sábado, 3 de outubro de 2015

O Demonologista (Andrew Pyper)

Sempre que uma produção grandiosa cria tendencias, é normal esperarmos o surgimento de outros trabalhos semelhantes que tentam surfar nas ondas geradas por esta voga. Embora alguns não consigam soar mais do que meras cópias mal feitas do original, muitos projetos conseguem adquirir um sotaque próprio e criam uma identidade peculiar, mesmo sendo fruto da inspiração de algum clássico. Os mais fanáticos e nostálgicos podem torcer o nariz para esta prática, mas, particularmente, eu sempre encarei este estimulo como uma forma válida de fazer uma boa temática ecoar através das décadas. Afinal, como o mito do Conde Drácula sobreviveria tanto tempo se não tivesse a sua história recontada tantas vezes nos livros e no cinema?
Foi com essa perspectiva que iniciei a leitura de 'O Demonologista' (DarkSide® Books, 325 páginas), do premiado autor Andrew Pyper. Esperando encontrar uma simples variação de 'O Exorcista', acabei encarando uma trama diabólica que mais lembrava as desventuras do mago John Constantine dos quadrinhos.

Em um ritmo frenético que mantém o leitor em alerta durante grande parte da leitura, acompanhamos o renomado professor da Universidade de Columbia, David Ullman, que tem a sua rotina quebrada após aceitar um curioso convite para investigar um fenômeno sobrenatural em Veneza. Considerado um especialista na mitologia cristã dos anjos caídos, principalmente na obra-prima Paraíso Perdido de John Milton, o professor David testemunha um evento que pode mudar todos os seus conceitos a respeito dos seus estudos. Com a vida da filha em risco, o 'demonologista' inicia uma busca contra o tempo para descifrar as artimanhas do inferno, e descobrir o seu próprio papel neste roteiro sinistro. Contando apenas com as palavras da obra de Milton como guia, o professor é guiado por diversos cantos da América do Norte em um jogo de gato e rato criado pela vaidade de um demônio.
Ao não utilizar uma figura religiosa como protagonista, Pyper quebra um paradigma dentro do gênero, e exibe a sua própria faceta ao apresentar um personagem totalmente despido de conceitos básicos do cristianismo, como a existência de'bem absoluto', por exemplo.

Apesar de exibir um excelente desenvolvimento no decorrer da história, confesso que esperava um pouco mais do final, que me pareceu mais preocupado em ser explicativo do que suntuoso. Ou talvez o suspense sustentado durante a trama, seja maior do que a sua conclusão.
Em seu remate, 'O Demonologista' conquista o status de uma obra que consegue mostrar à que veio, e traça caminhos particulares dentro da pouco explorada mitologia infernal.
Do lado de fora temos o acabamento infalível da  DarkSide® Books, que transforma o livro em uma obra de arte indispensável na prateleira de qualquer bom leitor. Com um visual que simula um livro diabólico e desgastado, o exemplar facilmente arrasta olhares arregalados quando é lido em lugares públicos.

Para conhecer o final desta história, clique agora no banner abaixo da nossa parceira Submarino e compre o seu exemplar. Depois volte aqui e conte a sua própria experiência com o livro em nossos comentários.
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
0 Comentários

0 . :

Postar um comentário

O Dito pelo Maldito é um blog voltado para a literatura de contracultura . Seus textos são provocativos, críticos, cínicos e debochados, muitas vezes não tomando partido em uma questão apenas para poder agir como uma espécie de Advogado do Diabo do caso.
Na verdade um anti-blog criado para falar bem,...de tudo que você odeia.