quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Alguns segredos escondidos em obras da cultura pop que você nunca percebeu

A verdadeira arte, aquela que brota espontaneamente de seu criador, é algo tão pessoal que em muitos casos o artista não resiste ao impulso de incorporar um toque particular em seu trabalho. O resultado disso são referências ocultas sutis que não fazem sentido para a maioria do público, mas estão lá por algum motivo, seja uma piada interna dos bastidores da produção, uma homenagem delgada, ou uma alusão escancarada. São os conhecidos 'easter eggs', segredos ocultos na produção final de uma obra de arte.
Seja em filmes, músicas, quadrinhos, ou até mesmo na literatura, cada vez mais os artistas tem procurado uma brecha para incluir um toque próprio em suas obras. E para nós, os consumidores deste repertório, é sempre uma grande alegria ser capaz de detectar algumas dessas referências. Mas se você não é do tipo que 'pega' as coisas rapidamente, não tem problema. Para facilitar, abaixo reunimos alguns dos easter eggs mais interessantes da cultura pop.

Troca de farpas entre Beatles e Rolling Stones
Em 1967 os Beatles lançaram o clássico Sgt. Pepper Lonely Hearts Club Band, um álbum lendário que ainda hoje é apontado como um dos melhores de todos os tempos. Provavelmente, um dos fatores fundamentais para esse sucesso foi a capa do álbum, uma eclética coleção de famosos personagens da história rodeados de diversos adornos.
Como um pequeno aceno para a rivalidade musical que tiveram com os Rolling Stones, o lado direito da capa exibe uma boneca vestindo uma blusa em que se pode ler "Welcome The Rolling Stones"Poucos meses depois, os Rolling Stones lançaram um álbum intitulado Their Satanic Majesties Request. Embora este trabalhado não tenha chegado nem perto do reconhecimento gerado por Sgt. Pepper, a capa também apresenta um colorido psicodélico que foi imediatamente comparado ao disco dos Beatles. Principalmente pelo fato de que ambas as capas foram fotografadas pelo mesmo fotógrafo, Michael Cooper. No entanto, nada disso impediu que os Stones infiltrassem as cabeças de todos os membros dos Beatles nas flores da capa.

Espectrograma de Aphex Twin
Richard David James, mais conhecido como Aphex Twin, é um bem sucedido músico eletrônico britânico. Seu maior sucesso ocorreu em 1999, quando ele lançou o single "Windowlicker". Mais tarde, ele foi lançado como um EP com duas faixas bônus. Uma delas chamou rapidamente a atenção do público porque tinha o curioso nome de "Δ M i-1= - Ct Σ n = 1 N Di [n] [Σ j ∈C [i] F j i [n - 1] + F ext i [n-1]]." Como os fãs tiveram um pouco de dificuldade para pronunciar esse 'palavrão', assim que a música começou a tocar nas rádios, ficou conhecida como "Equação".
No entanto, o nome talvez seja o aspecto menos bizarro da canção. Quando você coloca o som sob um espectrógrafo é que as coisas ficam estranhas de verdade. O espectrógrafo é capaz de gerar um espectrograma, que é uma representação visual das ondas sonoras. No início tudo parece normal, mas no final, o aparelho reproduz o rosto de Aphex Twin sorrindo de forma assustadora. O artista incorporou uma imagem do seu próprio rosto na música. 

A família da série de filmes 'Férias Frustradas' na HQ do Homem de Ferro
Os conhecidos "crossovers" são algo bem comum nas histórias em quadrinhos, mas a maioria deles são feitos com fins publicitários. No entanto, o Homem de Ferro já contou com uma rápida participação inusitada que muitos leitores podem ter perdido. Na revista de número 217 de abril de 1986, após novamente triunfar em uma batalha contra o vilão Super Adaptóide, Tony Stark resolve comemorar o seu feito convidando uma mulher para viajar com ele para a Disneylândia, e é claro que ele resolve fechar todo o parque para ter mais privacidade e impressionar a moça.
Isso irrita uma família em particular que viajou longos quilômetros de uma viagem desgastante só para visitar a Disneylândia, e ao topar com o lugar fechado, acabam tendo que ir para Wally World. A família em questão são os Griswolds, os protagonistas da franquia de filmes 'Férias Frustradas', estrelada por Chevy Chase.

