sábado, 22 de junho de 2013

A Guerra das Miniaturas nas bancas de jornais

Aos mais destreinados, esse texto pode até parecer uma postagem patrocinada recheada de propagandas e citações de marcas e produtos, porém esclareço que é uma reclamação legítima de um consumidor interessado, mas totalmente perplexo pela falta de planejamento editorial, e de marketing, de certas empresas que parecem não se dar o trabalho de conhecer seu público antes de realizar um lançamento.
Esse é o caso de algumas miniaturas que andam invadindo as bancas de jornais de várias cidades do país. Um trabalho fino, de excelente qualidade, que, apesar do preço salgado, vale a pena um sacrifício financeiro para quem gosta do hobby, ou dos temas abordados. Aqui no blog até anunciamos com empolgação a primeira coleção com figuras de heróis da Marvel, que começou com o Homem-Aranha como atrativo pela bagatela de R$ 17,95, e os outros personagens seguiram com publicações quinzenais sob o difícil valor de R$ 37,95. Ou seja, obrigando o interessado a reservar quase oitenta contos mensais da sua renda por mais de um ano caso ambicione possuir a coleção completa.
Um esforço que eu até estava disposto a fazer, se a concorrência não lançasse quase que simultaneamente a série de Peças de Xadrez do Star Wars, também de excelente qualidade, mas um pouco mais cara, e para um público extremamente similar.
Não pensei duas vezes, acabei abandonando uma em prol da outra.

E aí você me pergunta: Porque eu me dou o trabalho de ir as bancas regularmente, e não assino as edições com desconto como qualquer pessoa normal? 
E eu te respondo: Porque sei bem que quando uma empresa não conhece o público com quem trabalha (nesse caso, o nível de exigência de um nerd), sempre culmina em uma porcaria de serviço como o que pode ser visto clicando aqui.
Isso quando eles não interrompem as publicações sem muita explicação.
Como se não bastasse, nesse meio tempo a mesma editora ainda surge com mais dois lançamentos que me interessaram, a Zippo Collection com clássicos isqueiros da marca, e a de Blindados de Combates com réplicas reduzidas de históricos veículos militares. Desse segundo eu cheguei a comprar a primeira edição promocional para presentear meu irmão que é cadete do exército, mas procurei não me afeiçoar muito com as peças para não correr o risco de interromper mais uma coleção, para começar outra.
Apesar dessas propostas sedutoras, ainda sigo firme e forte comprando as edições de Xadrez Star Wars sem perder nenhuma. Por mais que a Planeta DeAgostine sabote atropele suas próprias publicações, e faça de um tudo para impedir que seus clientes tenham suas coleções completas. 
Até porque, já se anuncia a vinda de uma nova e difícil provação que pode causar um sério distúrbio na força.

Agora, sem esperar o término das suas edições da Marvel, e sem dó e nem piedade dos nossos gostos e bolsos, a Eaglemoss reacende essa batalha prometendo o lançamento da DC Comics Coleção Super-Heróis, com a mesma qualidade, o mesmo preço salgado, e para um mesmo grupo de fãs,... Que a essa altura do campeonato nem sabe mais onde gastar seu rico dinheirinho.
Acredito que se ambas as empresas tivessem feito uma simples pesquisa de mercado antes de iniciar essa corrida comercial nas bancas, facilmente detectariam que todas essas coleções citadas acima são de interesse de um mesmo público alvo, que nem de longe conseguiria arcar com os gastos de mais do que uma coleção longa e cara destas por vez. 
Um melhor planejamento de datas e logística seria bem eficaz nesse caso, e evitaria desperdiçar bons lançamentos que com certeza teriam mais saída se fossem a venda em momentos mais oportunos. Até porque já estou sabendo que está programado o lançamento das miniaturas do Senhor dos Anéis e do Xadrez do Batman, e eu gostaria de ter a oportunidade de colecioná-las também.

A Planeta DeAgostine por exemplo, poderia gastar menos energia e funcionários em promoções fakes, e utilizar esse contingente para conhecer melhor o público que cativa.
E se a Eaglemoss fosse menos afobada, poderia prestar mais atenção no seu serviço de assinaturas que coleciona reclamações no site do Reclame Aqui.
Por aqui eu vou encerrando essa aresta pedindo, quase que implorando, a ambas as empresas, que considerem a possibilidade de relançar algumas dessas coleções daqui uns dois ou três anos, e dar mais uma chance de completarmos pelo menos uma delas.

E você caro leitor, também é um colecionador? Está tentando completar algumas dessas coleções citadas a cima? Possui alguma preferida? Se for o caso, entre em contato nos comentários. Quem sabe a gente consiga um pouco mais de respeito por parte desse mercado.
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
0 Comentários

0 . :

Postar um comentário