quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Fatos Bizarros na vida do vilão Magneto

O temido mutante Magneto é o típico personagem clássico dos quadrinhos que as pessoas acabam amando e odiando ao mesmo tempo. Trafegando entre o status de herói e vilão, ele possui poderes incríveis e uma ideologia de intolerância que fabricou grandes ditadores ao longo da história da humanidade.
Muitos podem conhecer Magneto apenas pela popularização dos filmes do X-Men, brilhantemente interpretado por Ian McKellen, mas quem acompanha sua vida pelos quadrinhos sabe que o personagem já teve passagens bem estranhas em seu background, o que talvez até possa explicar um pouco da sua conduta amoral. Abaixo reunimos alguns desses fatos bizarros que formaram esse grande vilão.

✔ Ele pode iniciar o Juízo Final
Magneto tem a duvidosa característica de ser um dos poucos personagens do universo Marvel que é uma ameaça global. Dependendo de quem está escrevendo seus entredos, Magneto pode levantar ilhas inteiras e causar inundações globais. Ele pode causar terremotos devastadores e construiu máquinas especiais que provocam erupções vulcânicas a distância.
Como se isso não fosse o suficiente, uma vez ele desencadeou um pulso eletromagnético que colocou inúmeras vidas em risco, desativando os aparelhos eletrônicos em todo o planeta. O número de mortes só em hospitais já foi surpreendente. Ele pode ser considerado tão poderoso quanto uma bomba atômica e tão impulsivo e irracional quanto um ser humano, e quando essas qualidades colidem, Magneto exibe potencial para dar o pontapé inicial para o Armagedom em um piscar de olhos.

✔ Ele já foi déspota de um país
Magneto é mais popularmente conhecido como o líder super-poderoso da Irmandade dos Mutantes, um grupo dedicado a provar que os mutantes são os substitutos da humanidade. No entanto, em uma das reviravoltas mais estranhas dos X-Men, Magneto se torna o governante legítimo da ilha mutante de Genosha.
Isso foi uma jogada da ONU após Magneto ameaçar desencadear mais um pulso eletromagnético sobre o mundo. O raciocínio por trás da decisão estranha é que Genosha está em frangalhos, com as lutas constantes pelo poder, assim como as lutas entre os seres humanos e os mutantes da ilha. Ao dar o controle a Magneto, a ONU esperava que ele ficasse distraído demais para ameaçar o mundo. Resultado: Magneto acaba restaurando a ordem no lugar e consolida o seu próprio poder na ilha.

✔ Ele já comeu carne humana
Uma das características da linha Ultimate Marvel é recriar personagens e eventos de forma perturbadora. Magneto não foi exceção, sendo retratado como um terrorista sanguinário atrás de atentados mortais. Mais tarde, ele fez o presidente George Bush lamber suas botas enquanto câmeras transmitiam as imagens para todo o mundo.
Houve um momento em que amenizaram a questão com Magneto tentando persuadir Ciclope de que ele não era um homem mau dizendo as seguintes palavras: “Eu não sou um homem cruel. Eu não como carne há anos, nem humana e nem de outros animais”. Essa frase é estranha em vários níveis.
Em primeiro lugar, há a dissonância cognitiva óbvia em Magneto planejar ataques terroristas e, em seguida, exaltar a própria misericórdia por não comer suas vítimas. Mas isso é um detalhe perante o ponto alto do contexto: Os seres humanos são tão inferiores para Magneto que ele considera que 'comê-los' não é diferente de comer um hambúrguer.
✔ Ele realmente odeia nazistas
Um dos momentos mais emocionantes de "X-Men: First Class" foi Magneto matando nazistas com toda a sua glória. Esta cena foi totalmente baseada nas histórias de quadrinhos. Como sobrevivente do Holocausto judeu, Magneto muitas vezes enfrentou inimigos nazistas. Por exemplo, ele e Xavier não sabiam dos poderes um do outro até que os usaram para parar Barão Von Strucker, e Magneto conquistar o ouro necessário para financiar seu império. Em outro exemplo memorável, Magneto descobre que Caveira Vermelha tinha ajudado Hitler a exterminar o povo judeu e enterrou-o vivo, sob o pretexto de lhe dar tempo para 'pensar' sobre o que tinha feito.
Em alguns casos, esse ódio contra os nazista afetou até mesmo a sua auto-avaliação, como quando ele quase matou Kitty Pryde em uma luta. Embora quase matar um X-Men seja uma experiência diária para Magneto, o fato dele quase matar a judia Kitty Pryde fez Magneto ter medo de se tornar algo tão ruim quanto seus antigos algozes nazistas, levando-o a uma breve pausa em sua agenda lotada de ameaças ao mundo.

