terça-feira, 26 de maio de 2015

Aquele beijo spank punk violento

Havia uma neblina espessa, parecida com alguma cortina pesada a apanhar tudo e todos.
As ruas estavam um tanto quanto perigosas, pois apenas os delinquentes e viciados ocupavam os seus espaços.
Alguns esperavam por um ser identificado como frágil: dono de uma bolsa ou carteira cheia.
E tantos outros sonhavam com mais um pico.
Acendi um crivo e grudei meu corpo na parede.
Eu mesmo me sentia mais cinza que o normal.
Mas, não era só isso.
Não sei se vejo demais.
Se, sinto demais ou se imagino demais.
E nesse momento, vi um garoto de cabelo espetado e jaqueta de couro que batia a sola de seu coturno enquanto andava.
Ele não estava só.
E carregava pela mão, uma moça rebelde como ele.
Os dois faziam um belo par.
Eu sorri.
Senti empatia.
Ele a empurrou com docilidade até a parede.
Olhou em seus olhos e a beijou.
O amor é algo impressionante.
Não acha?
Não sei dizer o que os delinquentes sentiram ou mesmo o que os viciados experimentaram ao contemplarem a cena.
O amor estava ali, diante de qualquer um.
Uma cena forte que me tocou profundamente.
Arranquei meu casaco e saí andando.
Pois eu sabia que alguém me esperava e também merecia um beijo.
O mundo tinha uma chance.
Eu tinha uma chance.
Sabe como é: um mundo cinza não costuma poupar ninguém.
Mas, quando o amor vence, tudo se transforma...
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
0 Comentários

0 . :

Postar um comentário