segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Manifestantes usam espelhos para enfrentar a Polícia

Essa notícia pode até ser considerada fora do contexto deste blog por alguns, mas como achei muito pouco (pra não dizer 'nada') a respeito do assunto na imprensa nacional, me achei quase que no dever de divulgar o fato.
Ao meio-dia do dia 30 de dezembro de 2013, centenas de manifestantes reuniram-se no centro de Kiev, na Ucrânia, onde realizaram um sereno protesto em que, durante 30 minutos, empunharam espelhos em frente a tropa da polícia em memória a noite de 30 de novembro, quando policiais usaram força excessiva contra uma manifestação pacífica, formada basicamente por estudantes universitários, na Praça da Independência.
Em um tentativa de lembrar a polícia de suas próprias ações violentas naquela noite memorável, os manifestantes alinharam espelhos em frente a tropa, refletindo a própria formação truculenta e obrigando os homens da lei reconhecer-se a si e ao papel que desempenham na sociedade.
O gesto cívico ocorreu perto de passarelas e ruas que levam ao distrito de prédios federais, onde a polícia estava estrategicamente posicionada. Os edifícios da região incluem a sede do presidente, do Conselho de Ministros e do banco central, entre outros. Os manifestantes ainda ostentavam cartazes que diziam: "Quem, e o que, vocês estão protegendo?", em referência ao presidente Viktor Yanukovich e seu governo.
Temos que concordar que essa é uma forma artística, e até poética, de se protestar. E mesmo que toda essa ação não tenha um efeito prático na situação política da Ucrânia, eu, sinceramente, acredito que o ato possa ter promovido uma centelha de consciência no interior de pelo menos uma dúzia daqueles policiais, e se dentre esses, ao menos um deles resolver rever seus conceitos e mudar de profissão, ou de lado, já seria uma grande conquista para a causa.
Se eu acho que esse tipo de protesto deveria ser aplicado aqui no Brasil? Jamais! É claro que não. E já adianto os porquês: Com o sol que faz nesse país tropical de meu Deus, não dou um minuto de manifestação pra ter algum malandro usando os espelhos para direcionar o reflexo do sol e cegar os policiais, que por sua vez, com seu exímio despreparo, iriam atirar bala de borracha pra tudo que é lado, quebrando os espelhos e proporcionando dezenas de cacos de vidros afiados que certamente iniciariam um ciclo de violência sem fim.
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
1 Comentários

Um comentário :