sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Nem Deus salva esse texto

Ou quando eu fui castigado pelos Deuses e Demônios da boa escrita

Amigos malditos, ontem eu decidi escrever um texto mais comercial, algo que agregasse mais e trouxesse novos leitores (ávidos por novidades) a conhecer o nosso querido e amaldiçoado DpM. Pois bem, depois de meia hora de martelação desenfreada no teclado, enquanto minha mente traquinava uma série de conselhos para ser popular (ou não) nas redes sociais, meu computador deu pau. A primeira coisa que me passou pela cabeça foi: o texto está salvo?? Não, não estava. O pior é que em anos e anos de escrita prática eu nunca fiz isso. Sempre faço questão de salvar o texto depois de duas ou três frases, justamente para não me ferrar.
Que sensação terrível... Que tormento! Perder um texto pronto é como perder o último ônibus pra casa e ficar preso na rodoviária de uma cidadezinha sem hotel. Perder um texto pronto é como sentir uma bola de golfe encontrando seus testículos em alta velocidade, perder um texto não salvo é peidar na frente da garota mais bonita da classe!! Um vazio envergonhado, um frio medonho na boca do estômago, uma gozada traiçoeira antes da hora! Mas então eu pensei novamente... Algo desligou aquele texto.. É. Algum lance decidido em esfera maior vetou a publicação daquele texto mais comercial (no intuito de ser mais comercial). Sabem por quê? Eu nunca antes havia me preocupado em escrever uma coisa que alguém gostasse de ler ou se sentisse atraído para ler. Eu só sentava o rabo e escrevia qualquer coisa que o vento soprasse em meus ouvidos, ao lado de uma bela caneca de vinho... Simplesmente toda a minha obra literária é um enorme mistério, lembro que uma vez cogitei estar psicografando essa merda toda, tipo um Chico Xavier pouco espiritualizado!

- E você escreveu outro texto?
- Sim, mas não como aquele..
- Mais um texto de bêbado que ninguém entende??
- Vá se lascar..

Então o meu conselho de hoje será básico, meus amigos. Salvem seus textos. Salvem suas atitudes iniciais sem tentar ser o que o outro já é. Salvem o seu bom senso. E salvem o DpM!!!
(Maldito, acho que alguma alma penada desligou o meu computador..)
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
1 Comentários

Um comentário :