sábado, 30 de novembro de 2013

As Verdades que Ela não diz (Marcelo Rubens Paiva)

Esse foi um daqueles livros que inverteu o sentido das coisas e me encontrou durante uma visita a livraria, quando no normal, deveria ocorrer exatamente o contrário. Na ocasião, eu estava procurando um bom autor nacional e esse era de gabarito inquestionável. Alem do mais, eu estava afim de uma leitura que me soasse rápida, e o formato da obra, um apunhado de contos, caiu como uma luva dentro dos meus requisitos. Logo, elegendo o livro para minha compra.
Assim que cheguei em casa, imediatamente iniciei a leitura incentivado pelas frases soltas impressas na contra-capa e pelo texto da orelha que vim lendo pelo caminho.
Em 'As Verdades que Ela não diz' (Foz Editora, 190 páginas), o escritor Marcelo Rubens Paiva recria diálogos do cotidiano de casais que até poderiam ser o seu, ou o meu, se não tivessem a batida seca e característica que consagra o autor.
 
O livro traz casos de infieldade, brigas conjugais e outras passagens corriqueiras em relações de qualquer natureza, inclusive em uma amizade. E apesar de ser escrito por um homem, o foco das lentes do autor está nitidamente voltado para o universo feminino. E nessas páginas elas são observadas e analisadas de vários ângulos, colocadas em tantas situações quantos são as vertentes de uma alma feminina. 
Restando ao homem apenas o papel de sentar e assistir pra não se complicar ainda mais.
Conformado em nem tentar entender as mulheres, e convicto de que nem elas se entendem, aqui o autor não tenta decifrar, explicar e muito menos desvendar as fêmeas. Em cada história narrada, ele prefere jogar essa 'batata quente' na mão das damas, e pedir que elas mesmo definam-se diante das cenas embaraçosas que, muitas vezes, nos fazem protagonizar mesmo que de forma involuntária. Posso dizer que é uma obra escrita por um homem e descrita para as mulheres. 
E se nós somos conhecidos como um bando de mentirosos, imagine então as verdades que elas não dizem.

É fácil ser seduzido pelo toque bem humorado das cenas construídas por Paiva. E é admirável a perícia com que ele escreve as falas femininas, conseguindo transmitir para o leitor todos as peculiaridades características de uma mulher, e até aquele jeito 'nonsense' de discutir uma relação. Quem já tentou trazer a luz da razão a uma discussão dessas, sabe bem do que eu estou falando.
Embora os temas abordados sejam subsequentes a qualquer um, acredito que a obra funcione melhor com as mulheres, até mesmo pela suavidade na descrição das cenas mais quentes. E dar um desses de presente para uma delas, é deixá-la com uma pulga atrás da orelha e engasgada com uma boa dose das próprias palavras.

Para conhecer detalhes sobre 'As Verdades que ela não diz', clique agora no banner abaixo da nossa parceira Saraiva e compre o seu exemplar. Depois volte aqui, e conte em nossos comentários a sua própria experiencia com o livro!
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
0 Comentários

0 . :

Postar um comentário