quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

A Maldição do Cinema - Extraterrestrial

Extraterrestrial (Extraterrestrial)
Diretor: Colin Minihan
Roteiro: The Vicious Brothers
Atores: Brittany Allen, Freddie Stroma, Melanie Papalia
País: 2014
Ano: Canadá
           
A jovem April, após a separação de seus pais, é encarregada de retornar à casa no campo para os últimos acertos, pois sua mãe a venderá. Ela precisa tirar algumas fotos e pegar alguns poucos pertences pedidos por seu pai. Até então, seria um momento entre ela e seu namorado se ele não tivesse chamado seus amigos para acompanha-los naquele final de semana, estragando os planos da jovem de um momento tranquilo.
Já na casa de campo, entre festas, revelações sentimentais e o reencontro com um vizinho que a conhecia ainda quando criança, são surpreendidos por um clarão no céu, este que logo vai de encontro ao chão, não muito longe da casa. Ao se aproximarem, não restam dúvidas, trata-se de um ovni. A partir daí, inicia-se um jogo pela sobrevivência.
Extraterrestrial é um filme que lida com a simplicidade com maestria. Nada de explicações forçadas ou respostas quaisquer a fim de dar um fim ao ponto de interrogação na cabeça do espectador. As coisas estão acontecendo e ponto final. A partir dessa ideia, um roteiro hipnotizante nos carrega do início ao fim, sem solavancos ou quebras absurdas a fim de explicar demais, tornando assim as surpresas ainda mais intensas enquanto permeia por símbolos, detalhes e planos de câmera que serão reconhecidos pelos fãs do gênero. O filme é uma avalanche de diferentes momentos que poderiam resultar numa maluquice sem pé nem cabeça, mas que, devido ao roteiro, são perfeitamente encaixados sem a menor dificuldade, tudo aliado à coerência diante da proposta e um cuidado estético a partir de soluções simples, altamente funcionais e que só acrescentam ao clima proposto. Assim como muitos personagens facilmente encontrados dentro do gênero, porém, sem caricaturas, sendo quase uma surpresa para os mais atentos.

Extraterrestrial evoca nos detalhes tanto quanto sutis muitos representantes do cinema e do mundo pop, indo de Contatos de Quarto Grau, Guerra dos Mundos, Goonies e Super 8 até South Park e um certo clima MTV (Quando o canal era incrível). E novamente, somente os muito atentos perceberão isso. Uma única cena poderia ter sido descartada devido sua obviedade boba, mas seus poucos segundos em nada interferem no resultado final.
Os ETS também são desprovidos de absurdos e demais possibilidades que possam chocar num primeiro momento para em seguida cair no ridículo. Pelo contrário, a escolha estética para os momentos em que aparecem aumentam ainda mais a tensão.
Sua trilha sonora, composta por Blitz/Berlin, foi encaixada nos momentos certos, elevando ainda mais a ideia transmitida. (Além das músicas de Elton John, The Magnetic Fields, Adaline e outros), além de outros detalhes sonoros tanto quanto significativos.
Extraterrestrial é um dos melhores filmes sobre extraterrestres e abdução dos últimos anos. Muito bem cuidado e detalhista em todos os aspectos. Envolvente e imperdível para qualquer fã do gênero.
E qual o pensamento que tirei sobre?
Meu maior medo continua ser abduzido.

Você confere o trailer oficial aqui:
E caso queira conhecer sua trilha sonora completa, aqui:
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
0 Comentários

0 . :

Postar um comentário

O Dito pelo Maldito é um blog voltado para a literatura de contracultura . Seus textos são provocativos, críticos, cínicos e debochados, muitas vezes não tomando partido em uma questão apenas para poder agir como uma espécie de Advogado do Diabo do caso.
Na verdade um anti-blog criado para falar bem,...de tudo que você odeia.