O Lado Negro da Catedral Nacional de Washington
A Igreja Catedral de São Pedro e São Paulo, na Cidade e Diocese de Washington, mais conhecida como Catedral Nacional de Washington, é uma das maiores catedrais do mundo e a segunda maior nos Estados Unidos. Apesar da sua construção ter começado há mais de 100 anos atrás, ela não ficou pronta até 1990, e ainda hoje elementos decorativos menores continuam sendo adicionados em sua estrutura.
Na década de 80, enquanto as torres ocidentais estavam em construção, a catedral realizou um concurso com a ajuda da National Geographic que incentivava as crianças a enviarem desenhos para esculturas decorativas que seriam incorporadas nas torres. Vários projetos vencedores foram incluídos na construção, como um guaxinim e uma menina com tranças e suspensórios, mas o que realmente se destacou foi o desenho que ganhou em terceiro lugar na competição, uma reprodução da máscara do Darth Vader. Sim, a catedral apresenta um dos vilões mais emblemáticos de todos os tempos. 
Darth Vader continua orgulhosamente fazendo parte da catedral até hoje, mas para vê-lo é necessário um par de binóculos porque ele é difícil de detectar.

Insultos de Monty Python em Game Of Thrones
Não é segredo que os produtores de Game of Thrones são grandes fãs de Monty Python. Ou pelo menos, sabemos que o criador Dan Weiss e o especialista em línguas da série David Peterson, com certeza são. Se você fala o baixo valiriano fluentemente, deve ter notado algo familiar em uma cena da quarta temporada quando o exército de Daenerys alcança as portas do Meereen. Um campeão da cidade atravessa seus muros e começa a insultar deliberadamente a Mãe de Dragões antes de morrer em combate. Um intérprete escolhe sabiamente as palavras do lutador que são traduzidas para Daenerys, mas, de acordo com o linguista do show, ele realmente está dizendo coisas como "Sua mãe era um hamster, e seu pai tinha cheiro de sabugueiro". Os fãs de Monty Python podem reconhecer essas provocações do Francês retiradas diretamente do filme 'Monty Python em Busca do Cálice Sagrado'.

A receita do Biscoito de Satan
É sabido que, se você quer que algo dito pareça realmente assustador, basta falar em alemão. A banda americana Tool aplicou este conceito ao seu álbum Aenima de 1996. O disco possui uma música intitulada “Die Eier Von Satan”, que pode ser traduzido como  'Os Ovos de Satanás". É um som pesado, com uma guitarra industrial e cheio de distorções que é apoiado por gritos incompreensíveis de uma multidão que aumenta conforme a música avança. Ou seja, tudo na faixa lembra um típico comício nazista, e a palavra 'Satanás' no título também não ajuda.
No entanto, aqueles que falam alemão fluentemente logo entenderão que a letra da música na verdade não passa de uma receita de Cookie. Do início ao fim, a canção detalha uma inofensivo forma de cozinhar bolinhos de açúcar sem o uso de ovos. A única parte que se difere de uma receita habitual, é quando o vocal aconselha que você adicione um pouco de "haxixe turco" à mistura.

O pré-anúncio do livro de Raphael Montes
Aqui no Brasil a prática dos 'easter eggs' ainda não é algo comum, (E, não! Girar o disco da Xuxa ao contrário para ouvir mensagens do Diabo não conta como um), mas aos poucos podemos notar um ou outro que são 'plantados' como quem não quer nada em alguns trabalhos nacionais. 
É o caso do livro de estreia 'Suicidas' de Raphael Montes. Nele acompanhamos a narrativa de um escritor que, após ter a sua obra rejeitada por várias editoras, decide organizar um suicídio coletivo com amigos para chamar atenção da mídia para o seu trabalho. A curiosidade fica a cargo do título do livro supostamente rejeitado, 'Dias Perfeitos', que viria a ser o verdadeiro nome do próximo trabalho do autor lançado dois anos depois.

Veja Também:
-Doenças com nomes inspirados em personagens da literatura
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
0 Comentários

0 . :

Postar um comentário