domingo, 16 de junho de 2013

Ao resgate da Sessão da Tarde de raiz - 'REMO, desarmado e perigoso'

Esse filme é uma pérola dos anos 80 que há muito tempo eu tento dedicar um tempo exclusivo para assisti-lo novamente. E foi muito bom saber que ele ainda se conservava do jeito que eu me lembrava.
Mesmo sendo determinado como um 'fracasso' em comparação aos clássicos  que se formavam e viravam sequencias durante a mesma época, 'REMO, desarmado e perigoso' tinha todos os clichês necessários para alcançar o sucesso aqui no Brasil. Imagina só, as conspirações militares de 'Rambo', o estilo canastrão irônico de 'Duro de Matar', e o treinamento oriental de um 'Karate Kid', misturados em um filme só. O curioso é que nenhum desses exemplos citados foram, originalmente, concebidos para ganhar continuações, ao contrário de 'REMO' que foi produzido a partir de uma famosa serie de livros 'pulp' intitulada 'The Destroyer', com a nítida intenção de virar uma série de ação. Mas como não se pagou nem metade do seu orçamento nas bilheterias, virou só clássico da Sessão da Tarde mesmo.
Apesar de possuir todo o aparato necessário para um bom filme do gênero, talvez o roteiro tenha pecado pela falta de um vilão a altura do protagonista, ou que ao menos tivesse traços marcantes como os banidos de 007. Sem um final empolgante, o auge da história fica mesmo por conta do treinamento memorável de Remo com seu mestre coreano Chiun, e a cômica relação conturbada entre os dois.
Sendo assim, as cenas mais empolgantes acaba sendo uma luta sem sentido em uma Estátua da Liberdade em obras, que nada tem a ver com a trama principal do enredo. Tanto que ilustra a capa do filme.

O interessante é que ao realizar uma pesquisa para este texto, acabei descobrindo que o produtor do filme, inconformado com seu fracasso nos cinemas, três anos depois ainda tentou insistir na ideia e transformar Remo Williams em uma série de TV com outros atores totalmente diferentes. Nem precisa dizer que foi uma falácia completa, mas por curiosidade, você pode assistir no vídeo abaixo a abertura desse único episódio piloto, onde bizarramente eles misturam algumas cenas originais do filme.
O filme completo, e com a dublagem original também se encontra disponível no youtube, mas por causa daquelas complicações contratuais ele não pode ser exposto aqui no blog. Então, clique aqui para assisti-lo.

Gostou de rever este clássico? Lembrou de mais algum filme marcante que gostaria de assistir? Conhece o link pra outro filme que merecia estar nas próximas sessões? Então deixe sua dica e sugestão nos comentários pra desenterrarmos a Sessão da Tarde de raiz.
Quer ver todos os filmes que já resgatamos nesta coluna? Então CLICA AQUI e curta algumas horas de nostalgia.
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
1 Comentários

Um comentário :

  1. Cara, esse filme é demais!
    Quantas vezes pensei em treinar e me tornar um próprio Remo Williams?
    Só faltou achar meu próprio mestre Chiun...
    Outro filme no mínimo clássico que rende um post é "Os aventureiros do bairro proibido".
    Abraço e parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir