quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Ao resgate da Sessão da Tarde de raiz - Inimigo Meu

Quem acha que o tema 'tolerância entre as diferenças' é uma discussão contemporânea desse novo século, provavelmente não estava em casa nas tardes dos anos 80 quando a antiga Sessão da Tarde formava toda uma geração educada pelo entretenimento. E nem só de maus exemplos vivia o cinema daquele tempo, quem assistiu as infinitas reprises do clássico Inimigo Meu (1985), há de concordar comigo.

O filme tem seu roteiro baseado em um livro de Barry Longyear e apresenta a história de uma batalha espacial entre humanos e uma espécie alienígena, em que dois soldados, um de cada raça inimiga, acabam isolados em um planeta hostil após terem suas naves simultaneamente abatidas durante uma batalha que até podeira caracterizar o filme como mais uma produção do gênero ficção cientifica do momento, mas que cambeia para uma fábula sobre relacionamento entre seres diferentes. 
Uma lição sobre o quanto podemos ser intolerantes com os outros quando não nos permitimos conhecer e criar uma empatia em relação ao próximo.
A relação entre os dois evoluem a partir do momento que Davidge (interpretado por Dennis Quaid) ensina sua língua para o inimigo Drac, e em contrapartida aprende a filosofia de vida do livro sagrado do alienígena, acabando por respeitá-la. E com muita inteligencia, diálogos provocativos e uma dose certa de humor, essas cenas proporcionam alguns dos melhores momentos do filme.
Em meio a uma safra de produções onde geralmente os alienígenas eram mostrados como um perigo eminente (vide Alien e Predador), creio que Inimigo Meu pode ter sido uma bela quebra nesse estilo. E justamente por isso, acho que merecia ser reprisado até hoje em dia. Principalmente hoje em dia.

Rever o filme agora, por uma ótica adulta, só me deu a certeza de que ele seria bem mais útil e divertido sendo apresentado como um material pedagógico de integração social para crianças em idade escolar, do que aquelas cartilhas chatas anti-bullying que tentam introduzir nos colégios. 
Não consigo imaginar forma melhor de orientar e instruir um garoto sobre diferenças sociais, do que usando alienígenas e naves espaciais como exemplos.

Você pode fazer o download do torrent do filme completo e com a dublagem original clicando aqui, ou apenas curtir alguns minutos de nostalgia assistindo o trailer do filme no vídeo abaixo.
Gostou de rever este clássico? Lembrou de mais algum filme marcante que gostaria de assistir? Conhece o link pra outro filme que merecia estar nas próximas sessões? Então deixe sua dica e sugestão nos comentários pra desenterrarmos a Sessão da Tarde de raiz.

Quer ver todos os filmes que já resgatamos nesta coluna? Então CLICA AQUI e curta algumas horas de nostalgia.
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
0 Comentários

0 . :

Postar um comentário