passando a exigir certo esforço por parte de um cidadão padrão caso ele queira ser preso achando que vai ganhar comida e moradia de graça nas costas do governo. Para ser preso, agora o cara tem que fazer algo realmente significativo. Alguma coisa considerada monstruosa que chame não só a atenção na mídia, mas que também cause toda uma comoção na população. Aí sim, quem sabe, pode ser que a justiça meta um grampo no criminoso e o faça pagar pelos seus crimes atrás das grades pelos próximos anos. Exceto datas comemorativas e feriados santos quando rola a conhecida ‘saidinha’. Ah! E também menos o desconto de 2/3 da pena em caso de bom comportamento do preso.
E pronto. A sociedade já pode caminhar segura como se usasse ‘Sempre Livre’.

É ou não é uma grande evolução em direção à igualdade social no país?
Nós que crescemos ouvindo litanias populares que repetiam: ‘No Brasil a lei só funciona pra 3P, preto, pobre e puta!’; ‘Aqui só é preso ladrão de galinha!’; ‘Nesse país não tem cadeia pra rico’. Agora podemos bater no peito e dizer com orgulho que em no nosso país, ‘ladrão de galinha’ fica solto também como qualquer outro criminoso de colarinho branco comum.
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
0 Comentários

0 . :

Postar um comentário