segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Lugares (quase) perfeitos para se ter um livro em mãos

Leitores contínuos sempre passam por um grave problema: Infelizmente há certos lugares nesse mundo frio e cruel que não são apropriados para se levar um livro. Ambientes onde provavelmente seríamos reprimidos, vistos com olhares acusadores e até mesmo expulsos, caso fôssemos apanhados com a cara enfiada em um livro.
Afinal, o que essas pessoas esperam que façamos?! Abandonar nossos livros em casa em algum capítulo auspicioso só para casualmente socializar com elas? É como um vício, nós precisamos ter um livro disponível à todo momento. Sempre disposto a ser lido. É como um dispositivo de segurança para qualquer situação tediosa que a gente queira evitar.
Às vezes precisamos tanto de uma leitura, que vale a pena até recorrer a certos subterfúgios para ter sempre o nosso livro conosco. Aqui está a nossa lista com alguns lugares (quase) perfeitos para se ter um livro em mãos:

Casamentos
O típico evento onde você é forçado a ficar feliz pela felicidade dos outros, e se você não quiser passar a noite ouvindo comentários desagradáveis na mesa dos parentes distantes ou aturar as investidas das primas solteironas da noiva, nada melhor do que uma edição de bolso para evitar um constrangimento maior. Pode ficar tranquilo que ninguém vai reparar em você durante a sua leitura, todas as atenções estarão voltadas para os noivos, na decoração da igreja e no buquê.

Trabalho
Carregue o seu livro para o escritório, e até mesmo o mais maçante dos dias de trabalho irá passar rapidamente. Você pode dar uma boa adiantada na leitura enquanto espera a resposta de um e-mail, ou enquanto espera o computador lento da empresa converter algum arquivo. Você pode até mesmo ler alguns capítulos no banheiro enquanto transfere a responsabilidade para algum estagiário.

Festas infantis
Vamos ser bem francos aqui. Quando você está em uma festa infantil, provavelmente está lá para vigiar apenas uma criança em específico, ou no máximo duas. E provavelmente terá diversas outras pessoas disponíveis para executar essa tarefa por você. Quem sabe até melhor. Ou seja, você realmente não precisa de um monte de pirralhos te chamando de tio e querendo que você gaste uma energia que não tem mais. Apenas sente em algum canto e aprecie o seu livro. Basta lembrar que, quando chegar a hora de ir embora, é melhor você saber direitinho onde está o seu filho.

Velórios
Se você não for o defunto velado e não tiver uma forte afinidade com o morto, não tem porque você não aproveitar o tempo para apreciar uma leitura no mesmo momento em que presta o seu respeito em silêncio. Enquanto não descobrirem o teor da sua leitura, essa atitude pode até ser encarada como uma forma de reflexão e reverência ao falecido. E caso alguém te olhe feio por conta disso, basta dizer que esse era o livro favorito do finado, e que essa é a sua forma de render-lhe uma homenagem.
Formaturas
Cerimônias de graduação são semelhantes as festas de crianças, só que sem as guloseimas. Você está lá para prestar atenção em apenas um dos graduados e não precisa aplaudir todos os outros formandos. Assim sendo, enquanto os outros 500 estranhos são chamados para ir a frente, você pode esconder o seu livro atrás do programa da formatura e ler na mais absoluta paz. Mas lembre de pelo menos olhar para cima quando chegar a vez do graduado que você veio prestigiar ser chamado.

Eventos Esportivos
Mesmos aqueles que são fãs do esporte, devem concordar que alguns jogos são incrivelmente insuportáveis de assistir. Não é atoa que a organização dos jogos sempre procuram apresentar alguma atração nos intervalos para nos entreter. Seja em um jogo profissional ou amador, tente levar um livro da próxima vez que for. Se a partida por acaso terminar em zero a zero, pelo menos você soube aproveitar bem o seu tempo.

Igrejas
Independente da sua religião, é bem provável que todos no lugar já estejam mesmo lendo algum livro de certa forma, seja a bíblia, harpa de hinos, alcorão ou qualquer outra publicação indicada pelo sacerdote do templo em questão. Basta conseguir um exemplar com capa dupla para envelopar e disfarçar o seu livro favorito. Mas assim que acabar a cerimônia, não esqueça de pedir perdão pelo seu ato, dependendo de como funcionar a sua crença.

Qual foi o lugar mais esquisito que você fez questão de levar um livro junto?

Veja Também:
-Leggings e meia-calças com temas literários
-Um guia para leitores que querem evitar compromissos sociais
-O que fazer com todos aqueles livros que você coloriu durante o ano
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
0 Comentários

0 . :

Postar um comentário

O Dito pelo Maldito é um blog voltado para a literatura de contracultura . Seus textos são provocativos, críticos, cínicos e debochados, muitas vezes não tomando partido em uma questão apenas para poder agir como uma espécie de Advogado do Diabo do caso.
Na verdade um anti-blog criado para falar bem,...de tudo que você odeia.