quarta-feira, 23 de abril de 2014

A Maldição do Cinema - Deranged

Deranged (Yeon-ga-si)
Diretor: Jeong-woo Park
Roteiro: Jeong-woo Park
Ano: 2012
País: Coréia do Sul
Atores: Dong-wan Kim, Ha-nui Lee, Jung-Hee Moon

Filmes sobre epidemia causam quase a mesma reação dos filmes catástrofe: Por mais que conheçamos sua trajetória e os “momentos ápice”, alguns felizmente são dotados de boas surpresas e desfechos, como no caso de Deranged.
Jae-hyuk é empregado de uma empresa de produtos farmacêuticos e junto aos seus filhos e esposa, leva uma vida sem surpresas. Entre tentativas variadas de ganhar mais dinheiro e realmente trabalhar dentro da área de sua formação, notícias de corpos sendo encontrados dentro d’água, nos mais variados lugares da cidade, começam a pipocar pela mídia.
E o que parecia ser um estranho fato toma proporções gigantescas, obrigando o governo a assumir o estado de quarentena na cidade. Trata-se de uma epidemia causada pelo verme górdio, que se instala no organismo fazendo com que a pessoa sinta fome e sede ao extremo, até o momento em que a sede torna-se incontrolável e a portadora se joga na água, morrendo afogada e libertando os vermes, agora prontos para sair. Até então, o górdio alojava-se em gafanhotos e outros insetos, causando neles os mesmos sintomas. Nunca em seres humanos.
Tendo ao seu favor nosso desconhecimento quanto ao porquê dele agora se alojar em nosso organismo , e até descobrir quais são os sintomas quando próximo de matar seu hospedeiro, ele se espalha num ritmo intenso e coerente. Enquanto isso, Jae faz de tudo ao seu alcance para salvar sua família, todos carregando o verme em seus organismos. E quando a esperança dá-se por encerrada, alguém anuncia ter se salvado após tomar um vermífugo que logo os médicos confirmam. Mas o remédio não se encontra mais em produção, causando um furioso pandemônio.
Deranged é um filme que sustenta a tensão do início ao fim. Tudo acontece de forma rápida e sem absurdos. Nada do anônimo transformar-se em herói após quinze minutos de desespero, os amores secretos aflorarem, a cena de sexo durante o momento de grande tensão e outras coisas mais. Sem moralismo, mas felizmente não há uma única cena de sexo no filme, algo que vemos com grande frequência e quase sempre sem nenhuma coerência.
Mas o grande mérito de Deranged vem com a descoberta do remédio e os bastidores da negociação entre a fábrica e o governo, colocando uma população como estatística, sendo inferiores aos valores gastos na produção do remédio, pois a empresa detentora da receita quer lucrar ao máximo, não importando quantos morram. A manipulação da saúde, deixando no ar a ideia de uma não erradicação de uma doença para manter ativo os milhões que a indústria movimenta.

E assim Deranged segue, com sucesso, até o fim. Sem clichês e cenas-chave emocionais (Exceto uma, mas que nem de longe é como nos típicos filmes americanos sobre o tema). E Jae-hyuk permanece o mesmo. Nada de tornar-se o grande herói da nação e demais possibilidades idiotas.
A montagem do filme, em determinados momentos,foge ao habitual, podendo incomodar um pouco os olhos mais atentos. A meu ver, ficou interessante.
Um excelente e honesto filme, respeitando o espectador dentro da proposta apresentada e que, num clima tenso, nos apresenta questões sérias que merecem ser discutidas. Egoísmo e poder: Palavras que sintetizam grande parte da obra. Como o ser humano, diante da indústria farmacêutica, transformou-se em “gado de corte”, inserido neste sistema que, a qualquer momento, pelas razões mais egoístas, um experimento pode ser jogado ao vento e acabar de forma dolorosa com a vida de milhares de pessoas.

Premiações:
Baek Sang Art Awards – 2013 – Ator – Dong-wan Kim
Blue Dragon Awards – 2012 – Atriz coadjuvante – Jung-Hee Moon
Indicações:
Baek Sang Art Awards – 2013 – Atriz coadjuvante - Jung-Hee Moon
Grand Bell Awards – Coréia do Sul – 2012 – Atriz coadjuvante - Jung-Hee Moon

E qual o pensamento que tirei sobre?
Será que já poderíamos ter nos livrado de algumas doenças? No mais, espero que não tenha um remake americano.
Você confere o trailer aqui (Legendas em inglês):
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
0 Comentários

0 . :

Postar um comentário