quarta-feira, 22 de junho de 2016

SocialKillers.com (RJ Parker e JJ Slate)

A magia do cinema nos faz acreditar que para termos o triste azar de encontrarmos um Serial Killer, provavelmente teríamos que tirar férias em alguma cidade pequena perdida no oeste do Estados Unidos. Criando uma distinta distância imaginária entre nós, e esse tipo de criminosos. Mesmo as raras notícias que surgem nos telejornais, não são inteiramente capazes de transmitir a sensação de perigo eminente que deveria nos atingir diante de casos tão extremos. Uma sensação insossa de segurança que projetamos pelo fato de estarmos 'visivelmente seguros', assistindo a todos esses casos, reais ou fictícios', no conforto dos nossos lares. Uma grande inocência da nossa parte.
Tolice em imaginar que esses assassinos seriam tão anacrônicos a ponto de ignorar as facilidades da vida moderna. Afinal, não foi só para fazer o bem que a internet nos aproximou tanto das outras pessoas. O que nos leva ao conteúdo do livro SocialKillers.com (DarkSide Books, 270 páginas), fruto da parceria entre R.J. Parker e J.J. Slate, ambos autores de best-sellers de obras sobre crimes verídicos.

O livro consiste em um amparado de casos bizarros verídicos sobre algozes frios que armadilharam as suas vítimas através das redes sociais. Utilizando uma linguagem rápida de quem está contado uma lenda urbana para amigos em uma mesa de restaurante, os casos vão gradualmente tornando-se mais assustadores conforme a leitura avança e aproxima as ocorrências da nossa realidade. As histórias narradas figuram predadores sexuais, canibais, torturadores e diversos outros tipos de matadores que usam a internet para saciar seus desejos mortíferos.
Nesta nova era dominada pela tecnologia, nunca foi tão fácil encontrar pelo que se procura. Tudo parece estar ao alcance de um simples clique, mas isso também vale para indivíduos perturbados que exploram as redes sociais feito um cardápio à procura de sua próxima presa.
Com relatos curtos e objetivos, vamos conhecendo o 'modus operandi' de cada assassinos, enquanto tentamos não nos chocar com os ímpetos que os motivam.

Às vezes é difícil de entendermos que a internet e seus derivados ainda são um evento relativamente novo em nossas vidas. E apesar de exibirmos astúcia em saber lidar com múltiplos aparelhos, programas e aplicativos, ainda não sabemos ao certo se estamos fazendo isso direito. E nem as consequências que nos trarão em um futuro próximo.
SocialKillers.com consegue causar medo ao mesmo tempo em que coloca nossas mentes para trabalhar a respeito do assunto. Traçando paralelos e nos perguntando a cada momento se realmente sabemos o que estamos fazendo cada vez que postamos uma foto nossa no Instagram. E, sem dúvida, ao fim dessa leitura, você pensará duas vezes antes de aceitar uma próxima solicitação de amizade no Facebook.

Para conhecer o final desta história, clique agora no banner abaixo da nossa parceira Submarino, e compre o seu exemplar. Depois volte aqui e conte a sua própria experiência com o livro em nossos comentários.
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
1 Comentários

Um comentário :

  1. Oi, Fábio.
    Estudei psicologia jurídica na faculdade e o foco eram os serialkillers. Mas as coisas também evoluem no crime e a tecnologia acaba servindo as vítimas de bandeja para esses doentes.
    Estou doida para ler esse livro!!
    Beijos
    Camis - Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir

O Dito pelo Maldito é um blog voltado para a literatura de contracultura . Seus textos são provocativos, críticos, cínicos e debochados, muitas vezes não tomando partido em uma questão apenas para poder agir como uma espécie de Advogado do Diabo do caso.
Na verdade um anti-blog criado para falar bem,...de tudo que você odeia.