quinta-feira, 23 de junho de 2016

5 Livros para ler se você sente falta da série: 'DEXTER'

Todos temos nossas series favoritas, e se dependesse de nós, elas seriam produzidas ad infinitum para o nosso bel prazer; mas infelizmente o formato deste produto tende a passar por nossas vidas durante anos, marcar instantaneamente todo uma geração e deixar nada mais do que muita saudade ao fim de sua última temporada.
Foi pensando nisso que criamos este espaço banzo, com o intuito de indicar livros que possuam conceitos semelhantes ao de séries passadas, e assim tentar resgatar um pouco do espírito que projetou o sucesso desses programas.
DEXTER
Dexter é uma série televisiva americana de drama/suspense centrada em Dexter Morgan, um assassino em série com diferentes padrões que trabalha como analista forense especialista em padrões de dispersão de sangue no departamento da polícia do Condado de Miami-Dade. É considerada umas das melhores séries deste gênero. O programa estreou em 22 de setembro de 2013 no canal Showtime e teve o seu último episódio em 1 de outubro de 2006. Situado em Miami, sua primeira temporada foi largamente baseada no livro Dexter: A Mão Esquerda de Deus de Jeff Lindsay, o primeiro de sua série de romances Dexter. Temporadas posteriores apresentaram uma evolução distinta das obras de Lindsay. O livro foi adaptado para a televisão pelo roteirista James Manos Jr., que escreveu o episódio piloto.
Portanto, se você gostava de 'DEXTER', então vai adorar ler...

 As Revelações de Dark (Anthony E. Zuiker)
No último livro da inovadora série Grau 26, o implacável perito criminal Steve Dark precisa combater o maior e mais perigoso serial killer de sua carreira: Labirinto. 
Motivados por ideologias deturpadas, seus crimes, executados com requintes de crueldade em diferentes lugares do mundo, são antecedidos de charadas, quebra-cabeças e enigmas, que anunciam os próximos alvos e atiçam a atenção da imprensa. 
O caso envolve inúmeras vítimas importantes, sem mencionar agências do governo - incluindo a Divisão de Casos Especiais -, as quais fracassam ao tentar refrear o pânico global. Cabe a Dark, juntamente com uma equipe de elite montada a partir de uma comunidade internacional de investigação, encontrar Labirinto onde quer que ele esteja, e acabar de uma vez por todas com o caos. (Editora Record)

 Fissura (Karin Slaughter)
Ansley Park, um dos bairros mais tradicionais de Atlanta, é cenário de uma tragédia. Cacos de vidro pelo chão, móveis quebrados, marcas de sangue pela casa, e o mais assustador: um corpo ensanguentado e com o rosto desfigurado jaz no corredor. Ao lado do cadáver, há um homem com uma faca na mão. Esta é a cena com a qual Abigail Campano se depara ao chegar em casa. Desesperada, ela estrangula o sujeito, que ela acredita ter matado sua filha, com as próprias mãos. 
Mas o que teria motivado aquele crime? Cabe ao agente Will Trent lidar com esse caso peculiar e cheio de reviravoltas. Mas nem o detetive nem os Campano imaginam trata-se apenas do início de seus mais terríveis dias. (Editora Record)

 Colega de Quarto (Victor Bonini)
O romance policial “Colega de Quarto” nasceu com um pé nas histórias de detetives e outro no drama jovem-adulto.
O livro narra a história do estudante Eric Schatz, que começa a encontrar indícios pelo apartamento de que há mais alguém morando com ele. Um par de chinelos novo e gasto, uma escova de dentes estranha. O micro-ondas é ligado sozinho durante a noite. Até que, em determinada noite, Eric enxerga o vulto do misterioso colega de quarto entrar em seu apartamento pela porta da frente. Desesperado, o rapaz vai atrás de Conrado Bardelli, detetive particular, e exige soluções rápidas. Mas Bardelli mal consegue ajudar. Pois nessa mesma madrugada, Eric despenca da janela de seu apartamento.
O suposto suicídio leva Bardelli a investigar os amigos e a família do rapaz – e a perceber que os envolvidos farão de tudo para guardar os seus segredos. Mas qual deles tem a ver com a morte do estudante? O detetive precisa lidar com pessoas de diferentes círculos sociais para esclarecer o mistério, como os ricos pais de Eric, os jovens amigos de faculdade e os funcionários do prédio residencial onde tudo aconteceu. (Faro Editorial)

