quarta-feira, 10 de agosto de 2016

7 Livros sexys demais para serem lidos em público

Mesmo quando procuramos diferentes gêneros literários em busca de diversão, aventura, drama ou qualquer outro tipo de emoção, sempre encaramos como um bônus quando ocorre a agradável surpresa de encontrarmos um inesperado capítulo mais picante nas páginas de um livro. Talvez não seja algo que ajude a vender o livro diretamente, mas com certeza é algo que aumenta a interação do leitor com a história narrada.
Sejamos honestos, embora a maioria seja incapaz de confessar em voz alta, a verdade é que todo mundo gosta de desfrutar de uma literatura mais ousada em momentos de lazer. O problema é que geralmente os títulos e capas dessas obras não ajudam muito quando são lidos em público, gerando olhares ao redor que inibem a nossa leitura. Provavelmente um fator que alavanca o comércio de eReaders para leitores que querem manter seu momento erótico protegido das vistas de curiosos.
Ainda assim, alguns livros simplesmente foram feitos para serem apreciados longe dos outros, seja digital ou em papel. Aqui estão alguns títulos tão voluptuosos, que é melhor serem apreciados na privacidade do seu quarto,... Até porque, você não vai querer correr o risco de alguém acidentalmente interromper a sua leitura nas melhores partes.

A Casa dos Budas Ditosos (João Ubaldo Ribeiro)
Quando vários jornais anunciaram que João Ubaldo Ribeiro estava escrevendo um romance sobre a Luxúria, para a coleção Plenos Pecados, da Editora Objetiva, o escritor foi surpreendido com um misterioso pacote em sua portaria. Eram os originais de "A Casa dos Budas Ditosos", livro que ele agora pública, permitindo a seus leitores conhecerem uma personagem fascinante e excepcional em todos os sentidos: CLB, uma mulher de 68 anos, nascida na Bahia e residente no Rio de Janeiro, que jamais se furtou a viver - com todo o prazer e sem respingos de culpa - as infinitas possibilidades do sexo. 
Seriam as memórias desta senhora devassa e libertina um relato verídico? Ou tudo não passa de uma brincadeira do autor? Nunca saberemos. Importa é que ninguém conseguirá ficar indiferente à franqueza rara deste relato e a seu humor corrosivo. Com a maestria que o consagrou como um dos mais importantes escritores brasileiros contemporâneos, João Ubaldo Ribeiro nos brinda com esse depoimento "socio-histórico-lítero-pornô". Um romance impudico e provocador. (Editora Objetiva)

 Butterfly (Kathryn Harvey)
No andar de cima de uma loja exclusivamente masculina na Rodeo Drive existe um clube particular chamado Butterfly, um espaço em que as mulheres são livres para expressar suas fantasias eróticas mais secretas.
Somente as mulheres mais belas e mais poderosas de Beverly Hills são convidadas a entrar: Jessica, uma advogada que suspira pela época em que os homens eram machos e as mulheres satisfaziam seus prazeres; Trudie, uma construtora que quer um homem que a desafie ¿ em todos os sentidos e sem tabus; e Linda, uma cirurgiã que usa máscaras para desmascarar os desejos que esconde até de si mesma. 
Contudo, a mais misteriosa de todas as mulheres é a que criou o Butterfly. Ela mudou o nome, o sotaque, até mesmo o rosto para esconder sua verdadeira identidade. E agora está prestes a revelar seu passado para concretizar a obsessão secreta que a levará além do êxtase... (Editora Universo dos Livros)

 A Vida Sexual de Catherine M. (Catherine Millet)
O que faz com que uma respeitada crítica de arte decida abrir publicamente, com inédita crueza e sem qualquer máscara, os detalhes de sua movimentada vida sexual? 
Catherine descreve como depois de perder a virgindade aos 18 anos, começou sua carreira de serial lover, transando com vários homens ao mesmo tempo em lugares variados, clubes privados, à beira de estradas, bancos públicos, além de casas particulares, ela viveu fartamente o que se poderia chamar de ´sexo pelo sexo´, ou seja o sexo sem qualquer tipo de vínculo sentimental - o sexo numérico, consecutivo, anônimo, sem preâmbulos, sem romance, puro prazer. 
Suas descrições de cenas sexuais são precisas, quase distanciadas. Catherine faz amor com a mesma naturalidade com que respira. O livro alinha não só descrições minuciosas de seus muitos e ocasionais amantes com fotos também pouco reservadas. Cuidado! O perigo está ao final de cada esquina. (Editora Ediouro)

