domingo, 13 de julho de 2014

5 livros que podem te levar a uma conversa com estranhos na rua

Estamos prestes a contradizer uma regra básica que seus pais repetiram incessantemente durante toda a sua infância: "Nunca fale com estranhos!"
Não que já não tenhamos quebrado regras antes, mas como uma criança, você realmente não deveria falar com estranhos. Mas a medida que envelhecemos e ficamos mais sábios, conversar com estranhos passa a ser uma necessidade que pode gerar conversas bem interessantes. Principalmente quando se tem os livros envolvidos no papo.
Eu posso quase que te garantir com absoluta certeza que, se você estiver lendo em público qualquer uma das obras indicadas abaixo, é bem provável que você seja abordado por alguém para conversar sobre o que você está lendo.

✔ O Azarão, de Markus Zusak
*Livro já resenhado aqui no blog. Clique aqui para acessar a resenha.
Muita gente leu 'A Menina que Roubava Livros', mas poucos conhecem os outros trabalhos do autor Markus Zusak. Com essa indicação explícita na capa do livro, certamente alguém irá te perguntar se ele é tão bom quanto o best-seller do autor.
Narrado em primeira pessoa, o livro apresenta a história de Cameron Wolfe, um garoto de 15 anos perdido na vida e que vive às turras com a família. Trabalha com o pai encanador e sua mãe está sempre brigando com os filhos. 
Steve é o mais velho e mais bem-sucedido. Sarah é a segunda, e está sempre dando uns amassos com o namorado. Rube é o terceiro e o mais próximo de Cameron. Os dois, além de boxeadores amadores, vivem armando esquemas para roubar lojas e outros locais do tipo. Contudo, os planos nunca saem do papel. 
Uma história sobre a vida e sobre as lições que dela podem ser tiradas. Um romance de formação que exibe um jovem incorrigível, infeliz consigo mesmo e com sua vida.

✔ A Culpa é das Estrelas, de John Green
É o livro que todo mundo está falando no momento, e se você está pensando em lê-lo em público, com certeza alguém virá até você dizer algo a respeito. Garanto!
Hazel foi diagnosticada com câncer aos treze anos e agora, aos dezesseis, sobrevive graças a uma droga revolucionária que detém a metástase em seus pulmões. Ela sabe que sua doença é terminal e passa os dias vendo tevê e lendo Uma aflição imperial, livro cujo autor deixou muitas perguntas sem resposta. Essa era sua rotina até ela conhecer Augustus Waters, um jovem de dezessete anos que perdeu uma perna devido a um osteosarcoma, em um Grupo de Apoio a Crianças com Câncer. Como Hazel, Gus é inteligente, tem senso de humor e gosta de ironizar os clichês do mundo do câncer - a principal arma dos dois para enfrentar a doença que lentamente drena a vida das pessoas. Com a ajuda de uma instituição que se dedica a realizar o último desejo de crianças doentes, eles embarcam para Amsterdã para procurar Peter Van Houten, o autor de Uma aflição imperial, em busca das respostas que desejam. Inspirador, corajoso, irreverente e brutal, A Culpa é das Estrelas é a obra mais ambiciosa e emocionante de John Green, sobre a alegria e a tragédia que é viver e amar.

 1Q84, de  Haruki Murakami
1Q84 é o livro mais ambicioso de Haruki Murakami, fenômeno da literatura contemporânea. Escrita originalmente em três volumes, a obra esteve no topo das listas de mais vendidos no mundo inteiro e, só no Japão, ultrapassou a marca de 4 milhões de exemplares vendidos.
Tóquio, 1984. Aomame, uma mulher que esconde sua profissão de assassina, é enviada para matar um homem numa missão que mudará drasticamente sua vida. Em paralelo, Tengo, professor de matemática e aspirante a escritor, se envolve em um misterioso projeto de reescrever o romance Crisálida de ar, composto por uma menina de 17 anos. De forma alternada, as duas narrativas convergem, e aos poucos o leitor descobre o verdadeiro elo entre elas. Conforme 1Q84 caminha para uma resolução, acompanhamos o incerto destino se fechar ao redor de Aomame e Tengo. Ao mesclar com maestria suspense, fantasia e amor, Murakami alcança nesta trilogia o ápice de sua criatividade literária.