 Os Amantes de Hiroshima (Toni Hill)
Os Amantes de Hiroshima é o terceiro e último volume desta trilogia de tirar o fôlego. No porão de uma casa abandonada, perto do aeroporto, policiais encontram dois corpos entrelaçados e decompostos, “reduzidos a pele e osso, fundidos em um abraço eterno”. No andar de cima, desenhos feitos em grandes telas brancas revestem as paredes e reproduzem com riqueza de detalhes o entorno da casa e os cadáveres no porão, que, a polícia descobre, poderiam ser Cristina e Daniel, um casal de namorados que desaparecera sete anos antes. A investigação do crime leva o inspetor Salgado a mergulhar no mundo de jovens cheios de sonhos perdidos e num universo familiar repleto de segredos e dores. 
Ao mesmo tempo, Leire Castro continua a puxar o fio do complexo mistério que envolve o desaparecimento de Ruth, ex-mulher de Salgado, e sua persistência acaba por conduzi-la ao tempo em que as forças da ordem se infiltravam nas universidades para vigiar, prender e torturar aqueles que eram contrários ao regime. E o que ela descobre ao final é que o passado sempre vem à tona, por vezes trazendo trágicas consequências. (Editora Tordesilhas/Alaúde)

 Serial Killers - Anatomia do Mal (Harold Schechter)
O que faz gente aparentemente normal começar a matar e não parar mais? O que move - e o que pode deter - assassinos em série como Ed Gein, o psicopata americano que inspirou os mais célebres maníacos do cinema, como Norman Bates (Psicose), Leatherface (O Massacre da Serra Elétrica) e Hannibal Lecter (O Silêncio dos Inocentes). Como explicar a compulsão por matar e o prazer de causar dor, sem qualquer arrependimento? De onde vem tanta fúria? As respostas estão no novo lançamento da editora DarkSide Books: Serial Killers - Anatomia do Mal, dossiê definitivo sobre o universo sombrio dos psicopatas mais perversos da história. Escrito por Harold Schechter - que pesquisa o tema há mais de três décadas, o livro é referência fundamental a todos os que se interessam pelo universo da investigação e da criminologia. 
Em Serial Killers, Anatomia do Mal você vai descobrir como eles matam e por que eles matam. Pontuado por curiosidades macabras, dados científicos e fatos pouco conhecidos sobre a trajetória e a mente dos principais criminosos em série dos Estados Unidos, O livro de Schechter abrange desde a criação do termo serial killer no início do século 20 até o fascínio exercido por matadores seriais na cultura pop (cinema, música, literatura). Histórias reais, assassinos reais, de uma maneira que você nunca viu, estudados com profundidade, rigor científico e conhecimento psicológico. Um livro que vai atrair a atenção dos fãs das séries CSI, Dexter, Criminal Minds e do Canal Discovery Investigation e de todos aqueles que querem entender o que se passa na mente dos assassinos mais temidos e cruéis de todos os tempos. Sem dúvida, oriundos de uma sociedade que precisa repensar urgentemente como cicatrizar essas feridas abertas. (DarkSide Books)

BÔNUS:
É claro que tentamos evitar o caminho mais óbvio que seria citar aqui a saga de livros escrita por Jeff Lindsay, criadora do personagem, e que deu origem a série de TV. Mas como as histórias das duas mídias se distanciam bastante entre si enquanto avançam, deixamos aqui uma única dica dos livros, ligado justamente a maior reclamação dos fãs da série televisiva,... O final.

✔ Dexter Está Morto (Jeff Lindsay)
Depois de sete livros, a saga do analista forense da Polícia de Miami, Dexter Morgan, chega ao fim. E a última história desse serial killer, que só mata os bandidos nunca os mocinhos -, não começa nada bem. Ele está preso sob a acusação de duplo assassinato, incluindo o de sua mulher, Rita - crime que, por incrível que possa parecer, desta vez ele não cometeu -, e de pedofilia. Para se livrar das grades e limpar sua ficha policial, ele terá a ajuda de Brian, seu irmão, que contrata um competente advogado para tirá-lo da cadeia. 
No entanto, livre para investigar o que andam tramando contra ele, Dexter se mete em confusões mais complexas e que podem custar-lhe a vida. Terá Jeff Lindsay a coragem de matar seu mais promissor e querido personagem? (Editora Planeta)

Veja Também:
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
0 Comentários

0 . :

Postar um comentário