sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Músicas da cultura pop que são praticamente livros de ficção cantados

Na maioria das vezes a música pop é basicamente formada por canções de amor, mas algumas vezes um compositor ou banda surpreende com alguma letra ou melodia que fogem totalmente destes padrões, e exploram temas mais abrangentes que podem ir da fantasia a ficção científica.
Muitos artistas extravasaram a imaginação construindo trilhas sonoras inspiradas em suas obras preferidas (como já citamos na matéria com os Livros que inspiraram músicas do Iron Maiden), e seguindo essa linha, selecionamos aqui algumas canções que facilmente poderiam servir de enredo para uma boa história literária:

A Space Oddity, do David Bowie
Basicamente um conto clássico do grande David Bowie sobre um astronauta que é lançado ao espaço e vai transitando por diversos planetas sem esperança de regressar a Terra, até que ele deixa a sua cápsula para encontrar a vastidão do universo.

The Battle of Evermore, do Led Zeppelin
Os caras do Led Zeppelin estavam no auge das drogas quando Tolkien atingia o sucesso com O Senhor dos Anéis como um fenômeno literário. Apesar de referências a Tolkien surgirem em diversas músicas já listadas por nós em 'Músicas inspiradas na obra de Tolkien'The Battle of Evermore é uma saga notavelmente concisa de uma guerra de fantasia que daria um excelente livro.

’39, do Queen
Talvez a música mais comovente já composta pelo Queen, '39 conta a história de bravos astronautas que deixam uma terra devastada em busca de um novo planeta para a humanidade colonizar. A viagem dura apenas um ano da sua perspectiva, mas, devido à dilatação do tempo, quando voltam para casa com o sucesso da missão, eles descobrem que um século se passou e seus entes queridos morreram.

Iron Man, do Black Sabbath
Hoje em dia as pessoas podem achar que essa música é apenas um riff forte de guitarra com o Ozzy gritando 'I am Iron Man', ou talvez a trilha sonora do personagem Homem de Ferro da Marvel, mas na verdade a sua história gira em torno de uma aberração que planeja sua vingança contra as pessoas que o trataram mal devido a sua aparência.

2112, do Rush
Conta a história de uma sociedade galáctica onde a religião controla cada peça de arte do mundo, desde livros, pintura, até a música. Dentro deste cenário, um homem descobre uma guitarra antiga e começa a fazer a sua própria música, sendo repreendido pelos sacerdotes do futuro que tentam destruí-lo. No fim ele acaba cometendo suicídio, levando o povo a uma rebelião que liberta todos para o rock'n roll.
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
0 Comentários

0 . :

Postar um comentário

O Dito pelo Maldito é um blog voltado para a literatura de contracultura . Seus textos são provocativos, críticos, cínicos e debochados, muitas vezes não tomando partido em uma questão apenas para poder agir como uma espécie de Advogado do Diabo do caso.
Na verdade um anti-blog criado para falar bem,...de tudo que você odeia.