 A Bibliotecária (Logan Belle)
A jovem Regina Finch acaba de chegar a Manhattan para trabalhar na Biblioteca Pública de Nova York. Mas o que parecia ser a promessa de uma rotina tranquila em meio a clássicos da literatura logo se revela um irresistível jogo de sedução quando ela conhece o envolvente Sebastian Barnes, investidor da instituição e um dos homens mais cobiçados da cidade, que fica obcecado pela beleza da bibliotecária. 
A até então ingênua Regina se entrega a um crescente e selvagem desejo que parece consumi-la mais a cada dia, uma paixão que despertará na jovem sensações jamais imaginadas. · Inspirado em Bettie Page, a pin-up mais famosa de todos os tempos · A bibliotecária já foi traduzido para 12 idiomas. (Editora Record)

 Delta De Vênus - Histórias Eróticas (Anaïs Nin)
Prostitutas que satisfazem os mais estranhos desejos de seus clientes. Mulheres que se aventuram com desconhecidos para descobrir sua própria sexualidade. Triângulos amorosos e orgias. Modelos e artistas que se envolvem num misto de culto ao sexo e à beleza. Aristocratas excêntricos e homens que enlouquecem as mulheres. 
Estes são alguns dos personagens que habitam os contos eróticos de Delta de Vênus, de Anaïs Nin. Escritas no início da década de 40 sob a encomenda de um cliente misterioso, estas histórias se passam num mundo europeu-aristocrático decadente, no qual as crenças de alguns personagens são corrompidas por novas experiências sexuais e emocionais. Discípula das descobertas freudianas, Anaïs Nin aplicou nestes textos a delicadeza de estilo que lhe era característica e a pungência sexual que experimentou na sua própria vida. Mais do que contos eróticos, Delta de Vênus oferece ao leitor histórias de libertação e superação. Esta nova tradução de Delta de Vênus traz pela primeira vez ao leitor brasileiro os contos Pierre e Marcel, que haviam sido suprimidos da edição anterior. (Editora L&PM)

 Cem Escovadas Antes de Ir para Cama (Melissa Panarello)
No inverno europeu de 2002, longe dos olhos da mãe e do pai, a jovem italiana Melissa Panarello começou a escrever um diário em que relatava, sem pudores e meias palavras, as precoces e variadas experiências sexuais vividas por uma colegial entre os 15 e os 16 anos. 
A história de Melissa começa quando ela perde a virgindade aos 15 anos de idade. A descoberta de um mundo novo e diferente, o desejo de amar e se sentir amada e a ilusão de encontrar este sentimento através do sexo. 
É esse o ponto de partida para um relato que mistura de forma provocadora ficção e realidade, num vasto e surpreendente rito de iniciação sexual. (Editora Objetiva)

 Elogio da Madrasta (Mario Vargas Llosa)
Lucrécia e dom Rigoberto vivem em contínua felicidade. Ela, uma mulher que acaba de completar 40 anos, nada perdeu de sua elegância e sensualidade; ele, no segundo casamento, descobriu finalmente os prazeres da vida conjugal. Juntos, creem que nada pode afetar esse idílio, cheio de fantasias e sexo. Alfonso, ou Fonchito, filho de dom Rigoberto, parecia ser o único empecilho; amava demais sua mãe, Eloísa, para aceitar a chegada de uma madrasta. Mas até ele foi conquistado pelos encantos de dona Lucrécia.
O amor do menino por sua madrasta, entretanto, vai muito além do que se esperaria de uma criança, criando uma linha tênue entre a paixão e a inocência que mudará o destino de cada um deles. Publicado no final da década de 1980, Elogio da Madrasta é uma incursão bem-humorada e sutil de Vargas Llosa na literatura erótica e, ao mesmo tempo, uma sátira bem-humorada dos mitos e temas que consagraram esse estilo literário ao longo dos séculos. (Editora Alfaguara)

E você?! Conhece algum título complicado de ser em público que merecia estar em nossa lista? Conte suas sugestões em nosso espaço de comentários.

Veja Também:
Gostou? Curta nossa fanpage no Facebook...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários
0 Comentários

0 . :

Postar um comentário