domingo, 1 de maio de 2016

5 Cidades perdidas que você só pode visitar através dos livros

Para a maioria dos leitores, lugares antigos e abandonados despertam um certo fascínio em nossas mentes imaginativas. Em nossas cabeças, uma complexa construção abandonada pode ser encarada como o covil de algum vilão maligno e antigas cidades e castelos podem guardar mistérios que com o tempo escorreram como o sangue que um dia povoou as suas ruas. Parece que quanto mais esquecido o lugar, maior é o alcance da nossa imaginação em criar enredos para essas ruínas.
Temos um bom exemplo desse caso em algumas cidades do passado que desapareceram misteriosamente do mundo, e hoje só podem ser visitadas através de livros ou mapas. 
Seja qual for o motivo obscuro que levou o declínio desses lugares, recuperamos aqui as histórias de algumas dessas cidades desaparecidas.


SANZHI
Não chega a ser uma cidade fantasma, é mais como uma cidade que não deu em nada (como tantas outras que ainda insistem em existir no interior do Brasil). Sanzhi é um complexo que fica em Taiwan no meio de florestas e morros. Ela foi construída em 1978 com um design futurista e colorido para servir como casas de veraneio para as tropas dos EUA estacionadas em Taiwan, mas os americanos foram removidos nos anos seguintes ao seu planejamento. Junto com a crise do petróleo que prejudicou os fabricantes do plástico que era utilizado nas casas, a cidade nunca chegou a ser habitada.

HATTUSA
Em 1834, um arqueólogo descobriu os restos de uma antiga vila onde hoje conhecemos como Turquia. Ele achava que estava desenterrando a antiga cidade de Tavion, mas na verdade estava descobrindo Hattusa, a capital do reino hititas, um dos reinos mais poderosos do Oriente Médio em tempos antigos, mas que hoje não sabemos quase nada a respeito.
Os primeiros sinais de ocupação remontam a 2000 A.C. No seu apogeu a cidade ocupava cerca de 1,8 km².

CENTRALIA
Centralia foi uma pequena cidade provinciana do interior do Estados Unidos, sem grandes construções ou algo que a destaque. Ela cresceu ligada a um pátio de mineração de carvão, em uma área rica neste material. As veias de minério se estendiam por baixo da cidade em galerias de extração. Em 1962, dois bombeiros atearam fogo em uma pilha de lixo ao lado de um dos cemitérios da cidade, o fogo desceu pela terra até atingir o carvão subterrâneo que simplesmente devastou a região com chamas que continuam ardendo na terra mesmo após décadas desde o incidente.
Hoje ainda é possível ver fumaça saindo do solo o tempo todo, por entre edifícios completamente abandonados. A semelhança com a amaldiçoada Silent Hill é tão grande que Centralia até virou ponto turístico para os fãs.

KOLMANSKUPPE
Localizada no meio de um deserto na costa da Namíbia, a cidade foi erguida segundo os moldes da antiga corrida do ouro, mas nesse caso foram diamantes. Fundada em 1908, quando o território era dominado pela Alemanha, rapidamente tornou-se um dos lugares mais prósperos da África, conhecida por conter grandes lojas de departamento que vendiam a última moda em Berlim, por possuir o primeiro hospital com aparelho de Raio-X do continente africano, e por ter a água mais cara do que a cerveja.
Erguida com edifícios projetados com uma extensa durabilidade, ela viveu seus anos de glória na década de 20, iniciou seu declínio na década de 30, e terminou sendo desocupada na década de 50, quando foi completamente engolida pelas areias do deserto.

CARTAGO
Acho que todos nós já lemos sobre Cartago em algum livro. No século II A.C., a cidade terminou sitiada pelos romanos, e após três anos de resistência caiu diante deles. Os romanos destruíram a cidade completamente e, portanto, nada restou da gloriosa Cartago do passado.
Mais tarde o Império Romano veio a tentar reconstruir a cidade, mas a nova Cartago nunca chegou aos pés da antiga. No século XIX, ela foi novamente destruída, dessa vez, para sempre.
A cidade também tem um papel fundamental na cronologia histórica do antigo RPG Vampiro: A Máscara.

Veja Também:
-Lugares abandonados que dariam excelentes bases para Supervilões
-Conheça os livros favoritos do Deadpool
-Os melhores conselhos individuais de grandes escritores
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
0 Comentários

0 . :

Postar um comentário

O Dito pelo Maldito é um blog voltado para a literatura de contracultura . Seus textos são provocativos, críticos, cínicos e debochados, muitas vezes não tomando partido em uma questão apenas para poder agir como uma espécie de Advogado do Diabo do caso.
Na verdade um anti-blog criado para falar bem,...de tudo que você odeia.