sábado, 8 de março de 2014

Ao resgate da Sessão da Tarde de raiz - 'O Falcão está à Solta'

Como a proposta dessa coluna é trazer antigos filmes, não aqueles imortalizados pela crítica e pelo público, mas justamente aqueles esquecidos que você nem lembrava que havia assistido algum dia, já estava passando da hora de citarmos aqui um filme que Bruce Willis protagonizou, co-escreveu e prefere excluir da sua filmografia. Mas que foi exibido repetidamente na saudosa Sessão da Tarde.
'O Falcão está a Solta' (Hudson Hawk, de 1991) é uma comédia que mais parece um desenho animado em live-action devido ao seu humor surreal.  A trama combina teorias da conspiração, sociedades secretas e mistérios históricos. No enredo, Eddie "Hudson Hawk" Hawkins ( Bruce Willis ) é um ladrão mestre na arte de arrombar cofres que acaba de sair na prisão, e antes que possa apreciar o seu primeiro cappuccino em liberdade, ele é chantageado por várias facções, incluindo a máfia, CIA e o seu próprio agente da condicional, para realizar vários roubos perigosos de arte.

O roteiro oscila entre momentos coesos e cenas estranhas com personagens ainda mais esquisitos. De forma que 'paródia' acho que não define o que é visto nesse filme.
Nem precisa dizer que a produção foi um fracasso de bilheteria recebendo uma enxurrada de criticas negativas. Ele recebeu três prêmios Razzies, de Pior Diretor, Pior Roteiro e Pior Filme com indicações adicionais para Pior Ator (Bruce Willis ), Pior Ator Coadjuvante ( Richard E. Grant ) e Pior Atriz Coadjuvante ( Sandra Bernhard ). 
Grande parte desse insucesso se deve ao fato de que o filme foi concebido como uma comédia absurda, mas foi comercializado como um filme de ação um ano após o sucesso da 'Duro de Matar 2'. E isso deve ter deixado o público confuso sobre o que esperar da produção.
Eu prefiro olhar pelo seguinte lado, nos raros frames em que se leva a sério, 'O Falcão está a Solta' até passa como mais um filme de ação do Bruce Willis. E em todo o resto do roteiro que é uma insanidade total, não é mais estapafúrdico do que certas coisas que normalmente encontramos em filmes de animais que falam.
A produção não era grande coisa já naquela época, e lamento dizer que não melhorou com o tempo. Mas ainda assim, é uma excelente pedida nostálgica para assistir em uma tarde regada a muita pipoca.

Você pode fazer o download do torrent do filme clicando aqui e encontrar as legendas clicando aqui, ou apenas relembrar a clássica cena do skate no assalto ao museu no vídeo abaixo.
Gostou de rever este clássico? Lembrou de mais algum filme marcante que gostaria de assistir? Conhece o link pra outro filme que merecia estar nas próximas sessões? Então deixe sua dica e sugestão nos comentários pra desenterrarmos a Sessão da Tarde de raiz.

Quer ver todos os filmes que já resgatamos nesta coluna? Então CLICA AQUI e curta algumas horas de nostalgia. 
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
0 Comentários

0 . :

Postar um comentário