sábado, 30 de agosto de 2014

5 Livros de Vampiros que ninguém leu

Só porque um livro virou um best-seller que se sustenta por semanas na lista dos mais vendidos, não significa necessariamente que ele seja bom. Assim como o oposto também ocorre, principalmente dentro da ficção. E por conta deste fenômeno, muitas obras excelentes, acabam passando despercebidas pelo público.
Vamos tomar a lenda dos vampiros como exemplo...
Sempre fui um fã do gênero e tenho lido a respeito desses sanguessugas por mais de vinte anos. Se somarmos os quadrinhos e filmes que consumi na infância, acho que posso me considerar um especialista no assunto. E digo isso com o aval de muitos amigos que assim me consideram. 
Apesar do estilo ser considerado batido pelo excesso de vertentes expostas no mercado, posso dizer que alguns bons títulos do tipo foram subestimados nesse nicho, e pensei que seria interessante listá-los por aqui:

✔ A Rainha dos Reis, de Maria Dahvana Headley
Mistério e sedução, bruxas e guerreiros, história e mitologia se combinam para contar a lenda da Rainha mais famosa da Antiguidade.
Alexandria está tomada pelas tropas romanas. O general Marco Antônio morre nos braços de sua amada Cleópatra. Para salvar seu reino e trazer seu grande amor de volta da terra dos mortos, Cleópatra faz um pacto com Sekhmet, a deusa da morte e da destruição. Mas o destino conspira contra a rainha e em um passe de mágica ela se transforma em uma criatura imortal e sombria, capaz de assumir inúmeras formas e com uma fome insaciável de sangue humano.
Lutando para preservar o pouco que lhe resta de sua humanidade, Cleópatra mantém vivo o desejo de se vingar de Otaviano, general romano responsável pela morte de Marco Antônio. E para isso ela precisará enfrentar as mais perigosas e assustadoras criaturas.

✔ Pandora, de Anne Rice
Apesar de Anne Rice já ser uma autora consagrada dentro do estilo, o livro Pandora é uma obra que não faz parte direta das suas Crônicas Vampíricas e acaba sendo negligenciada pelos leitores, mas sua história é melhor do que muitas aventuras de seu protagonista principal, Lestat.
O narrador deste romance é o vampiro David Talbot, que convida a jovem Pandora, a escrever sua história. Relutante a princípio e depois com incrível paixão, a vampira narra uma vida de mais de 2.000 anos. Pandora, volta à pré-adolescência, quando era mortal. Nesta época, no palácio de seu pai, ela conhece e se apaixona pelo ainda mortal e extremamente charmoso Marius, numa Roma dominada por César e cercada de conspiradores e assassinos interessados em tomar a cidade. 20 anos depois, Pandora, foge de Roma e passa a ter sonhos freqüentes com sangue jorrando. Busca um padre para esclarecer seus pesadelos. Numa nova cidade, encontra com Marius, o já poderoso e carismático vampiro.

✔ Baltimore -O Valente Soldado de Chumbo e o Vampiro, de Mike Mignola
Durante a Segunda Guerra Mundial, o capitão inglês Henry Baltimore vê seu pelotão ser dizimado pelas forças inimigas. Depois da batalha, uma criatura bizarra passa a se alimentar dos corpos e, quando nota Baltimore, se volta contra ele. O capitão revida, e na batalha, acaba sendo envenenado na perna que termina amputada. Mas a criatura também tem parte do rosto desfigurado. A partir de então, os dois iniciam uma perseguição por vingança que envolve a todos na Europa.
Baltimore e o Vampiro chama atenção inicialmente por ser um trabalho de Mike Mignola, o criador de Hellboy. Entretanto, Mignola é responsável pela arte que ilustra as páginas do livro; a narrativa fica por conta do competente Christopher Golden, ainda pouco conhecido no Brasil.

✔ A Terra dos Vampiros, de John Marks
Como produtora do famoso programa de televisão A Hora, Evangeline Harker é enviada para a Transilvânia, onde deve fazer contato com Ion Torgu, um conhecido e temido chefe do crime organizado do leste europeu. Personagem obscuro, ninguém nunca conseguiu entrevistá-lo ou mesmo vê-lo. Evangeline enfrenta sozinha a viagem até o distante ponto de encontro. E não demora para descobrir que a natureza das atividades de Ion Torgu é muito mais monstruosa do que qualquer coisa que sua jovem mente de jornalista jamais imaginara.
Ninguém sabe quem é Ion Torgu. Ele se esconde nas montanhas da Transilvânia. Sua aparência é horripilante. Seus desejos são uma ordem. Apresenta-se como chefe do crime, mas seus negócios parecem ser muito mais sangrentos. Quando os vampiros pareciam ser apenas personagens de ficção, surge Fangland, a terra dos vampiros. Um romance em que demônios reais ganham vida e assombram a cidade de Nova York. O estilo arrebatador de John Marks traz Drácula para o nosso tempo.

✔ Escrava Isaura e o Vampiro, de Jovane Nunes
Um livro de um humor rasgado! Baseado no romance de Bernardo Guimarães, a história ganha nova vida, com gente morta para todo lado e um vilão, Leôncio, como um vampiro atrapalhado.
Nesta versão, a famosa Escrava Isaura convive com mortos vivos bebedores de sangue, na engraçada versão de Jovane Nunes, ator da Cia. de Comédia Os Melhores do Mundo. A ideia central da história de (uma escrava branca que sofre as maiores auguras nas mãos de seu apaixonado “senhor”) se mantém, mas torna-se completamente destrambelhada pelas mãos de Jovane Nunes: Nossa protagonista é uma linda jovem que tem como hobby tocar música clássica no berimbau, enquanto o vilão tem todos os seus planos frustrados, caindo em uma aberta comédia de exageros.


Você já leu algum dos livros citados? Use nosso espaço nos comentários para contar quais outros livros 'desconhecidos' do gênero, você acrescentaria em nossa lista!!!
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
1 Comentários

Um comentário :

  1. Kkk infelizmente não li nenhum desses livros apesar de já ter visto alguns. Agora essa versão de A Escrava Isaura terei que ler

    ResponderExcluir