domingo, 23 de fevereiro de 2014

Livros que farão você feliz por estar solteiro

Que espécie de solteiro é você? O tipo que fica no topo de uma montanha deixando escapar um rugido primal da liberdade? Ou aquele que olha de forma melancólica para fora observando a chuva gotejar pelo vidro da janela, imaginando onde foi que sua vida deu tão errado? Pode ser o caso de quem terminou um relacionamento recentemente, mas também daqueles que já estão sem um contato intimo com outro ser humano por quase um ano inteiro. Independente das razões que o levaram a tal posição, a situação não precisa ser assim tão ruim quanto lhe parece.

Abaixo você encontrará nossa lista de livros sobre o assunto, que podem te ajudar a encarar a 'solteirice' com outros olhos e reforçar o provérbio que diz 'Antes só, do que mal acompanhado'!

✔ As correções, de Jonathan Franzen
A obra narra a história dos conflitos religiosos, geracionais e de costumes de uma típica família americana na última década do século XX. A família Lambert encarna a crise de valores da sociedade contemporânea. Alfred é um engenheiro ferroviário aposentado, teimoso e cheio de manias agravadas pelo mal de Parkinson recentemente diagnosticado. Enid é uma dona-de-casa comum. O casal, na faixa dos setenta anos, vive às turras numa pequena cidade do Meio-Oeste americano. 
Os três filhos foram para metrópoles da costa Leste a fim de se livrar da mediocridade da vida em família. Na Filadélfia, Gary, o mais velho, tornou-se banqueiro. Deprimido e paranoico, porém, acaba com o próprio casamento. A caçula, Denise, também mora na Filadélfia, onde é chef de cozinha, mas sua vida sexual tumultuada a faz perder o emprego. Em Nova York, Chip, o filho do meio, é um roteirista frustrado. Ao se envolver com uma aluna, arruína a carreira de professor universitário e vai parar na distante Lituânia, país imerso nas recentes transformações capitalistas do Leste europeu. Para contar essa história em que todos procuram incessantemente corrigir os rumos que imprimiram às próprias vidas, o autor usa uma prosa ácida, que expressa o embate entre mundos inconciliáveis: o universo conservador dos pais e o pragmatismo sem horizonte dos filhos.
Se este livro não te deixar com um baita receio do matrimônio, você está realmente super seguro com todas as escolhas da sua vida.

 Insurgente, de Veronica Roth
Na Chicago futurista criada por Veronica Roth em Divergente, as facções estão desmoronando. E Beatrice Prior tem que arcar com as consequências de suas escolhas. Em Insurgente, a jovem Tris tenta salvar aqueles que ama - e a própria vida – enquanto lida com questões como mágoa e perdão, identidade e lealdade, política e amor.
Você pode até não acreditar, mas essa literatura infanto-juvenil vai te deixar feliz por não ser mais uma adolescente confusa e infestada de hormônios. Enfim,... um conselho do tipo: Pare de correr atrás de homem, e de um pouco mais de sentido a sua vida.

✔ A Letra Escarlate, de Nathaniel Hawthorne
Durante o século XVII, na comunidade puritana de Massachusetts, nos EUA, o adultério era um crime punível com a morte. Entretanto, a jovem Hester Prynne recebe uma pena considerada leve pelos habitantes de sua cidade - ela é obrigada a levar a letra ´A´ de adúltera bordada em suas roupas pelo restante da vida, como marca de sua desonra. Hester enfrenta a humilhação diária e luta para criar sozinha a filha ilegítima. Hester, é a primeira autêntica heroína da literatura norte-americana, se vale de sua força interior e de sua convicção de espírito para criar a filha sozinha, lidar com a volta do marido e proteger o segredo acerca da identidade de seu amante. 
Aclamado desde seu lançamento como um clássico, A Letra Escarlate é um retrato dramático e comovente da submissão e da resistência às normas sociais, da paixão e da fragilidade humanas, e uma das obras-primas da literatura mundial.

✔ Coelho se Cala e outras histórias, de John Updike
Esta obra reune doze contos e uma novela em que Updike aborda, com ironia e lirismo, seu tema favorito: a vida de classe média nas pequenas cidades e nos subúrbios das metrópoles do nordeste dos Estados Unidos. A novela que dá título ao livro encerra a saga protagonizada por Harry Angstrom, o Coelho. 
Infeliz com a esposa e as beiras de deixá-la, ele está em um beco sem saída. Ele é pobre, infiel, e está fazendo ou pensando a coisa errada o tempo todo.
Mas quem sabe,... Se ele simplesmente parasse de tentar fazer a coisa "certa" pelos padrões da sociedade, então ele ficaria bem consigo mesmo? Basicamente, a vida interior de cada um é um terreno obscuro e você nunca pode afirmar que realmente, realmente, conhece alguém.

✔ Comporte-se Como Uma Dama, Pense Como Um Homem, de Steve Harvey
Esqueça tudo o que já foi dito sobre os homens. Apague os mitos, as teorias, tudo o que sua mãe ensinou, as amigas disseram, aquilo que leu em revistas ou viu na televisão. Faça o que milhares de mulheres ao redor do mundo já fizeram: pegue os princípios, as regras e as dicas deste manual e use-os para se antecipar às manobras masculinas, para armar sua defesa e seu ataque. Por vezes engraçado, por vezes categórico, mas sempre verdadeiro, Comporte-se como uma dama, pense como um homem é o livro que toda mulher precisa ler se quiser finalmente montar o quebra-cabeças mais difícil de todos: a mente masculina.

✔ Uma Confraria de Tolos, de John Kennedy Toole
O protagonista é Ignatius J. Reilly, intelectual glutão, preguiçoso, egocêntrico, desagradável, um herói solitário em sua cruzada contra a modernidade. Como um Dom Quixote do século XX, Ignatius desbrava as ruas de Nova Orleans dos anos 1960 e enfrenta todo o tipo de tolos, malandros, aproveitadores e policiais desonestos. Por insistência da mãe, busca um emprego, mas cada uma de suas tentativas o leva a uma sucessão de desventuras. Uma confraria de tolos é um clássico da literatura moderna americana. 
A obra teve mais de um milhão de exemplares vendidos e foi traduzida para dezoito idiomas. Este é o único livro publicado de John Kennedy Toole, que morreu com 32 anos.
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
0 Comentários

0 . :

Postar um comentário