✔ Ele trapaceou no Tribunal
Magneto aterroriza a humanidade há mais de cinco décadas. O leitor casual pode perguntar: Quando que ele vai a julgamento por crimes contra a humanidade? Bem, pelo menos nos filmes, Magneto já foi condenado por matar John F. Kennedy. Mas nos quadrinhos é um pouco mais difícil de fazer o mesmo, já que ele pode literalmente alterar a mente das pessoas.
Magneto foi julgado pelo Tribunal Mundial e percebeu de que o preconceito anti-mutante iria custar sua vida. Então, ele usa uma tecnologia de controle de mentes para apagar o preconceito anti-mutante da mente de um dos juízes. Ela funciona, e o resultado é a sua absolvição, deixando a dúvida se, apagar o preconceito da mente do juiz, deixou o julgamento mais ou menos justo.

✔ Ele pode criar buracos de minhoca
Embora a capacidade de Magneto em criar terremotos, inundações e pulsos eletromagnéticos impressiona, os fãs assíduos do personagem não se surpreendem facilmente com o que o Mestre do Magnetismo pode fazer. Ele tem um poder raramente utilizado que pode ser um pouco absurdo para os cientistas de plantão: A criação de buracos de minhoca. Em uma ocasião, Magneto criou um buraco de minhoca que lhe permitiu se transportar de Genosha à Nova York.
Magneto é capaz de manipular a gravidade e, como alguns leitores costumam esquecer, ele também é um gênio. Certa vez, ele se gabou dizendo: “Minhas descobertas durante a última semana revolucionaram a física de partículas. Qualquer uma delas seria suficiente para garantir o Prêmio Nobel e um lugar entre os gigantes da história científica. Se eu me importasse em reivindicá-los”.
Os cientistas ainda não sabem exatamente qual é a partícula que seria necessária para manter o espaço aberto para que as pessoas passem, mas Magneto aparentemente descobriu tanto sobre as partículas quanto sobre a técnica para criar buracos de minhoca estáveis.
✔ Ele destruiu uma cidade ao despertar seu poder mutante
Um tema mórbido que as histórias dos X-Men raramente tocam, é a taxa de mortalidade dos seres humanos quando um mutante descobre seus poderes. Afinal, personagens com garras ou rajadas ópticas poderiam exterminar dezenas de pessoas com facilidade.
No caso de Magneto, os roteiristas de quadrinhos foram na rota do realismo sombrio. Com sua família presa dentro de uma casa em chamas e Magneto incapaz de salvar sua filha, ele desencadeou seus poderes contra a multidão de humanos irritados responsáveis pela morte de sua filha. O resultado é que ele mata todo mundo e destrói parcialmente a cidade de Vinnitsa.
Sua esposa, Magda, fica horrorizada com o que ele fez e foge, só descobrindo mais tarde que estava grávida de dois outros filhos de Magneto. Consegue imaginar quem seriam essas crianças?

✔ Seu clone jovem sem memória já traçou a Vampira
Magneto sempre teve a fidelidade cega de seus acólitos e membros da Irmandade, e um deles se superou ao salvar Magneto quando ele caiu em uma fenda na Terra. Enquanto cuidava dele, Astra também clonou Magneto, criando uma versão jovem do personagem, que tinha um futuro brilhante, se Magneto não tivesse acertado o coitado na cabeça com o capacete em uma luta. O clone então teve amnésia. Ele foi criado em um orfanato da Guatemala e recebeu o nome de Joseph.
Quando bandidos sequestraram os outros órfãos, Joseph salvou a todos, matando os bandidos. Ele finalmente se juntou aos X-Men e teve um tórrido romance com a Vampira antes de se sacrificar salvando a equipe do Magneto original.
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
0 Comentários

0 . :

Postar um comentário