domingo, 19 de julho de 2015

Para que tipo de futuro estamos caminhando, Mad Max ou Star Trek?

Na medida em que avançamos pelo século 21, as obras de ficção científica vem parecendo cada vez mais com livros proféticos, do que apenas um gênero especulativo. Há séculos, os autores vem prevendo o nosso futuro de uma forma assustadora, a exemplos de Tom Clancy que ficou conhecido por sua incrível capacidade de prever, inclusive as datas, de acontecimentos marcantes da nossa história moderna com os seus livros de ficção. E Jules Verne, que cometeu a incrível proeza de descrever os submarinos muito antes que essas máquinas fossem inventadas.
E para aqueles que frequentam constantemente estes cenários, seja em livros ou em filmes do tipo, é inevitável analisar os nuances do mundo ao nosso redor e tentar imaginar que tipo de futuro nos aguarda logo a frente.
Por um lado, o colapso ambiental para o qual nos encaminhamos prevê o eminente perigo de travarmos futuras guerras pela água potável do planeta, e mergulharmos em uma distopia caótica, que certamente nos levaria a um pesadelo semelhante a maioria dos mundos pós-apocalípticos que visitamos por aí. Os mais otimistas podem imaginar que viveríamos em um ambiente hostil, similar ao apresentado no filme 'Mad Max: Estrada da Fúria'E para esta situação, só resta uma 'divertida' aflição em imaginar o que faríamos em frente a uma calamidade do tipo.

Por outro ângulo, a incrível capacidade de adaptabilidade exacerbada da humanidade pode nos levar em outra direção, rumo a a utópica colonização do espaço, indo onde nenhum homem jamais esteve antes. E por mais que a gente queira que alguns conceitos SyFy sejam uma realidade, sabemos que as nossas tentativas de sobreviver no espaço nunca acabam bem nas histórias que abordam este tema. Na maioria dos livros, as aventuras humanas fora da Terra passam longe do conceito futurista idealizado pela tecnologia de Star Trek, e se assemelham mais com um outro tipo de luta terrível pela sobrevivência no desconhecido.
Perante este cenário, a tendencia é que cada vez mais entreguemos a sobrevivência da nossa raça sob a responsabilidade de máquinas dotadas de Inteligência Artificial.
Mas nem tudo está perdido! Ainda podemos configurar uma terceira vertente que pode ser classificada como um meio termo entre as duas realidades anteriores. Pois até mesmo a história de Star Trek afirma que primeiro teríamos que passar por um período 'Mad Max' antes de alcançar a utopia da Federação. Afinal, enquanto as secas recentes criam novos desertos no planeta, a energia solar está ficando cada vez mais barata e acessível, tornando dispensável alguns penosos trabalhos perigosos.
Vendo por este lado, acho provável que a nossa eterna luta de classes decrete uma coexistência assustadora entre as duas possibilidades, onde os pobres sobreviveriam na dura estrada da fúria movida a água e gasolina pela falta de demanda de trabalho suprido pelas máquinas, ao mesmo tempo em que os mais abastados viveriam acima das nuvens sustentados pela energia renovável da sua frágil tecnologia.

Por fim, cabe a cada um de nós duas opções, simplesmente sentar e assistir o mundo seguir o seu rumo, ou participar para fazer algo melhor e estar preparado pra o pior. E para você? Na sua opinião, qual o tipo de cenário que fatalmente enfrentaremos em nosso futuro?

Veja Também:
-Livros que retratam um futuro apocalíptico
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
0 Comentários

0 . :

Postar um comentário