✔ As Sombras de Longbourn, de Jo Baker
Se alguém olhar rapidamente a capa desse livro, ele será rapidamente remetido ao clássico 'Orgulho e Preconceito'. Então, essa pessoa (de olhar fantástico) provavelmente irá te perguntar algo sobre a obra que tem em mãos. 
Admiradora de Jane Austen, a romancista Jo Baker perguntava-se quem seriam aquelas presenças pontuais e quase inumanas que serviam à mesa ou entregavam um recado para os personagens de 'Orgulho e Preconceito', um dos romances mais recontados em versões literárias desde a sua publicação, há duzentos anos. Por trás de cada descrição da toalete das irmãs Bennet havia certamente o trabalho de uma criada, e cada refeição servida implicava uma cozinheira, um mordomo para servi-la. Qual seria a história não contada desses personagens? 
As Sombras de Longbourn é o romance dessas figuras invisíveis. Sob o comando da governanta e cozinheira sra. Hill, trabalham Sarah e Polly, duas jovens trazidas de um orfanato quando ainda eram crianças para trabalhar na casa. O mordomo idoso, sr. Hill, serve à mesa e divide a administração da casa com a sra. Hill. Os quatro formam um pequeno exército de empregados que labuta dezoito horas por dia para que a família Bennet goze do máximo conforto possível. 
Por sua impressionante pesquisa sobre a vida cotidiana no início do século XIX, e também por impor um estilo próprio a sua narrativa, Jo Baker recebeu elogios de críticos e publicações como The New York Times, que considerou 'As Sombras de Longbourn' excepcional: não uma sequência, mas um olhar comovente sobre o mundo de Orgulho e preconceito, só que do ponto de vista da área de serviço.

✔ O Teste: Seu Tempo Está Acabando, de Joelle Charbonneau
A primeira vista, o visual dessa obra pode até sugerir um spin-off de 'Jogos Vorazes', e qualquer fã da saga ficará tentado em perguntar do que se trata o livro.
No dia de formatura de Malencia 'Cia' Vale, e dos jovens da colônia de Five Lakes, tudo o que ela consegue imaginar - e esperar - é ser escolhida para O Teste, um programa elaborado pela United Commonwealth que seleciona os melhores e mais brilhantes recém-formados para que se tornem líderes na demorada reconstrução do mundo pós-guerra. Ela sabe que é um caminho árduo mas existe pouca informação a respeito desta seleção. Mas então ela é finalmente escolhida e seu pai, que também havia participado da seleção, se mostra preocupado. 
Desconfiada sobre o seu futuro, ela corajosamente segue para longe dos amigos e da família, talvez para sempre. O perigo e o terror a aguardam. Será que uma jovem é capaz de enfrentar um governo que a escolheu para se defender? 

E por falar em conversa, use o nosso espaço dos comentários abaixo para contar quais livros já provocaram uma conversa com algum estranho na rua.
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
1 Comentários

Um comentário :

  1. Sou fã do Marcus Zusak, mas essa trilogia sobre os irmãos Wolfe não é o melhor trabalho dele! rs... Com certeza eu indicaria o livro "O Mensageiro" para quem quer um outro bom livro dele.
    Nossa, quando eu vejo alguém lendo "A Culpa é das Estrelas" em algum lugar eu praticamente fujo. Eu odiei esse livro e acabo sempre irritada quando vejo as pessoas dando gritinhos histéricos por causa dele...
    Os dois livros seguintes eu não conheço e nem tenho muita curiosidade, mas com certeza iria falar com alguém que tivesse lendo O Teste!! Adorei esse livro e estou doente para ler a continuação! rs...
    Beijos
    Camis - Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir